The Best and the Worst from the Golden Globes

Janeiro 15, 2014 in FASHIONABLE

Pronto, finalmente dois minutinhos de paz para escrever sobre a maravilhosa Red Carpet dos Globos de Ouro. A primeira cerimonia de prémios deste ano de 2014! Uma grande excitação portanto, certo??!!

Claro que, no doming à noite, não houve quem me tirasse de frente da televisão, pregada a ver a transmissão da Passadeira Vermelha no canal E!. Começou às 11:00 mas acho que podia ter começado as 2:00 da manha que eu iria arranjar forças para esperar. ( E olhem que eu gosto de me deitar cedo…)  Sou completamente fascinada por cinema e este ano fiquei em estado de estase quando percebi que  o Canal Sic Caras ia transmitir toda a cerimonia em direto. Ui.. aquilo é que foi… Senti-me a vizinha cusca a entrar finalmente na casa do lado para onde só via entrar miúdas giras há muitos uns anos. Ver quela sala de jantar tão bem recheada e ver toda aquela cerimonia em direto foi a cereja no topo do bolo!

Mas vamos ao que interessa porque a malta quer é ouvir falar de trapos! – Já se deve ter dito tudo, imagino… mas como já me conhecem e eu ando sempre com uma semana de atraso em relação ao resto do mundo, acho que chegar a 3a à noite e fazer o meu post sobre a Red Carpet é já uma lança em Africa.

Não vale a pena voltar a repetir que as acho todas, quase sem exceção, tão, mas tão acima da média que até pode parecer mal qualquer reparo. Todo aquele passeio de fama, moda e vaidade me intriga e ao mesmo tempo encanta, principalmente porque estou a assistir de pijadinha e sem qualquer tipo de stress aqui bem longe, deste lado do mundo. Acho, honestamente que não deve ser fácil estar ali… ter o mundo inteiro a olhar e julgar e a sentir-se no direito de poder tirar uma lasquinha para rir. Ou seja, fazer exatamente o que eu vou fazer já a seguir…. Olha, sabem que mais? Temos pena, mas nenhuma delas nos vai ler por isso deixem lá a malta rir-se só um bocadinho. Seja como for, antes de chegar às más tenho que começar, como sempre, pelas boas, certo?!  Como, quase sempre, singi-me  às 3 mais giras e às 3 que, por qualquer razão, achei que estavam menos bem. Então aqui vai…

LUPITA NYONG’O IN RALPH LAUREN

Acho que este vestido ganhou também pelo sempre extraordinário fator SURPRESA! Na verdade eu já me tinha apaixonado pela  atuação de Lupita Nyong’o no filme 12 ANOS ESCRAVO e, claro, voltei a apaixonei-me ainda mais um bocadinho quando a vi aparecer no domingo passado na Passadeira Vermelha! Pessoalmente adoro um vestido com capa. Acho quase sempre elegante e poderoso… Este vestido é efetivamente sublime, tem uma cor linda e parecia ter sido cosido no corpo escultural da atriz, de tal forma lhe assentava bem. Ela estava sorridente e linda com os seus lábios cereja e aquele ar descomprometido de quem não se esforçou de mais mas de quem, também, não quis passar despercebida. Not a problem Lupida! Mesmo para quem não tenha assistido a tua maravilhosa interpretação da escrava Patsey, quem te viu naquele fim de tarde nos Globos nunca mais te vai esquecer. Isto é o que se chama..  “the power of a dress” !!

 CATE BLANCHETT IN ARMANI PRIVÉ

Quando a vi entrar até parece que ouvi os primeiros acordes da celebre canção dos Excesso … A verdadeira Rainha da Noite!! Só não está em primeiro lugar nesta lista porque fiquei mesmo apaixonada pelo vestido da Lupita… Mas o que foi esta mulher na passadeira vermelha??? – Que arraso!! – O vestido era imaculado, detalhado, precioso… era mesmo um vestido de princesa. Tinha um decote nas costas de puro assombro e a forma como a renda preta contrastava com a sua pele imaculadamente branca… foi mesmo um momento… Um momento de moda e cinema! – A Cate Blanchet, mais uma vez, deu uma lição de estilo e elegância ao mundo que pára para a ver. Não só porque é uma atriz maravilhosa, de um talento fora do vulgar, mas porque consegue, quase sempre, fazer as escolhas de guarda roupa que a favorecem e que a transformam numa verdadeira Diva de Hollywood. Adorei a maquilhagem e os brincos Chopard. Devem ser em conta… – Quem não a viu em blue Jasmine não perca o filme em DVD ou em formato Zon ou Meo. Não só porque o filme é belíssimo, mas para ter o privilégio de assistir à atuação de uma atriz de um talento fora do comum!

EMMA WATSON IN DIOR 

Pinta, pinta, pinta!!! – A miúda mais cool dos Golden Globes! – Digam lá que este vestido não é de morrer?! – O mais insolito e original possível! – Eu que tenho a mania de dizer que não gosto de vestidos com calças… Mandem lá vir as calças!!! Pretas, com vestido cereja e sapatos roxos?! Topo tudo!!! – Se me fizessem esta descrição sem ver uma fotografia, tenho a certeza que ia achar medonho. E quê?.. Um vestido comprido tipo bata, aberto , com umas leggings pretas … Péssimo! Mas ver esta pequena aparecer com aquele ar descontraído , sem carteira mas com bolcinhos para pôr as mãos… ( Um vestido com bolso é sempre maravilhoso!!! Não há duvida!)  – De resto, o cabelo estava giro, o brinco era giro,  os anéis eram o máximo e ela, como dizem os brasileiros… “estava podendo”!!! – Adorei mesmo!!

Agora vamos à parte mais divertida… bora lá afiar as facas e cortar só um bocadinho! – E o prémio para a pior vestida dos Golden Globes 2014 vai para….

LENA DUNHAM IN ZAC POSEN

Que medo!!! – Oh Lenita… por onde é que eu posso começar?! – Vou começar pela cor do vestido, e olha que eu gosto mesmo muito de amarelo… mas desta feita não é para ti Lena! Eu sei… ele há miúdas que ficam giras de amarelo… pois há… mas não es tu! Mesmo! Depois… a forma… um cai-cai estruturado de seda e sem um “spandexsito” por baixo… também não pode ser Lenita! Nesta foto estás particularmente bem mas ele há com cada uma em que estas de lado e onde a tua  silhueta fica bastante comprometida, deixa-me que te diga! O cabelo… apesar de estar ligeiramente melhor que nos Emmys, mesmo assim ainda estava muito… à falta de melhor palavra… mal. A pose… um pequeno desastre. Há fotos em que parece que estás com uma mola partida no abdominal de tão curvada que pousas-te. Mas eu sou querida e juro que escolhi a melhor foto que encontrei. E perguntas porquê? Para não desanimares! Tens que continuar a ir a estas Red Carpets porque és mesmo um dos momentos altos e quase sempre de grande hilaridade! Abençoado stylist a quem deves pagar uma pequena fortuna!

AUDREY PLAZA EM OSCAR DE LA RENTA

Pois, eu realmente tenho uma imbirraçãosinha com estas duas cores juntas. Até gosto de lilás e roxo separadamente mas em formato “pandã” confesso que me encanitam ligeiramente. Completadas com o sapinho de flores a condizer e com o colar de pedras em todos os tons possíveis, do lavanda ao purpura, sempre em grande cumplicidade cromática… ui, não aguento! – Acho que esta rapariga parece tirada de um casamento americano cafona anos 90. Não se escapa nada! – Assim, com tanto rosa e roxo, nem uma Barbie eu engolia quanto mais uma atriz numa das Red Carpets mais importantes do ano. Um conselho de amiga Audrey… Fogueira com isso! O Oscar não fica triste deixa estar… triste deve ter ficado ele quando te viu aparecer no ecrã. Porque digo-te uma coisa… esse vestido com uns sapatos encarnados e uns mega brincos turquesa ainda passava. Mas assim… foi tudo ao lado! T-U-D-O! Sorry…

HEIDI KLUM EM MARCHESA

Isto não correu nada bem, pois não, Heidi?! – A sério… tanto Project Runaway, tanta sessão fotográfica de moda, tanto estilista e stylist que deves conhecer e apresentas-te assim para os Golden Globes?? Isto é um exemplo de como se arruina com um vestido numa passadeira vermelha! – Se bem que nem sequer morro de amores pelo vestido, principalmente pelo excesso da cauda,  mas dentro de um gênero boudoir, renda, lengerie trent… eu até o entento. Até acho que consigo imaginar algumas pessoas a quem este vestido ficasse ligeiramente bem mas efetivamente a produção seria sempre diferente.  Com esse colar e esse penteado, parece que estás… mascarada de dona de Bataclã! Não sabes o que isso é?! Pois, não vês telenovelas brasileiras… se visses sabias! É assim um gênero meio atrevidote  mas com ar cafona e baforento….  – Enfim, caso para te parafrasear.. “In fashion, one day you are in and next day… you are SO out!” Auf Wiedersehen Heidi!!!

A Bela Jaqueline Bisset em… É indiferente! : )

Jackei, eu sei que és umas das mulheres mais bonitas do mundo! Eu sei que quando se ganha esse estatuto quase tudo é permitido…  É indiferente se, com esse vestido, parece que vais desfilar para uma escola de samba… A vida é mesmo uma festa… venha de lá esse tule e o dourado!! Mas o cabelo Jaqueline… o que foi que aconteceu com esse teu cabelo??? – Só tenho um conselho para ti… aqui em Portugal a malta chama-lhe Brushing! – Uma escovinha…  Já não te peço mais nada! Só mesmo que passes uma escovinha nesse cabelo.

Pronto, e com esta me vou que já é tarde! – Agora que apanhei balanço, ficava aqui até às duas da manhã a cuspir facas e ácido sulfúrico mas há uma noite para dormir e muita vidinha para além dos Golden Globes! Espero que se tenham divertido e que não tenham levado a mal as minhas brincadeiras! – São só isso mesmo… brincadeiras para vos por um sorriso nos lábios num dia de chuva!!

E vocês… contem-me qual o vosso preferido e aquele que deitavam à fogueira!! – Já agora, para eu me rir também…

Um beijinho para todas!!!

MARIA