The one and only Diane!

Janeiro 29, 2014 in FASHIONABLE

Um dia ouvi a atriz Amy Adams dizer que “Divas aren’t born. Divas are made. And let’s leave it at that!”… esta frase dá que pensar e todas sabemos como acordamos, certo?! – Não existem muitos mistérios à volta desta transformação diária. Um duche, seguido de uma maquilhagem, um cabelo bem arranjado e e uma roupa que acentue as nossas melhores características… é aquela meia hora matinal que nos leva do estado de lagarta a borboleta. Até aqui acho que todas concordamos… – Depois sabemos que existem outros processos bastante mais demorados e dispendiosos para finais mais apurados. Quando vemos uma passadeira vermelha em Hollywood sabemos que a preparação das pequenas muitas vezes começa com um mês de antecedência. Essa preparação pode envolver alguma “fomeca”, tratamento de beleza avançadissimos, algumas injeçõesinhas de botox, ampôlas de acido, extensões de cabelo, spray tans, sumos verdes, acumpultura, stylists, vestidos de milhares e jóias de milhões. A lista é infindável… isso sim é um sério processo de transformação e aperfeiçoamento da imagem da mulher. A linha de montagem de supostas Divas é um negocio sério e de muitos milhares, se não, milhões. Elas geram dinheiro, por isso são um investimento. Investe-se proporcionalmente ao que se ganha. É um jogo. São “ações” numa bolsa de vaidades! (não estou a recriminar, somente a constatar)

Mas também existem mulheres que mesmo com o cabelo natural, quase sem maquilhagem e vestidas da forma mais informal do mundo, continuam a encher uma sala quando entram porque são divinas. Não passam despercebidas seja de que maneira for. Tem um percurso de vida que as transporta para a estratosfera. Percorreram o caminho que as levou onde queriam chegar. Tiveram uma visão e concretizaram-na. Saíram da sua zona de conforto, inovaram, deixaram a sua marca indiscutível por onde passaram. Ainda deixam. Criam e inspiram. São fora da serie porque nunca aceitaram a normalidade como uma imposição. São mulheres que não têm medo de chegarem onde querem, de sonhar e de lutar pelos seus sonhos. – Não chegam a ser tantas quando gostaríamos… mas existem! – Apesar de falar sem conhecimento de causa, porque efetivamente, não a conheço pessoalmente, imagino que a Diane Von Furstenberg seja uma verdadeira Diva. No mais amplo sentido da palavra! A true living legend!!

A proposito do quadragésimo aniversário do iconico Wrap Dress, a designer foi entrevistada pelo site Tales of Endearment e o resultado é quase de contos de fadas! Percam (ou ganhem) 3 minutos para ver a forma autentica e despertenciosa com que esta mulher nos fala do seu processo criativo e dos acontecimentos que foram moldando a sua, já longa, carreira profissional.

Espero que tenham gostado!

UM BEIJINHO,

MARIA