Da Imaginação à Realidade (Ficha Técnica #1)

Março 19, 2015 in MY DESIGNS, MY WORLD OF INTERIORS

Arima

A arte da Marcenaria, tal como a conhecemos, pode estar em vias de extinção. Os antigos marceneiros foram sendo substituídos por fábricas e linhas de montagem massificadas. Nos dias que correm, maior parte das pessoas, quando está a fazer uma decoração, recorre a um take-away de mobiliário com muito mais facilidade do que a um Fornecedor Gourmet.  Já são poucos os casos em que as peças são sonhadas, imaginadas, pensadas, desenhadas e executadas para um determinado fim com um determinado propósito.

O marceneiro é o homem que lê os nossos desenhos e faz com que uma ideia se torne real. Através da sua arte, um desenho passa do papel para vida em poucos passos. Um bom marceneiro até consegue fazer milagres se estiver para lá virado. E foi isso que a Marcenaria Arima fez no caso particular dos quartos da Clara e do Salvador. E é essa mestria, já rara nos dias que correm, que faz a diferença entre uma “decoração de aviário” e um projeto feito por medida.

Obrigada ARIMA por ter contribuido de uma forma tão especial para que estes dois quartos resultassem 100% originais!

Foram executadas pela Marcenaria Arima as duas secretárias, as estantes de parede que foram colocadas por cima das secretárias, a cama do Salvador e a grade (biombo fixo) do quarto da Clarinha. Foi também a marcenaria Arima que recuperou a Vanity Table que já existia no meu quarto e que agora está no quarto de vestir da Bu.

Para mais informações 

Arima

Travessa do Malaquias 10A

Pedras Altas 1685-591 Caneças

219 803 202

 geral@arima.pt

www.arima.pt

beijinhos

Welcome to our World!

Março 18, 2015 in MY DESIGNS, MY WORLD OF INTERIORS

Clarinha

Bem-vindos ao novo mundo (domestico) da Clara e do Salvador! – Como vos diria a Clarinha… “Bem-vindos ao meu apê !”

Acho que depois de tantas explicações, [AQUI] penso que estas imagens não precisam de legendas. Só não queria deixar passar um pormenor que tem alguma graça e que pode não ser completamente evidente nas fotos… Os quartos têm os dois exatamente a mesma forma e os mesmos metros quadrados. O quarto do Salvador, devido a um pedido expresso dele, é muito mais simples e tem muito menos elementos que o quarto da Clara. Temos mais paredes brancas, maiores superfícies lisas e não colocámos a divisória a meio. O Quarto da Clara tem muito mais cor e mistura de padrões como podem testemunhar pelas fotos.

Todas as pessoas que veem os quartos, pela primeira vez, têm a sensação que o quarto da Clara é maior. Quando lhes digo que os quartos são iguais ficam sempre incrédulas assim como quem tem vontade de pegar numa fita métrica e comprovar.

Vale o que vale… mas para mim, que vivo com a desconfiança e o receio de clientes, que acham sempre que cor e padrão lhes vai “diminuir” o espaço, ficam aqui com a, inequívoca, prova em contrario!

hallQuarto Salvador

Quarto Salvador

Quarto ClarinhaQuarto da Clarinha

Quarto da Clarinha

Quarto da Clarinha

Quarto da Clarinha

Quarto da Clarinha

Quarto Clarinha

Quarto da Clarinha

Quarto Clarinha

Quarto da Clarinha

Quarto da Clarinha

DSC_0934

 

Quarto da Clarinha

Quarto Clarinha

Quarto da Clarinha

Quarto Salvador

Quarto do Salvador

Quarto do Salvador

Quarto do Salvador

Quarto do Salvador

Quarto do Salvador

Quarto do Salvador

Quarto do Salvador

Quarto do Salvador

BathroomCasa de Banho Clara e Salvador

Casa de Banho Clara e Salvador

Casa de Banho Clara e Salvador

Casa de Banho Clara e Salvador

Casa de Banho Clara e Salvador

Fotos by Teresa Aires

A Casa de banho já existia e sofreu pouquíssimas alterações mas não a quis deixar de fotografar para vos dar a “full picture”.

Ainda tenciono fazer um post com a “Ficha Técnica” completa. Acho que é mesmo só o que fica a faltar.

Já sabem… se tiverem alguma questão deixem-na na secção dos comentários em baixo. Entretanto espero que tenham gostado e que esta remodelação possa, de alguma forma, ter sido uma inspiração!beijinhos

Os Projetos dos Quartos

Março 16, 2015 in MY DESIGNS

Quarto Clarinha

Vamos lá então voltar aos Quartos, antes que eu tenha medo de sair à rua… 😉 – No outro dia, no Cascais Shopping fui abordada por uma “viciada” que se dirigiu a mim (graças a Deus com um largo sorriso na cara) com um efusivo… “Então e os Quartos dos Pequenos??!! Para quando as fotos??”… Desculpem lá a demora! – Vamos então, rapidamente, retomar o assunto…

Quartos Clara & Salvador

Quartos Clara & Salvador

No quarto da Clarinha comecei por dividir o espaço em duas áreas distintas através da construção de um murete com um biombo fixo de madeira. (9) Desta forma conseguimos uma zona mais privada perto dos armários existentes (agora com espelhos aplicados nas portas) que foi pensada para ser um “Quarto de Vestir”. Ao mesmo tempo, ganhámos mais “duas paredes”… De um lado encostámos a cama (6) e do outro encostámos uma vanity table (10) antiga que costumava estar no meu quarto e que foi recuperada, para ficar agora no quarto da Clara. À falta de espaço nas laterais da cama com 1,40 mt de largura (que deita muito comodamente duas pessoas), decidi colocar um par de Garden Stools (7) cor-de-rosa que servem, na perfeição, de apoio durante a noite. Os candeeiros de leitura ficaram fixos à estrutura do biombo.

Uma das peças de grande destaque do quarto acabou por ser a cômoda antiga (5) recuperada pela Rita Zilhão. [AQUI] Mesmo em frente à cama e num ângulo mais escondido de quem entra no quarto temos a secretária feita por medida pela Marcenaria Arima. Desenhada por nós, aqui no atelier, e executada em tempo record, esta secretária e as prateleiras superiores (3) em mdf lacado são as duas peças mais práticas deste quarto que ajudaram a criar um importante retiro de estudo. A cadeira (4) estofada com IKAT de bolas rosa MB Home foi mais uma das nossas reciclagens. Já existia em minha casa há anos. É um modelo que usamos muito aqui no atelier porque é hiper confortável, tem braços e as costas são baixas. Chamamos-lhe Charlotte.

Mesmo em frente à porta está agora um móvel alto (1) com portas inferiores e prateleiras. A ultima das nossas reciclagens. Um armário antigo que ganhou uma vida nova com estas riscas largas amarelas e brancas. As riscas foram pensadas para baterem certo com as riscas cor-de-rosa das paredes e resultou na perfeição.

O tapete que vêm em planta é um desenho nosso, Tropical Bliss by Maria Barros Home. Feito por metodos artesanais e 100% lã, acaba por ser um dos pormenores mais requintados deste quarto de princesa (moderna)!

Quartos Clara & Salvador

Quartos Clara & Salvador

Quartos Clara & Salvador

Quartos Clara & Salvador

Quarto Savador

Quartos Clara & Salvador

No quarto do Salvador fizemos menos alterações, como vão perceber…

A minha principal preocupação começou por ser colocar, algures no espaço, uma mesa de matraquilhos (2) que o Salvador herdou do pai e que há muito queria que fizesse parte do seu quarto. Por (querida) coincidência estes matraquilhos tinham sido o presente dos 13 anos do Rui e acabaram por chegar à vida do Salvador exatamente com a mesma idade. Ou seja, no ano zero da sua tenra adolescência.

Na planta podem ver identificado com o numero (1) um meio pilar falso que foi construído para equilibrar outro que já existia do outro lado da parede. Desta forma, criamos uma simetria, “dividimos” o espaço  para que a mesa de matraquilhos ficasse numa area demarcada que, neste caso, revestimos integralmente a madeira. Já me perguntaram porquê. Porque num quarto em que a decoração foi deixada muito simples e depurada estas paredes revestidas a soalho dão-lhe uma textura diferenciada e são ultra resistentes a pancadas e raspões, o que, perto de uma mesa de matraquilhos, já provou ter algum valor prático.

Também apoiada nesse pilar surge a mega secretária (7) do Salvador com duas prateleiras superiores executadas pela Marcenaria Arima através de desenhos do atelier. Muito parecidas entre si, estas duas secretárias (muito maiores que as existentes no mercado) têm a principal função de serem práticas e eficientes. No limite, com trabalhos de grupo, podem trabalhar mais do que uma pessoa lado a lado e nas prateleiras não falta espaço para livros e mais livros. Curiosamente, tanto a Clarinha como o Salvador não quiseram que os seus livros antigos (todos já lidos) transitassem para os novos quartos o que me deixou (a mim), somehow, perplexa e deixou as prateleiras vazias. Seja como for confesso que gosto desta ideia de perceber que os meus filhos praticam o desapego que eu tanto “professo”. ( A Clarinha já foi dar os seus livros já lidos à Dejá Lu. Agora só falta lá ir com o Salvador! )

A cadeira de secretária (6) é, tal como no quarto da Clarinha uma antiga Charlotte reciclada e estofada de novo. A cama foi desenhada para ter um ar de estrado. Em MDF lacado de branco, muito simples, acabou por ser a peça preferida do Salvador. Acho que,por ser tão baixinha, ficou com ar cool de chill-out e ele adorou.

Uma cama destas (5) não podia ter uma mesa de cabeceira tradicional, por isso umas malas de lata pitadas (antigas malas de viajem indianas) empilhadas (4) acabaram por ser o apoio perfeito para a noite. – Também não pedia uma cabeceira de cama tradicional por isso acabámos por deixar apenas 3 grandes almofadões de linho em chevron fazer as vezes de cabeceira. Desta forma deixamos todo o protagonismo para o grande graffitti na parede. Sem qualquer duvida, o detalhe mais divertido deste projeto.

Num canto, já mais esconso, perto do armário ficou o Pouff Balão (8) que é a alegria da pequenada! – Estes poufs são tão confortáveis que eu própria confesso uma certa inveja quando chego lá  a cima e os encontro, aos dois, esparramados e enterrados nos seus gigantes balões!

Quarto do Salvador

Quartos Clara & Salvador

Slide4

Penso que esta minha explicação, as fotos do ANTES e todos os desenhos (planta e alçados) dos projetos vos vão ajudar a compreender melhor as fotografias do DEPOIS , a localizarem-se no espaço e a entenderem de uma forma mais evidente todas as mudanças que foram feitas.

Tinha prometido um “passo-a-passo” bem explicado. Espero que tenha estado à altura das vossas expetativas! – Se tiverem questões que queiram ver respondidas, deixem-nas em baixo nos comentários.

Voltem amanhã para a reportagem fotográfica!

beijinhos

DSC_1135

A eterna questão…. Tinta ou Papel de Parede??

Janeiro 27, 2015 in MY DESIGNS

PINTURAS

PINTURAS

Papel de Parede Quarto da Clarinha

Quarto da Clarinha

Uma simples lata de tinta, fita de pintor, pinceis, trinchas…um bocadinho de imaginação e…. a magia acontece!

Sei, como maior parte dos designers de interiores, que o efeito conseguido com a aplicação de tinta é, muitas vezes, difícil de superar. Com tinta, um par de mãos e olhos experientes, conseguimos o resultado imaginado de uma forma mais precisa. Sabermos que podemos personalizar 100% uma decoração usando exatamente as cores que desejamos, pela ordem pretendida, na escala ideal… não tem preço.

Por outro lado adoro a simplicidade, a brevidade, o pragmatismo e o conforto tátil do papel de parede… Quando falo em simplicidade refiro-me ao lado prático, rápido e ao seu efeito “flash”, porque na verdade um papel de parede pode ser um elemento muito requintado numa decoração, dando-lhe um conforto extra que não se consegue atingir com paredes estucadas e pintadas.

Pessoalmente adoro misturar os dois elementos num mesmo espaço. A coexistência de paredes revestidas a papel com outras pintadas é um fator recorrente nos meus projetos… e o sótão, neste caso, não foi exceção!

No quarto da Clarinha, em duas paredes pintámos riscas cor-de-rosa e na parede da secretária e na parte que passou a ser o seu “Quarto de Vestir” usámos o nosso papel de parede Formentera by MB Home.

No quarto do Salva um mural de graffiti coexiste com uma parede forrada com papel de parede (Saraille Cobalt da Designers Guild que eu adoro de paixão). Para além da tinta e do papel, existe também um nicho que foi forrado com o mesmo revestimento aplicado no chão, um soalho flutuante branco – Natural Nordico da PORCELANOSA . Os 3 elementos misturam-se de forma harmoniosa.

PINTURAS

Graffiti

Graffiti

Papel de parede DG

Papel de Parede

papel de parede DG

roble branco PORCELANOSA

Por fim ainda temos o hall dos quartos onde pintámos um Chevron (zig-zag) a 4 cores. A parede ficou gira, gira…

PINTURAS

PINTURAS

No fundo, é essa mistura de cores, texturas e materiais que tornam um projeto de decoração mais emotivo e pessoal. Quando entramos num espaço gostamos que os nossos sentidos sejam simultaneamente estimulados e mimados. Foi essa a minha principal intenção e fiquei muito feliz com o resultado final! – Estou cheia de vontade de vos mostrar a obra acabada (que já está) mas tenho de reunir dois fatores importantes… um dia de sol e o olhar da minha amiga Teresa Aires. – Até lá, vou fazendo estes posts sobre as diferentes etapas do projeto. Espero que aproveitem o lado didático! – Se tiverem questões que queiram que responda, é só escrever nos comentários!

Os papeis de parede Designers Guild são distribuidos em Portugal pela empresa Pedroso & Osório. Espreitem a página da P&O no Facebook [AQUI] e suspirem muito….

beijinhos

Graffiti Fever

Janeiro 26, 2015 in MY DESIGNS

Graffiti

O Salvador, no seu quarto de sempre, tem uma parede com um grande mapa mundo que ele adora. Gosta tanto que quando começámos a pensar em remodelar os espaços no sótão para os transformar em quartos (há mais de um ano), ele começou por dizer que queria voltar a ter um mapa igual… Mudar é sempre um stress acrescido na vida de uma criança e por vezes levar consigo as suas referencias visuais pode ser uma forma de proteção. Mas desde essa altura, até agora, o Salvador passou, literalmente de criança a adolescente e em Dezembro, quando lhe voltei a falar no quarto, já não mostrou qualquer vontade particular em que o mapa transitasse com ele. Também não fez nenhum pedido especifico para a decoração a não ser o facto que gostava muito de herdar a mesa de matraquilhos do pai (que ainda estava em casa da avó) e que a decoração tivesse alguma alusão ao seu club do coração … o Benfica. Sugeriu… Uma águia?! Oh… Meu Deus!!!

Seja como for pude planear a decoração sem grandes interferências mas, claro, sempre a tentar pensar com uma cabeça de 13 anos. Quase sedi ao devaneio da “águia” mas depois tomei um calmante e acordei para a vida. O que seria?! Era mau demais.

Pensei que se fosse rapaz iria adorar ter uma parede toda Graffitada. Muito possivelmente ele iria adorar graffitar a sua própria parede mas aí entram os meus limites de decoradora, certo?! – Liberdade de expressão é ótimo e eu promovo bastante mas calma. Para já e aproveitando que quem manda ainda sou eu, claro….

E foi assim que surgiu este ideia de contratar uma graffiter profissional para fazer um mega mural no quarto do Salvador. Eu fiz um esboço da ideia e a Catarina executou na perfeição.

O Salvador, desde o inicio, fez questão de não se envolver muito no projeto porque queria ser surpreendido, por isso ainda não viu nada. Sabe que vai ter uma parede graffitada mas a esta hora talvez ainda ache que voa por lá uma águia encarnada…

Salvador

Graffiti

Foi a primeira vez que trabalhei com Graffiti em decoração. Já tinha proposto antes, para projetos, mas nunca tinha seguido em frente. Acho que é preciso uma pequenina dose de loucura boa e coragem para alinhar num graffiti… principalmente pelo seu caráter espontâneo.

A coisa que mais me impressionou foi o facto de todo o mural ter sido feito (literalmente) numa tarde. Graffiti é uma arte muito imediata e por isso, ideal para a fauna dos apressados e impacientes. Ao meio dia a parede estava branca, às cinco da tarde estava de cair para o lado de gira! – Agora só espero que o Salva também goste!!

beijinhos

 

Graffiti

My son Salvador, in his room, has a wall with a large world map that he loves. He likes it so much that when we started thinking about transforming the attic  into their bedrooms (more than a year ago), he began wanting to take the world map to the new room … Change is always a plus stress fact in a child’s life and sometimes keeping their visual references can be a form of protection. But since then, until now, Salvador went, literally, from childhood  to teenage hood and in December, when I returned to him with this project  thing he no longer showed any particular desire on having the world map in the new room. He actually didn’t have many specific requests for the decoration but the fact that he would like to inherit his dad’s football table (which was still at Grandma’s house) and the decor had some allusion to his soccer team at heart … Benfica. He even suggested … An eagle?! Oh … God, no please !!!

Anyway, I actually planed the all thing without major interference but, of course, I always tried to think with a mind of a 13 year old. I almost felt for the eagle thing but I was smart enough to stop it before it started. It would have been to bad of an idea…

I thought he would probably love to have a graffiti wall. Quite possibly he would love to graffiti it  himself but then my interior designer boundaries spoke louder. – Freedom of expression is great and we promote it around the house but not quite so much to that extend. At least for now and taking advantage of the fact that I am still the boss around here.

And so I came to hire a professional artist to paint a wall mural at Salvador’s bedroom. I made a sketch of the idea and Catarina ran it perfectly.

Salva, from the beginning, made sure not to get very involved in the project because he wanted to be surprised, so he hasn’t  seen anything yet. He knows we had Catarina over and that she painted a mural but perhaps he’s thinking there’s a red eagle in the house… pore thing!

xoxo

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: