Kim – The Queen of the Met Gala!

Maio 6, 2015 in FASHIONABLE

China through the looking glass

Todos os anos a revista Vogue e o Museu Metropolitan de Nova York se juntam para criar uma super produção para o que são as mais conhecidas exposições de moda a nível mundial. Este ano, a exposição, devido à sua natureza e riqueza histórica, assumiu maiores proporções e tomou conta de todo o segundo andar do museu em vez de ser apresentada, como em anos anteriores, na sala do Costume Institute. Os departamentos de moda e arte asiática reuniram-se e uniram esforços para criarem o que imagino seja uma mega produção e uma das mais importantes mostras da influencia da arte Chinesa na moda e na vida ocidental. Centenas de vestidos de inspiração oriental desde anos mais remotos até à atualidade expostos em cenários de inspiração oriental. Esta exposição deve estar uma coisa do outro mundo…

Para celebrar a abertura da exposição, este ano, como em anos anteriores, a Vogue reuniu no museu a creme de la creme do mundo da moda para este maravilhoso evento que é a Met Gala. Por muitos é considerada a red carpet com mais relevância no universo da moda e o mundo fashionista pára, literalmente, para assistir a cada momento deste desfile de excentricidades, glamour, tendências e muita elegância.

Este ano, sob o tema, China Trough the Looking Glass, tivemos uma passadeira cheia de cor e muitos bordados, kimonos, seda, flores, tatuagens e jóias. As convidadas não pouparam esforços para dar nas vistas… mas os meus olhos fixaram-se numa miúda que cada ano que passa marca mais pontos…

Com um vestido sublime Roberto Cavalli by Peter Dundas com uma forte e muito evidente inspiração oriental a nossa Queen West estava um verdadeiro arraso. O vestido era transparente sem ser vulgar nem circense. E a forma como apanhou o cabelo e manteve a maquilhagem ultra simples contribuiu para o sucesso do seu look que, para mim, foi sem duvida o que mais se destacou pela elegância e bom gosto!

kim_kardashian_met_gala_0

Como sempre, equacionei partilhar aquelas que não gostei nada mas acho que não vou conseguir fazer esse post… espero que não fiquem tristes comigo! – Não é por falta de assunto porque houve para lá com cada ave rara… hoje é mesmo só falta de tempo e energia. Sorry!

beijinhos

My very favourites from the Met Gala!

Maio 8, 2014 in FASHIONABLE

CHARLES JAMES – BEYOND FASHION

Este ano a Gala de abertura da exposição anual organizada pela revista Vogue e o museu Metropolitan sobre moda, aconteceu no passado dia 5. Imagino que maior parte de vocês já deva ter visto imagens desta festa que é, sem duvida, O EVENTO de moda do ano e uma das mais aguardadas RED CARPETS, para alguns, principalmente para os entendidos em moda.

Este ano o tema da exposição foi “Charles James – Beyond Fashion”. Perceber que nunca tinha ouvido falar neste costureiro reduzio-me à minha insignificância de pouquíssimo entendida em moda porque, pelo que percebi, este senhor, apesar de ter narciso em Inglaterra, viveu nos Estados Unidos onde foi considerado o melhor costureiro americano de todos os tempos. De qualquer forma Belenciaga um dia diria que Charles James foi sim o melhor costureiro do mundo. Christian Dior admitiu muitíssimas vezes que as suas criações eram inspiradas na mestria e engenho de Charles. Por isso, quem somos nós para duvidar…

A exposição que serviu de inspiração para esta mega gala estará aberta ao publico até dia 10 de Agosto no Costume Institute do Met (que, por sinal e só por curiosidade, este ano passou a chamar-se Anna Wintour Costume Institute) mas não é sobre a história da moda que vim aqui falar hoje. Como imaginam foi uma festa muito concorrida e carregada de mulheres lindas e vestidos de babar. É dessas moças que vos venho hoje aqui falar … as minhas preferidas da Met Gala! Preferidas, que curiosamente, estão quase todas muito bem acompanhadas, por isso não resisti a postar também as fotos com os “respetivos”.

VICTORIA BECKHAM COM UM VESTIDO DA SUA COLEÇÃO

Ah pois é… nem eu jamais alguma vez pensei que esta senhora viria a acabar numa lista minha de seja lá o que for, porque confesso, tenho uma irritação de estimação por mulheres que não se riem. Eu sei que ela se deve rir muito quando lhe fazem cócegas, e que se deve rir com as piadinhas do marido e dos filhos… imagino que sim, com certeza que isto não é um problema genético. Mas, obviamente, é um problema social… a mulher não mostra os dentes para um fotógrafo e tem sempre um ar tão pouco descontraído que não lhe consigo achar a minima graça. Mas pronto, dito isto, tive de torcer os dois bracinhos quando a vi na red carpet do Met! Não ouve outro vestido mais giro! Pura perfeição… parecia que tinha sido feito em cima do seu corpo de tal forma lhe assentava como uma luva. Outra coisa que lhe assenta também sempre muito bem é aquele marido giro dela, não é verdade?! Pronto Vicky… hoje és tu que levas o micro-ondas!!

KIM KARDASHIAN COM UM VESTIDO LANVIN

Caso para dizer… “Quem te viu e quem te vê ó Kim!” – Alguém ainda se lembra dela naqueles tristes preparos na festa do ano passado?! Ah pois é… mas eu não me esqueço! Aquela imagem de horror ficará para sempre aqui bem gravada na minha memória … ( Se quiserem viajar no tempo e espreitar as tristes figuras em que a mana Kardashian se apresentou na Met Gala de 2013 vejam [AQUI]. )- Pois então este seu segundo lugar no meu ranking serve para provar que eu não guardo rancores no que toca à moda. E apesar da Heidi Klum assegurar que em moda um dia estamos IN e no outro estamos OUT, também eu queria acrescenter que o contrário também acontece e aqui com a nossa Kim não podia ser mais apropriado. A verdade é que, diga-se o que se disser, destile-se o veneno que que se destilar, a nossa amiga Kim está mesmo IN! – A capa da Vogue já ca canta amiga e a partir daqui vai ser só marcar pontos! Vais provar a todos os snobes da moda que encheram as redes sociais com patetices sobre se foi ou não legitimo seres capa da “Bíblia” que  tu até já sabes umas coisinhas da poda! – A verdade é mesmo esta… o vestido apesar de não ser de cortar a respiração, era perfeito para ela, para o seu corpo curvilíneo e para o seu tom de pele. A onda do cabelo batia certo com a movimento do decote. Os brincos eram de cortar a respiração e a maquilhagem estava, como sempre, irrepreensível. Nota 10!

EMMA STONE COM UM VESTIDO THAKOON

É impossível não amar esta pequena e as suas escolhas de moda! Está sempre girissima e no dia 5 não me desiludiu, pelo contrario. Adorei o vestido… o corte, os dois tons de rosa aparentemente incompatíveis, a trança larga e aquele ar de menina que se apaixonou pelo próprio do Homem Aranha! Homem Aranha que, por acaso, estava com mais ar de bartender que de super herói mas não se pode ter tudo, não é verdade?!

BLAKE LIVELY COM VESTIDO GUCCI

Só me ocorre uma palavra… Superstar! Uau! Que mulherão! Linda, feliz e bem acompanhada! O vestido é lindo, fez-me lembrar o vestido que a Kate Hutson levou à cerimonia dos Oscares este ano [AQUI] e que acabou também na lista dos meus preferidos. Apesar de serem vestidos que eu não me imaginaria a usar porque mesmo que fosse namorada do Ryan Reynolds e fosse convidada para a Met Gala muito provavelmente, e se pudesse escolher, enfiava-me no vestidinho branco da amiga Vicktoria. Mas seja como for, tenho capacidade para apreciar e perceber que não há volta a dar… quando uma mulher está linda, está linda! – Este vestido foi feito para ela!

GISELE BUNDCHEN COM VESTIDO BALENCIAGA

Lembro-me de, no ano passado, também ter adorado o vestido da Gisele, mas na verdade o que eu adoro sempre nela é a sua atitude, o seu sorriso rasgado e a sua pose descontraída. O vestido foi feito para ela e notava-se, claro… parecia que aquele tecido brocado tinha sido cosido na sua pele. Mais uma bomba! – Não precisamos de a ouvir e ver ao vivo e a cores porque a sua felicidade transborda pelas fotografias. Eu imagino que a companhia ajude bastante para elevar o humor da pequena, mas pronto, o que posso dizer… soubeste escolher bem Gisele! O vestido e marido assentam-te os dois como uma luva!

Posto isto, vou ficar por aqui porque, apesar de terem ficado de fora paletes de de miúdas giras e vestidos maravilhosos, já são 4 da manhã e eu apenas estou aqui a blogar porque, apesar de continuar sem minutos de sobra nos dias, hoje, à conta da minha amiga Madalena, ingeri às 9:00 a.m. uma pequena dose que provou ser uma “overdose” de guaraná, açaí e outro pó desses proveniente do Brasil e ainda não consegui pregar olho. Ou seja, se quiserem o meu conselho, mantenham-se afastadas de qualquer tipo de pó! A coisa pode não correr bem…

BEIJINHOS PARA TODOS E UMA OTIMA 5ª FEIRA!

MARIA

P.S. Já sei o que estão a pensar… Então não haveria também para lá uns “trambolhos” para a malta se rir um bocadinho?!… Perguntaram “alguns”?!… Oh amigas… não havia alguns, havia um monte dessa espécie !!!  O post sobre as piores fica já aqui prometido! – Se não para hoje, amanha cá estarei!

Because Pink is the Color of PUNK!!!

Maio 10, 2013 in FASHIONABLE

Este ano o tema da exposição anual do Couture Institute que inaugurou esta semana no Museu Metropolitan em Nova York e que vai estar aberta ao publico até meados de Agosto, é “PUNK – FROM CHAOS TO CULTURE”. E como sempre, para celebrar a inauguração de um dos acontecimentos mais importantes no mundo da moda, a revista Vogue foi a anfitriã do baile mais cobiçado e concorrido do ano. Conhecido por MET BALL ou MET GALA. A passadeira vermelha é praticamente a maior atração do evento, principalmente para nós, que não só gramamos moda como não temos exatamente cash-flow para pagar o valor de um lugar sentado numa das mesas do jantar. Consta que uma mesa chega a render ao museu 250.000 US dollars. Coisa pouca!

Mas vamos ao que interessa! – Tenho a certeza que já viram todos os vestidos, de trás para a frente. Afinal a cerimonia foi na segunda e hoje já é 6a… Seja como for, não queria deixar de fazer um post sobre os meus looks preferidos e, quem sabe amanhã, voltar para partilhar com vocês, aqueles que me deram vontade de rir!

MET GALA – MY BEST DRESSED (very) SHORT – LIST

#1

GWINETH PALTROW IN HOT PINK VALENTINO.

Sou tão fã desta miuda!!! – Quase nunca está mal. E nesta festa, mais uma vez, arrasou! – Num baile em que o tema era a interpretação do movimento PUNK ela usou tão simplesmente a cor PINK como simbolo de uma atitude irreverente, pegando de uma forma discreta na frase do emblematico vocalista da banda The Clash, “Pink is the color of Punk!” – A propria desconstrução do vestido classico Valentino acaba por ser uma interpretação irreverente em relação ao que é suposto e esperado. Go Gweneth!!! You always rock!! – E eu, que adoro cor-de-rosa, por osmose, estou a sentir-me mais punk que nunca! : )

 #2

SARA JESSICA PARKER IN GILES DEACON.

Fascinator by Philip Treacy. Louboutin boots.

Esta mulher é outra que arrasa quase sempre. Tão sofisticada… não há um detalhe que seja deixado ao acaso. Tudo é pensado ao milimetro. Que mega interpretação do estilo PUNK!! Desde a magnifica “crista” tão típica deste movimento até ao xadrez encarnado que é associado a uma Londres nos anos 70. Go girl! You nailed it!!

#3

BLAKE LIVELY IN GUCCI.

Esta “Gossip Girl” representa todo o cool e chic do Upper East Side! – Vê-la na passadeira vermelha do Metropolitan nesta festa é epico! Quem não se lembra da linda Serena sentada nas escadas do Met?!… que melhor maneira de juntar a fixão à realidade?! Cool! – Somado ao facto que veste Gucci e eu babo literalmente por esta coleção 2013!  Não sendo necessáriamente irreverente, o cabelo (que não se vê bem nesta foto) penteado ao estilo “mohawk” esta irrepreensível! Linda, linda….

 

#4

JESSICA ALBA IN TORY BURCH.

A versão “betinha” do punk só podia ser da autoria da designers mais preppy… Tory Burch. A actriz está linda e na verdade, estaria linda, assim vestida, em qualquer festa. Não tendo necessáriamente que ser uma festa temática Punk! Seja como for, os brincos e a cluch com bicos não deixam margem para duvidas que houve uma intenção irreverente!

Na verdade eu podia ficar aqui o dia todo, porque havia paletes de miudas giras, sofisticadas e impecavelmente vestidas!!! Gisele Bundchen vestia por Anthony Vaccarello e Kate Bosworth em Balmain são só dois exemplos de perfeição!

Sabem que mais… fiquei a morrer de vontade de ir a Nova York ver esta exposição! – Pelo que percebi entre muitos e muitos vestidos de inspiração punk, consta o emblemático vestido Versace que a atriz Elisabeth Hurley vestiu para estreia do filme “Quatro casamentos e um funeral” em 1994, quando passou  de ser a “incognita namorada de Hugh Grant” para ser a bomba que vestiu “the dress”. Um dos maiores exemplos do poder da moda nos nossos dias!

Hoje fico por aqui. Amanha prometo que destilo só um bocadinho de veneno. No meio de tantas mulheres imaculadas havia lá umas quantas aves raras que vale a pena comentar! : )

Boa 6a feira!

UM BEIJINHO,

MARIA

 

 

 

 

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: