Um escândalo chamado PIPOCA

Março 2, 2013 in JUST MY OPINION

Nada como um bom escandalosinho cibertauta para alimentar a sede de disparate que fervilha neste pais. – Há dois ou três dias liguei o Facebook e dei de caras com um aparato de posts a crucificarem a blogger Ana Martins por ter publicado no seu espaço pessoal uma legenda humorista sobre a forma como uma menina que foi à cerimonia dos Óscares estava vestida…

“E pronto, não é preciso procurar mais, está escolhido o terror da noite. Esta pequena, de seu nome Sofia Alves (podia perfeitamente ser a nossa Sofia Alves, que também é uma bimbalhona do pior) teve um surto de febre e, em delírio, decidiu apresentar-se assim na passadeira vermelha. Collant opaco, saia da Pimkie, uma camisola básica da H&M e o gorro do irmão mais velho que assalta carros à noite. Estou de boca aberta”
 
A minha curiosidade levou-me ao blog A Pipoca Mais Doce. Encontrei o tal post sobre os vestidos dos Óscares que me pareceu que era assumidamente humorístico, sem qualquer pretensão de ferir susceptibilidades fosse de quem fosse. Claro que a referencia à Sofia Alves já tinha sido estrategicamente (e bem) retirada do rol de imagens da passadeira vermelha dos Óscares 2013 (pelo que percebi esteve 5 minutos on-line, só até a blogger ser advertida por uma leitora que a menina em questão não só era portuguesa como também teria sido paciente do IPO e tinha chegado à passadeira vermelha através do programa Make a Wish que ajuda doentes com doenças complicadas a realizarem sonhos)
Encontrei sim um pequeno texto em que tentou explicar o que se tinha passado  e onde deixou um pedido de desculpas publico à Sofia.

Tudo me pareceu bem e educado e não encontrei nada que justificasse o despautério dos insultos à autora do blog. Obviamente se não fosse um blog com tanta visibilidade as repercussões teriam sido mais suaves, mas a “mulher mais invejada de Portugal” (Segundo um concurso organizado on-line em 2009 pela Delta Cafés) – neste momento sofre as consequências disso mesmo – o veneno da inveja! – Coisa, que infelizmente abunda neste pequeno rectângulo de terra à beira mar plantado.

Se é verdade que o gene da inveja faz parte do ADN então começo a acreditar que em Portugal, exatamente por ser um dado genético, acaba por existir uma maior condensação desta condição. Da mesma maneira que temos uma predisposição para a nostalgia do fado e para os olhos castanhos. Mais ainda numa altura de maior stress social, como aquela que passamos… este mal vem à tona como a nata no leite. Não se consegue esconder. Mais fracassos e mais insucessos resultam num maior grau de inveja. E é mesmo só esse o problema. Ninguém está realmente preocupado com as Sofias Alves (nem a menina que foi a Hollywood cumprir um sonho, nem com a actriz que vai mover um processo em tribunal à jornalista Ana Martins). A maior parte destes comentários desagradáveis e tóxicos vêm de pessoas que encontram na internet e no Facebook um canalizador para as suas frustrações, para a sua acidez e para a inveja que têm de quem vai fazendo por si, que tem sucesso, que até já tem uma voz e a quem a vida parece sorrir, como é o casa da autora do blog.

Digo-vos com sinceridade que até estranhei o telejornal não ter convidado a jornalista para um linchamentosinho publico em prime-time… Isso, sim, teria sido, mais uma vez, Portugal no seu melhor!

E dito isto e porque vos tinha dito que hoje seria dia de, também eu, dizer mal de qualquer coisa, o texto que se segue é um posts sobre MY WORST FROM THE OSCARS 2013….

My worst from the Oscares 2013

Março 2, 2013 in FASHIONABLE, MOVIES & PLAYS

 

Espero que as senhoras que se seguem no escrutínio estejam as duas bem de saúde, física e mental. Preferencialmente, espero que as minhas leitoras sejam todas boa onda e bem resolvidas. Já agora seria também ideal que não houvesse qualquer tipo de relação entre quem me lê e a patetinha da Kristen Stewart, para não transpirar nenhum tipo de “queixinha” e eu não acabar com um processo em tribunal. You never know…

Esta miúda, que é linda de morrer, leva a “Bicicleta embrulhada em papel celofane e com um grande laço brilhante” – O prémio para a pior presença na passadeira vermelha dos Oscares é mesmo dela. Sem duvida!

Começo por não adorar o vestido e a forma como assenta (ou não) no seu corpo. Aquela parte do peito ficou muito mal… Parecia que ia cair a qualquer momento. Péssimo!

A cor ficava indescritível nela… “look massa para bolos” como eu costumo dizer…. Faltavam-lhe mais 15 minutos no forno!

A maquilhagem também não estava bem… com os olhos com sobra cor-de-rosa encarniçado… achei meio deprimente.

O cabelo… nem tenho comentários para este cabelo desgrenhado e empapado. Nos Óscares?! … Um desnexo!

A nódoa negra no braço sem ser disfarçada… só mais um detalhe de classe!

Por fim… pior que tudo… má atitude! – Sempre péssima atitude! – Quem não gosta de tirar fotografias não se mete num mar de fotógrafos! Ninguém lhe explicou que podia ter ficado em casa a ver a cerimonia pela televisão?! Foi pena… Escusava-se a fretes e sorrisos amarelos e a andar meia passadeira de muletas meia passadeira sem muletas… enfim, cresce pequenita! – És linda, talentosa e tens um potencial de vida profissional esplêndido pela frente. Chá de humildade e gentileza ao pequeno almoço pequenina! A coisa resolve-se!

 

Houve outros looks que não adorei mas as senhoras estavam quase todas tão bem dispostas e sorridentes que me custa dizer mal sequer. Para alem disso as que tiveram o azar de fazer uma menos boa escolha, como por exemplo a atriz Helena Boham Cárter que mais uma vez se deve ter embriagado antes da passadeira vermelha e consegue sempre dar um ar levemente medíocre aos consecutivos vestidos Vivian Westwood que escolhe… já foram tão linchadas em praça publica que me posso poupar aos reparos!

Vá lá… só para nos rirmos um bocadinho deixo-vos com uma imagem da actriz nesta cerimonia dos Oscares e outros tesourinhos deprimentes de apariçoes publicas anteriores! Divirtam-se! 🙂

 

 

My best of the Oscars 2013

Março 1, 2013 in FASHIONABLE, MOVIES & PLAYS

No meio de tanta conversa de férias para a frente e para trás não vos passe pela cabeça que a cerimonia dos Oscares passou despercebida aqui por estes lados. – Como qualquer pessoa que vibra com cinema da forma que eu vivo cada filme e que gosta de moda e glamour… os Oscares da academia são o melhor “dois em um” que eu conheço! – Ou quase, existem outros… : )

O cinema é um dos meus vicios declarados e assumidos por isso nunca poderia ficar indiferente a esta festa de Hollywood. Começando com a antecipação da passadeira vermelha… quem vem, com quem vem… mas muito mais importante…. como vem! – E terminando no momento alto da noite com a revelação do filme premiado com o Oscar para Melhor Filme!

Este ano começou morninho, porque na verdade não houve nenhum vestido que me suspendesse o fôlego. Vi estoicamente a emissão da red carpet até ao fim na esperanaça de ser arrebatada, mas nop! : ( – A verdade é esta… elas são todas lindas, imaculadas e os vestidos são praticamente todos muito bonitos, salvo honrosas exceções… esta geração de atrizes e as maravilhosas que as antecederam colocaram lá a fasquia bem alta. Eu sei… é quase imoral dizer que não amei…. mas lembrem-se por exemplo do momento em que, há um ano, chegou à passadeira vermelha a atriz Gwyneth Paltrow , LINDA, com aquele Tom Ford branco, extraordinário… ficámos todas petrificadas, certo? Lembram-se?! – E tantos outros momentos icónicos que viverão para além das suas próprias musas. Imagens que farão sempre parte deste universo pop que nos alimenta a imaginação e nos faz sonhar.

Dito isto, filosofias à parte, quem leva o microondas para casa este ano é sem duvida….

Jennifer Lawrence, claro!

A miúda arrasou! – (eu já cheguei àquela idade em que acho a Jennifer Lawrence praticamente uma bebe, mas uma bebe cool, entenda-se!)

Para não falar no facto que limpou todos os prémios que havia para limpar…. o Oscar foi mesmo a cereja no topo do bolo.

E ela, pela primeira vez neste “award season” não estava com pneumonia ou com gripe ou lá o que foi que se lhe pegou e fez com que a rapariga não conseguisse mostrar os dentes cada vez que era parada por um jornalista na passadeira vermelha. Mesmo para os fotógrafos teve sempre alguma dificuldade em sorrir, e para mim uma mulher que se leva tão a sério que não consegue rir para uma foto, não tem a menor graça. – Mas não foi esse o caso! – A pequena esteve doente e possivelmente esgotada fisicamente por todo este reboliço na sua vida. Não a censuro! – Mas tudo isto para dizer que desta vez, já estava obviamente curada e restabelecida porque até com aquele vestido sem uma graça para lá do normal (Christian Dior) ela arrasou. Estava visivelmente feliz, mesmo antes da cerimonia, e a felicidade é mesmo um dos maiores segredos de beleza. Estava também com um bocadinho de fome (como confessou ao ser entrevistada por Ryan Secrest), é certo, mas linda, bem penteada e maquilhada, com um colar de diamantes a cair-lhe sobre as costas que me deu logo vontade de ir fazer exatamente a mesma coisa. Estava de pijama, é certo e não tenho nenhum colar sequer parecido…. mas fiquei a pensar no assunto com alguma seriedade. : )

Quando ela subiu ao palco para receber aquele prémio, até o facto de ter caído teve graça e mostrou, pela forma como deu a volta ao incidente, começando o seu discurso por agradecer a ovação de pé que deveu ao embaraço geral que possivelmente sentiram pela sua queda, que é uma miúda inteligente e que tem um ótimo sentido de humor. O discurso foi curto e emocionado, mas não foi tão memorável como a própria da queda!

Mas ela não viu o que nós vimos… na verdade a plateia levantou-se antes da queda! – Não há duvida que Hollywood se rendeu aos encantos desta loira, simpática, genuína e super talentosa! – Sem duvida a nova sweet hart da america!  E agora que está solteira imaginem iste cenário … Jenny (olha a intimidade… ) + Brad (Bradley Cooper) – pela química que emanaram em “Um guia para um final feliz” não seria um “filme” de todo impossível…  Sou tão casamenteira… isto é um problema que eu tenho! : ) Go Brad… chega-te à frente porque não se vão cruzar muitas pelo caminho com este calibre e este nível de qualidade!

 

 

E depois do primeiro momento alto passamos para o ultimo e melhor de todos que foi a condecoração do filme ARGO como melhor filme.

Tive o prazer de ver este filme a bordo do avião que me levou para Miami na semana passada. Não o vi com a imponência do grande ecrã, como gosto, é certo, mas mesmo em formato mini, o filme tirou-me o fôlego por algumas vezes. É o relato belíssimo de uma história daquelas que nos faz crer que quando uma pessoa acredita mesmo em alguma coisa, essa “coisa” por mais estapafúrdia e desconexa que possa parecer, pode sempre tornar-se realidade. Ben Afleck teve um momento glorioso não só como ator mas também como realizador . A verdade é que a história está tão bem contada que nem chego a entender como não foi sequer nomeado para o Oscar de melhor realizador. O mínimo teria sido uma nomeação… enfim, mas levou o Boneco mais pesado de todos e mais completo. A concorrência era feroz. 2012 ficará para a história como um ano de ouro do cinema americano…. mas quando o filme acabou, tive poucas duvidas que não fosse o vencedor! ARGO é daqueles filmes que não se esquece.

O discurso de agradecimento foi ligeiramente ofegante mas muito emotivo. – Não é difícil de perceber porque… receber o Oscar para melhor filme em sí deve ser uma experiencia extra sensorial, mais um pouco se o premio for entregue pela Primeira Dama Michelle Obama. Imagino que tenham sido uns segundos/minutos muito surreais na vida daquele rapaz. E depois de debitar bastabtes agradecimentos de uma forma bastante atrapalhada acabou com uma declaração de amor publica o que é sempre uma coisinha que me deixa de lágrima no olho. Sou uma eterna romântica por isso acho que este dois mereciam o oscar para o Casal mais Cool da noite. Não só porque são os dois bonitos, estavam os dois belíssimos, são os dois super talentos e irradiavam um felicidade genuína. Adoro perceber rasgos de normalidade nestas celebridades. Parece-me uma coisa tão mais saudável.

E para vocês , quais foram os momentos mais altos da Cerimonia dos Oscares? – Não se preocupem, amanha falamos dos mais baixos… : )

In English

 With all this talk about vacations and holidays …don’t even think that the Oscar Ceremony went unnoticed. – As anyone who loves movies, fashion and glamor …  the Academy Oscars are the best “all in one”  that I know. Or almost, there are others … 🙂

Movies  are one of my dearest addictions so I could never be indifferent to this Hollywood “festival”. Starting with the anticipation of the red carpet … who comes, whith who … most important …. wear what?! – Finishing with the high moment of reveling the oscar for best movei.

I didn’t think this red carpet was the best… Honestly there wasn’t one dress that took my breath away. I watched the all thing hopping for that Uau! moment to come, but it just didn’t !: (- The truth is … they are all beautiful, pristine and almost all the dresses are imaculate… but this generation of talented woman and the wonderful actresses that preceded them just set the standarts very hight. We are akways expecting greatness and perfection from them, don’t we?! I know it’s almost immoral to say … but I just didn’t love …. not like last year when Gweneth Paltrow, came out wearing that beautiful Tom Ford dress, we where all mesmorised … p, right? Do you remember?! – And many other iconic moments that will live beyond their own muses. Images that will always be part of the pop universe that feeds the imagination and makes us dream.
That said, and to stop the philosophies, who takes the #1 medal home this year is undoubtedly ….

Jennifer Lawrence, of course!

The girl rocked! – (I’ve reached that age where I think Jennifer Lawrence is practically a child, but a cool one!)

Not to mention the fact that wiped all the awads there was to wine this season …. Oscar was finally the icing on the cake. And, for the first time this “award season” she no longuer  had peneumonia or flu or whatever it was that she had that unabled her to show of her beautiful smile every time she was stopped by a reporter on the red carpet. Even for photographers she always had some difficulty in smiling, and as I see it a woman who takes herselfm so seriously that thinks its uncool to smile at a picture, is no fun. – But this was not the case! – The poor thing was sick and possibly physically exhausted by all this turmoil in her life. Do not blame her! – But all this to say that this time around, she was obviously healed and restored because even with that dress ( not great) she looked  flawless . She was visibly happy, even before the ceremony, and happiness is one of the biggest beauty secrets. She was also hungry (as she confessed to  Rian Secress), true, but beautiful, well coiffed and dressed up with a diamond necklace falling of on her back that made me just want to go do exactly the same thing. I was in my pajamas, and I also don’t have a necklass that looks like it …. but I am seriously thinking about it. 🙂

When she walk up the stage to receive the oscar, even the fact that she had fallen with such grace just showed how bright and inteligent she is. She began her speach by thanking the standing ovation that was probably due to general embarrassment caused by that fall , which was a smart move. The speech was short and emotional, but it was not as memorable as the fall itself!

But she did not see what we saw … the audience actually stood up before the fall! – There is no doubt that Hollywood is redeu to the charms of this blonde, friendly, genuine and super talented actress! – Without a doubt the new sweet hart of america! Now can you picture … Jenny (for friends) + Brad (Bradley Cooper) – the chemestry that emanated during the movie where contracenaram would not be a movie at all impossible. I’m as matchmaker … This is a problem I have! 🙂 Go Brad … Go near the front because not many will cross the road with this caliber and this level of quality!

And after the first time high pass to the last and best of all it was the movie ARGO award as best film.

I had the pleasure of seeing this movie in the day I went on vacation to Miami. Not seen with the grandeur of the big screen, how to taste, to be sure, but even in mini format, the film took me a few times I am glad. It is the story of a beautiful story of those that makes us believe that when a person really believe in something, that “thing” for more rambling and preposterous as it may seem, can ever become reality. Ben Afleck had a glorious moment not only as an actor but also as a director. The truth is that the story is so well told that not understand how come it was not even nominated for the Oscar for best director. The minimum would have been an appointment … finally, but it took the Snowman heaviest of all and most complete. The competition was fierce. 2012 will go down in history as a golden year of American cinema …. but when the movie was over, I had little doubt that it was not the winner! ARGO is one of those movies that does not forget.

The acceptance speech was slightly breathless but very emotional. – It is not hard to see why … receive the oscar for best film in itself should be a rich experience extra sensory, slightly more if the prize is delivered by First Lady Michelle Obama. I imagine it has been a few seconds / minutes very surreal life that boy. And after bastabtes charge thanks to a fairly clumsy ended with a public declaration of love which is always a little something that makes me tear in the eye. I am an eternal romantic so I think these two deserve the Oscar for couple more Cool night. Not only because they are both beautiful, they were both beautiful, are the two super talents and radiated genuine happiness. I love to see these celebrities tears of normality. It seems to me something so healthy.

In your opinion  what were the best moments of the Oscars ceremony? – Do not worry, tomorrow we’ll talk about the not so great moments … 🙂

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: