Welcome 2015!

Janeiro 2, 2015 in MY HAPPY SELF

Happy new year 2015

Uma coisa boa que eu tenho é esta mania de ser otimista e de ver o lado bom da vida. Pelo menos 98% das vezes… O Rui conhece bem os outros 2% em que é ele que tem de abrir a cortina para deixar entrar o sol. Todos temos os nossos dias cinzentos e eu, para além de todas as sortes, tenho o privilégio de ter ao meu lado uma pessoa que, apesar de não ser extremamente efusivo, vive a vida sem grandes altos e baixos… o barco do Rui navega em águas calmas. Quando o meu mundo está a desabar por todos os lados, o seu abraço e as suas palavras são, quase sempre, milagrosas. Quase nunca transporta os seus problemas para casa e consegue, quase sempre também, apaziguar as minhas “tempestades”.

Pergunta-me … “Isso é mesmo um problema? Alguém foi parar ao hospital?” – Pronto, assunto arrumado. Tão importante ter assim uma pessoa na minha vida que não aponta a lupa para “problemas” que não existem. Isto porque quando se trabalha em decoração (os meus colegas de profissão concordaram certamente comigo) vivemos rodeados de “micro-problemas” muitas vezes ampliados pela ansiedade de terceiros. A consequência  de um hipotético problema em decoração é incomparável a qualquer problema que seja em aviação. Imaginem a responsabilidade diária de um piloto … meu Deus!  Uma parede que ficou mal pintada ou um sofá que tem uma imperfeição… o tecido que chegou com a cor errada ou o papel de parede que saiu de produção… podem ser situações desagradáveis mas não são problemas. Nada que não se resolva. Como diz o meu sábio marido, todos os problemas que não envolvem hospital e cemitério não são reais problemas, são contratempos que as pessoas teimam em ampliar. E nesses 3 dias do ano em que eu quase sucumbo a essas infelicidades fabricadas, o Rui está cá para me acordar e para me fazer rir. E isso é uma grande benção!

Mas como comecei por vos dizer, tenho a sorte de ser otimista e de achar sempre que um novo ano é a melhor oportunidade que a vida nos vai dando de nos melhorarmos e renovarmos. Fazermos o que ficou por fazer e realizar novas ideias. Sonhar mais. Isso é 2015 para mim. Ainda um monte de sonhos por realizar, metas por cumprir, objetivos por atingir.

Já há um par de anos que não peço 12 desejos à meia noite, nem como as 12 passas. Cheguei à conclusão que o Universo se deve rir de tanto plano empacotado e de tanto ritual gasto. Mas entro o ano rodeada de pessoas que adoro, a dançar (que é uma das coisas que me lava a alma) e com um copo na mão para brindar à vida! Deixei de desejar resolver problemas que não me dizem respeito. Já só me foco a pensar em coisas que gostaria de fazer e que dependem somente de mim, do meu esforço, da minha capacidade de mudança e do meu trabalho. De resto, sou agradecida todos os dias. E o ano novo não é diferente…

Num flash vêm-me à cabeça imagens que nunca vou esquecer. 2014 está cheio de tantos momentos felizes que será sempre recordado assim… como mais um grande ano nas nossas vidas! – O dia dos meus anos em Sevilha, com o Rui e os meus filhos foi um sonho. O nosso jantar com vista para toda aquela cidade mágica, aquele por do sol e a nossa alegria fizeram daquele momento uma cápsula de felicidade onde volto quando as nuvens tapam o meu sol.

E como sempre, todos os momentos mais felizes que me vêm à memória, para além deste, são momentos passados entre amigos e em família, quase sempre em digressão pelo mundo. O meu primeiro encontro com uma casinha de Santana na Madeira e o nosso almoço com vista para o Funchal, os dias em Pipa com os amigos Monjardino… uma alegria quase completa. O nosso jantar no Gecko. A nossa ceia de Natal com vista para o Rio de Janeiro. Os dias de verão no Guincho (poucos mas sempre deliciosos), os mojitos em boa companhia, os mergulhos e pores do sol em Formentera. 2014 foi palco de algumas festas memoráveis. A noite no Lio. O nosso jantar no bairro alto e o maior ataque de riso da história. A Clarinha no CAD’s got Talent. Todos os jogos de padel. Os pequenos almoços de domingo cá em casa com panquecas. Os almoços de 4a feira. Todos os Excelentes e louvores que estes dois bonecos trouxeram para casa. Todas as lições que aprendi com eles. As nossas idas ao cinema. Os jantares temáticos e as conversas do whatsApp entre amigas que, às vezes, são melhores que os proprios jantares. O casamento do Ricardo em Sintra, naquele lugar lindo… cheio de amigos e boa música. A Festa das Mesas. Paris em Setembro. O meu addicted-to-style, que me rouba proporcionalmente em tempo o que me dá em alegria e realização. O ultimo dia de um ano de terapia com a minha querida Carla, nunca me esquecerei de cada sessão e de tudo o que aprendi e cresci consigo. As minhas sessões de reposicionamento corporal com a virtuosa Joana Moinhos. Os nossos momentos Denise… As conversas que temos enquanto trata deste lado de mim. As gargalhadas com as minhas assistentes Ana e Mariana que têm o dom da boa disposição. O meu atelier, o meu trabalho de todos os dias e a alegria de perceber que faço a diferença em algumas vidas. O meu primeiro encontro com São Paulo. A viajem a Londres e o prémio dos European Property Awards. A nossa tentativa frustrada de “apanhar táxis em Cascais”, as nossas conversas, as nossas risadas…Dançar, amar, comer bem e rir muito…

Acabei o ano como comecei. Feliz! Benvindo às nossas vidas 2015! Que sejas, no mínimo o que foi 2014… um punhado de pequenas alegrias e boas recordações!

Não posso deixar de vos agradecer o papel importante que também tiveram no meu ano. Sem vocês, a vossa atenção, sugestões, comentários e carinho, o Addicted-to-Style não faria sentido. E esta é mesmo uma das partes felizes da minha vida. Estes momentos de partilha e diversão fazem, literalmente, os meus dias melhores! – Por tudo, obrigada! Que 2015 seja também gentil convosco e que o sintam como um ano feliz, são os meus desejos sinceros para vocês, amigas e leitora!

beijinhos

POST RELACIONADO [CLIQUE NA IMAGEM]

Welcome 2014