Welcome to our World!

Março 18, 2015 in MY DESIGNS, MY WORLD OF INTERIORS

Clarinha

Bem-vindos ao novo mundo (domestico) da Clara e do Salvador! – Como vos diria a Clarinha… “Bem-vindos ao meu apê !”

Acho que depois de tantas explicações, [AQUI] penso que estas imagens não precisam de legendas. Só não queria deixar passar um pormenor que tem alguma graça e que pode não ser completamente evidente nas fotos… Os quartos têm os dois exatamente a mesma forma e os mesmos metros quadrados. O quarto do Salvador, devido a um pedido expresso dele, é muito mais simples e tem muito menos elementos que o quarto da Clara. Temos mais paredes brancas, maiores superfícies lisas e não colocámos a divisória a meio. O Quarto da Clara tem muito mais cor e mistura de padrões como podem testemunhar pelas fotos.

Todas as pessoas que veem os quartos, pela primeira vez, têm a sensação que o quarto da Clara é maior. Quando lhes digo que os quartos são iguais ficam sempre incrédulas assim como quem tem vontade de pegar numa fita métrica e comprovar.

Vale o que vale… mas para mim, que vivo com a desconfiança e o receio de clientes, que acham sempre que cor e padrão lhes vai “diminuir” o espaço, ficam aqui com a, inequívoca, prova em contrario!

hallQuarto Salvador

Quarto Salvador

Quarto ClarinhaQuarto da Clarinha

Quarto da Clarinha

Quarto da Clarinha

Quarto da Clarinha

Quarto da Clarinha

Quarto Clarinha

Quarto da Clarinha

Quarto Clarinha

Quarto da Clarinha

Quarto da Clarinha

DSC_0934

 

Quarto da Clarinha

Quarto Clarinha

Quarto da Clarinha

Quarto Salvador

Quarto do Salvador

Quarto do Salvador

Quarto do Salvador

Quarto do Salvador

Quarto do Salvador

Quarto do Salvador

Quarto do Salvador

Quarto do Salvador

BathroomCasa de Banho Clara e Salvador

Casa de Banho Clara e Salvador

Casa de Banho Clara e Salvador

Casa de Banho Clara e Salvador

Casa de Banho Clara e Salvador

Fotos by Teresa Aires

A Casa de banho já existia e sofreu pouquíssimas alterações mas não a quis deixar de fotografar para vos dar a “full picture”.

Ainda tenciono fazer um post com a “Ficha Técnica” completa. Acho que é mesmo só o que fica a faltar.

Já sabem… se tiverem alguma questão deixem-na na secção dos comentários em baixo. Entretanto espero que tenham gostado e que esta remodelação possa, de alguma forma, ter sido uma inspiração!beijinhos

Adore Annual Printed Edition

Dezembro 10, 2014 in IN THE PRESS, ME IN BLOGS AROUND THE WORLD, MY DESIGNS, MY WORLD OF INTERIORS

Adore Printed Edition 2014

A Revista Australiana ADORE, sobre a qual já vos falei e que já tem publicado alguns trabalhos meus, lança todos os anos uma edição especial. Esta edição, já nas bancas na Austrália, tem uma impressão fora de série, um papel extraordinário e um grafismo irrepreensível. Para além disso não tem páginas de publicidade explicita, podendo, por isso, confundir-se com um bonito coffe table book. É sem duvida uma revista para guardar porque tem conteúdos ótimos e todas as escolhas da sua diretora, Loni Parker, são de extremo bom gosto. Nas páginas da Adore não há lugar para ambientes “boring”… encontramos, sim, páginas e páginas de cor e muita inspiração.  Uma das particularidades da Adore, que me atrai, é que muitos dos ambientes são fotografados com os seus proprietários inseridos na decoração. Personagens principais de um cenário de luxo… como deveria sempre ser. Porque uma casa sem vida não tem metade da graça. No limite, são as pessoas com as suas personalidades e com a sua forma de estar que acabam por ser o mais importante adereço em qualquer projeto.

Adore Home Annual_cover 2

Na altura em que publiquei este projeto, de um apartamento em Lisboa, a Loni, entrou em contacto comigo para me pedir algumas imagens daquela sala para esta edição especial. Como é óbvio fiquei muito contente por constatar que o meu trabalho não só é seguido e apreciado por aqui como noutros cantos do mundo e hoje é com um grande sorriso que reparto este post convosco, queridas leitoras (algumas que sinto quase como amigas ), com quem adoro partilhar estes pequenos marcos do meu percurso profissional.

Obrigada por irem seguindo estes passos que me enchem de orgulho e obrigada Adore por me fazer já quase sentir parte da mobília!

Adore Home Annual_36-37

Para estarem a par das novidades desta revista Australiana sigam o LINK!beijinhos

POSTS RELACIONADOS

[AQUI]

Summer Breeze

[AQUI]

Adore-Agosto-1-1024x608

In English

The Australian Home Magazine ADORE, that I have spoken here about before because it has already published some projects os mine, launches each year a Printed Special Edition. This edition, now on newsstands in Australia, has great quality print, fabulous paper and impeccable graphics. It also doesn’t have explicit advertising pages therefore can almost be mistaken by a beautiful coffe table book. It is undoubtedly a magazine to keep because it has great content and all choices of its director, Loni Parker, are extremely tasteful. You will not find “boring” projects in Adore … just colourful and very inspirational interiors. One of the peculiarities of Adore , which attracts me is that many of the projects are photographed with their owners in the decoration. As main characters in a luxury setting … as it should be. Because a house without life is half the fun. Ultimately, people, with their personalities and their way of being are the most important “prop” in any project.
At the time I published this project, an apartment in Lisbon, Loni, has contacted me to ask for some photos of that room for this special edition. Obviously I was very pleased to see that my work is not only followed and appreciated here as it is in other parts of the world and is now with a big smile that I share this post with you, dear readers (some that feel almost like friends), with whom I love to share these little milestones of my career.

Thank you ADORE for making me feel almost part of your colourful family!

Palm Beach Revival – A Festa das Mesas

Outubro 27, 2014 in MY DESIGNS, MY WORLD OF INTERIORS

A Festa das Mesas

E pronto, cá estou eu para vos contar tudo (o pouco que ainda não sabem…) sobre a minha mesa em Palm Beach e a memorável Festa das Mesas. Quando escrevo “memorável”, não é só para lhe acrescentar um adjetivo pomposo. Chamei-lhe memorável porque o foi, efetivamente, para mim. Foi um evento em tudo especial… Muitas vezes neste tipo de eventos, em que fazemos exposições e mostras ao público, nos dias de inauguração, passam tantas pessoas por nós, queremos conversar um pouco com todas, queremos estar com todos e em todo o lado e muitas vezes acabamos por não conseguir usufruir do momento. Nem do momento nem das decorações que fazemos. Não vivemos os nossos projetos. É tudo muito etero, muito superficial, muito a correr…

Na festa das mesas aconteceu exatamente o contrário… preparámos o cenário de um jantar onde todos fomos protagonistas. Apesar de, na verdade, gostar de lá ter tido o triplo dos amigos, porque não é nada fácil escolhermos apenas 10 pessoas para um jantar, acabei por convidar apenas as amigas que eu sabia que iriam alinhar 100% na parodia de vestir com rigor o feel retro da decoração. As minhas 9 amigas (algumas delas também minhas clientes) vestidas, penteadas e maquilhadas a preceito, foram a extensão perfeita e o adereço imprescindível ao projeto da minha mesa que tentou recrear um ambiente vivido num jardim de Palm Beach nos anos 60, com cores Lilly Pulitzer, folhas de palmeira e cadeiras pavão. Foram elas, os nossos brindes, as risadas, as confissões e inconfidências que trocámos que tornaram a minha Festa das Mesas realmente especial e memorável. Porque a decoração influencia o nosso estado de espirito e, no limite,  são as pessoas que dão vida à decoração, fechando o ciclo do projeto.

Posso dizer, com a maior honestidade, que este projeto que vêm aqui em fotos, triplicou em charme e alegria com as nossas conversas e gargalhadas! Foi uma festa em tudo inesquecível! – Só espero que para o ano haja mais!

A Festa das Mesas Maria Barros

A Festa das Mesas Maria Barros

A Festa das Mesas Maria Barros

A Festa das Mesas Maria Barros

A Festa das Mesas Maria Barros

A Festa das Mesas Maria Barros

A Festa das Mesas Maria Barros

A Festa das Mesas Maria Barros

A Festa das Mesas Maria Barros

A Festa das Mesas Maria Barros

A Festa das Mesas Maria Barros

A Festa das Mesas Maria Barros

_DSC0401

A Festa das Mesas Maria Barros

A Festa das Mesas Maria Barros

A Festa das Mesas Maria Barros

A Festa das Mesas Maria Barros

A Festa das Mesas Maria Barros

A Festa das Mesas Maria Barros

 

A festa das Mesas

Sem a preciosa colaboração da Vista Alegre a minha mesa não teria brilhado da mesma forma. Algumas de vocês não reconhecerão o serviço exatamente porque não se trata apenas de um serviço VA mas sim três… O prato marcador às riscas preto e branco a fazer um espelho com o guarda sol é do serviço SOL E SOMBRA, o prato principal encanastrado amarelo é do novíssimo serviço OLHAR O BRASIL e os pratos de entrada e sobremesas (cor-de-laranja e cor-de-rosa) eram do serviço COLOURS.

As plantas envasadas que deram o ar ultra tropical à minha mesa são da empresa de organização de eventos MARTINS ALVES.

Aquele bolo de sonho e os cupcakes que puseram na minha mesa tropical o selo de “Festa” são da autoria da Silvia Ferreira da  A FESTA DO BOLO. Descobri o trabalho da Sílvia através da minha querida Fátima Mesquita e desde o primeiro bolo que nos fez para a Primeira Comunhão da Clarinha [AQUI], que fiquei incondicional fã do seu trabalho.

O tecido cor-de-rosa pastilha elastica que forrou os coxins das Cadeiras Pavão e que fez o vivo do guarda sol é da Designers Guild e é distribuído para decoradores e lojas de decoração através da empresa PEDROSO & OSÓRIO.

Tudo o resto, tecidos, peças decorativas, mobiliário… fazem parte da nossa coleção MB Home.

A organização do evento esteve a cargo deste grande amigo de longa data que tem sido um dos únicos impulsionadores deste gênero de eventos que premeiam a decoração como uma arte no nosso país – CARLOS PISSARRA.

A Festa das Mesas Maria Barros

No dia 18, por ter sido um Jantar de Mulheres e porque estamos em Outubro, mês em que se celebra este movimento de sensibilização e luta contra o Cancro da Mama, juntei ao meu projeto a empresa de cosmética Estee Lauder, conhecida por ser a grande pioneira nesta causa. Fizemos questão de colocar, todas, um laço cor-de-rosa antes de jantar e falámos um pouco sobre esta causa que a Estee Lauder abraçou de forma tão nobre e ativa! – E as minhas leitoras?… Já fizeram o rastreio anual de prevenção?

Espero que o post tenha satisfeito a vossa curiosidade. Se vos sobrarem questões, não deixem de fazer um comentário. Vou fazer questão de responder a cada pergunta!

Ainda volto esta semana para partilhar fotos do evento e para vos contar mais detalhes sobre o nosso dress code e de como conseguimos o perfeito look 60´s!

beijinhos

In love with South Sea print by Thibaut

Setembro 27, 2014 in MY WORLD OF INTERIORS

resort-south-seas-roomset-r2

No projeto que publiquei ontem [AQUI] imagino que tenham percebido que um dos pouquíssimos elementos que deu um toque de cor à Sala de Estar foram duas generosas e vibrantes almofadas amarelas. Estou apaixonada por este print da marca Thibaut chamado South Sea! Existe em sete cores e, para além de tecido, a marca também tem o mesmo padrão em papel de parede! No fundo é uma interpretação de um tradicional Toile de Jouy mas com tema oriental e com uma imagem mais gráfica e simplificada. As cores são divertidas e sofisticadas e o pormenor da palmeira dá-lhe um certo ar Palm Beach que me enche as medidas!

South Seas South Seas South Seas South Seas South Seas South Seas South Seas

[Para mais informação sobre preços deste e outros Tecidos/Papeis Thibaut podem entrar em contacto com o nosso atelier]

Desejo-vos um fim-de-semana cheio de sol!

BEIJINHOS,

MARIA

 

Sneak Peek at a New Project

Setembro 23, 2014 in MY DESIGNS, MY WORLD OF INTERIORS

Small Luxury Maria Barros

Esta semana queria partilhar convosco um projeto que, apestar de já estar finalizado há mais de um ano, ainda é “novo” no sentido em que nunca tinha sido fotografado. É um projeto ligeiramente atípico para mim, como vão perceber, porque a paleta de cores é muito, muito reduzida, estando todo ele praticamente limitado a diferentes tons de cinzento. O apartamento, apesar de ser muito charmoso e funcional, tem uma área social muito limitada. Não existe Hall de Entrada e a Sala, teve de incorporar uma área de refeições e zona de televisão é, não só, muito pequena como, também, um espaço (aparentemente) muito limitado. Tem 3 janelas, 3 portas (a porta da entrada, a porta para o lavabo e a porta para a cozinha) e, ainda, umas escadas (de ligação ao piso superior onde existe um quarto e um escritório/quarto de visitas), deixando livres para decoração apenas 20 m2. Ou seja, os proprietários não sabiam muito bem por onde começar… Sabiam, sim, que queriam criar um ambiente muito sóbrio e intemporal. Queriam integrar algumas peças mais modernas com outras mais clássicas. A cor preferida era o cinzento. O resultado foi este! – Chamei-lhe Small Luxury. Porque, na verdade, o requinte e o conforto não se mede por metros quadrados!

Hoje, estou com o tempo muito limitado, por isso deixo-vos apenas com este “Sneak Peek” d0 projeto, mas prometo voltar nos próximos dias para vos mostrar toda a reportagem fotográfica deste pequeno, mas muito charmoso, apartamento em Lisboa!

Beijinhos e Boa 3a feira!

MARIA

In English

This week I want to share with my readers a project that has been completed for over a year, but is still “new” in the sense that it had never been photographed. It’s a slightly unusual for me, as you will realize, because the color palette is very, very small, almost all of it being limited to different shades of gray. The apartment, despite being very charming and functional, has a very limited social area. There is not a Hallway, and the room, that had to incorporate both dining and a TV area, is not only very small but also an, apparently, very limited room… as it has three windows, three doors (the front door, the door to the toilet and the door to the kitchen) and also the stairs, that link to the upper floor where there is a bedroom and an office / guest room. Even though the owners didn’t know very well where to start (decorating wise)  … they did know they wanted to create a very sober and timeless atmosphere. They wanted to integrate some modern pieces with other more classical ones. Their favorite color was gray. And this was the result! – I called it Small Luxury. Because, refinement and comfort is not measured by square meters!

Today, I leave you with  this “Sneak Peek” at the project but I promise to come back in the next days with the full photo coverage of this cute small apartment in Lisbon.

XOXO,

MARIA

Summer Breeze – A cool Lisbon apartment

Julho 28, 2014 in MY DESIGNS, MY WORLD OF INTERIORS

Summer Breeze MB Home Design

Living AreaViver em Lisboa não tem de ser sempre sério, chato e beije. Este casal jovem sabia que queria uma casa com uma decoração original, leve, divertida, sem um ar de quem se leva demasiado a sério! Gostavam de azul e verde e depois eu fiz o resto. Tentei criar um espaço em que as áreas de estar e jantar coexistissem de uma forma harmoniosa e pacifica. Apesar de não aparecer nas fotos, também a televisão tem o seu lugar apoiada num generoso side-board lacado de branco que arruma muita tralha.

A decoração desta área foi muito simplificada. Se repararem com atenção, todo o estofo se resume a uns módulos brancos que tanto formam o sofá, como servem como cadeiras separadas e até os poufs soltos podem encaixar nas cadeiras que passam a chaise-longe na hora de estarem os dois sozinhos em casa a assistir a um firme.

A mesa de centro, em versão estofada em capitoné, também pode servir como banco tornando-a super versátil ao mesmo tempo que é muito decorativa.

Sobre uma base lisa vivem bem dois padrões. O do papel de parede que é igual ao do tapete e o padrão das almofadas de linho em zig-zag de três cores.

Summer Breeze MB Home Design

12_DSC1628

15_DSC1632

27_DSC1655

34_DSC1668

35_DSC1671

 

Dining Area

A área de refeições acabou também por ter um ar original com a mistura entre o tradicional das cadeiras Chippendale com a mesa Saarien de linhas depuradas. O candeeiro de teto retro é um design de Jonathan Adler.

O facto de termos colocado a mesa na sequência de uma parede espelhada, transmite uma amplitude muito agradável a esta área de refeições.

Summer Breeze

03_DSC1603

04_DSC1604

06_DSC1607

07_DSC1611

 

Hallway

O Hall está ligado à sala por uma enorme porta com aro em madeira e interior em vidro transparente. Quando está aberta, e apesar de ser uma grande superfície de vidro,  não perturba em nada o décor.

Nesta primeira área da casa, também usámos o espelho como artifício decorativo que nos ajudou a ampliar o espaço e repetimos os mesmos elementos decorativos e padrão usados na sala. Neste caso, o mesmo papel de parede (desenhado para este projeto) foi usado numa cor diferente.

37_DSC1680

Summer Breeze Maria Barros Home

Master BedroomO quarto do casal, aqui, e como na maior parte dos meus projetos em que as áreas sociais são mais vibrantes, resume-se a uma paleta de cores monotónica e muito pacata. Optámos por assumir o branco, quase integral, à excepção da aplicação de papel de parede (Trellis Cascais MB Home) na parede da cabeceira. De resto quisemos manter toda a decoração simples e despojada para um resultado depurado e que transmitisse a paz desejada.

Quarto Summer Breeze Project

43_DSC1704

44_DSC1707

45_DSC1708

46_DSC1709

47_DSC1713

52_DSC1725

53_DSC1727

60_DSC1744

Espero que tenham gostado e que se tenham inspirado!

UM BEIJINHO E UMA BOA SEMANA PARA TODOS!

MARIA

Happy Easter!

Abril 17, 2014 in MY DESIGNS, MY WORLD OF INTERIORS

E assim, sem percebermos muito bem como, os meses passaram, ainda ontem estavamos a desmontar as arvores de Natal e este fim-de-semana já é Páscoa! – Daqui a pouco estamos a banhos e mergulhos… e estará um calor imenso! Mas até lá vamos tendo de nos contentar com esta Primavera de nevoeiro e previsão para um domingo de Páscoa “pingado” com lamaçal na “caça aos ovos”. Nós ainda fazemos caça aos ovos… ou tentamos, pelo menos. No ano passado foi cancelada a “caçada” cá em casa, mas já não me consigo lembrar  exatamente se foi por motivos de chuva ou se foi por o Rui estar a trabalhar. A verdade é que o programa foi sendo adiando consecutivamente até deixar de fazer sentido. Um dia no verão fui encontrar um monstro escondido no meu armário… um monte de ovos e gomas que acabaram por ser distribuídos pelas partes interessadas sem grande critério festivo. Este ano… vai de galochas se for preciso, mas vai, porque não estou para ficar com os ovos guardados até ao Natal.

Esta mesa simula um pouco uma mesa ou consola de apoio que possam ter e que, ao contrário da mesa de refeições, que acaba por se ir “desconchavando” ao longo do dia, pode permanecer bonita e organizada até ao fim da festa. Pode ser usada para colocar os pratos, talheres e guardanapos, no caso de uma refeição volante. Pode ser o apoio para um tabuleiro com bebidas e até para os doces e sobremesas. Este tabuleiro belíssimo é da Topázio. Os guardanapos amarelos podem ser comprados no nosso site [aqui].

Um pormenor do tabuleiro onde coloquei dois pequenos Mint Julep Cups com palhinhas de duas cores. Os copinhos Topázio podem ser comprados no meu site [aqui] .Como qualquer “Pinterester” que se preze já não prescindo destas palhinhas de papel que costumo comprar no Etsy.

Não há flores que cheirem como as frésias! Para além de que são quase a “imagem de marca” da Primavera! – Neste caso, entre as flores, coloquei uns ovos que deram ao arranjo um ar inequívoco de Páscoa, o que no meio desta mesa com cores e símbolos tropicais foi  importante!

Adoro Ananases! Já há dois anos, quando desenhei a minha coleção de papeis de parede, os inclui nos padrões. Não só porque são plasticamente apelativos e interessantes mas principalmente  pelo significado que carregam. São simbolos inequívocos de hospitalidade e boas vindas! Ter ananases à mesa é super auspicioso e eu que, até nem sou de crendices, … não consigo não os adorar!!

O faqueiro de alpaca chama-se Europa e é o meu preferido da Topázio! Desde que a Clarinha nasceu que as “tias” lhe oferecem garfos e colheres do faqueiro europa no Natal e a esta altura penso que já o tenha praticamente concluido. E assim de uma forma completamente “indolor” para a carteira consegui que a minha boneca tivesse um faqueiro lindissimo que, imagino, ela vá adorar toda a vida. Coisas que já quase não se usa fazer… verdade?!

Melhor que um prato com ananases é um prato com ananases e uma tarte de limão meregada!!! Ui… e se estas eram boas! Comi duas, vejam lá o abuso!!!

Sou decoradora e não há muito como combater esta tendencia natural para coordenar as cores. Neste caso particular andei a “pescar” as amêndoas, de saquinhos banalíssimos que comprei no Continente, com as cores que ficavam bem na mesa e enchi uns copinhos da Zara Home com ananases. As que sobraram ficaram num frasco na dispensa.

Uma mesa de Páscoa é A mesa de Primavera por excelencia! O facto de termos acesso a tantos tipos de flores nesta altura, torna a tarefa de decorar a mesa muito mais fácil! – Como este ano o calendário nos passou a Páscoa para o final de Abril já não foi evidente encontrar aqueles ramos de arvore com flores (tipo amendoeira) porque essas floresinhas que antecedem os frutos já se foram quase todas por isso, ou optamos por uns ramos artificiais, ou então abraçamos os frutos, como foi aqui o caso desta mesa em que usei ramos de figueira carregados de pequenos figos.

Ter um bonito serviço de chá devia ser quase obrigatório em todas as casas! Meninas que estejam a planear o seu casamento… deixem-se de modernices e toca a incluir peças intemporais nas vossas listas. Garanto-vos que um dia vão adorar não ter de fazer esse investimento porque já foi feito por uma avó generosa!

Não há mesa de verão em que não fique bem a nossa loiça de Bornado Pinheiro! Sou completamente fã. Em casa, usamos praticamente todos os dias os marcadores “alface” que dão um ar tão divertido à nossa mesa! Love, love!

Os grande protagonistas e porque estamos a fazer um passatempo Topázio, foram mesmo estes maravilhosos Mint Julep Cups que são  “pau para toda a obra” quando chega a hora de pôr uma bonita mesa! – Neste caso usei-os (os mais pequenos) para colocar as palhinhas e o maior (aquele que estamos a sortear) para as frésias brancas. Não vale a pena continuar a tecer elogios, as minhas clientes e leitoras já sabem que estes copos são um dos meus vícios decorativos!

Quem ainda não sabia que estavamos a fazer um passatempo, que começou esta manhã, siga este link [AQUI]!

BEIJINHOS E MAIS UMA VEZ BOA SORTE!!!

MARIA

Passatempo Páscoa Topázio

Abril 17, 2014 in GIVING BACK!, MY WORLD OF INTERIORS

E como o prometido é devido, aqui está o meu presentinho de Páscoa para as leitoras do Addicted-to-Style! – Melhor dizendo, para as leitoras que quiserem concorrer a este passatempo com cheiro de Primavera! – Como algumas de vocês sabem, porque seguem o meu INSTAGRAM, na 3a feira à noite estive no programa da Sic Caras, Passadeira Vermelha, para partilhar algumas ideias para uma mesa de Páscoa! – Como as luzes do estúdio não são as melhores para fotografar, ontem voltámos a replicar a mesa aqui no nosso atelier para poder mostrar a todas as minhas leitoras que não viram o programa, como, com alguns adereços muito simples, podemos fazer uma mesa de Páscoa colorida e ao mesmo tempo requintada, sem ter que recorrer a clichés óbvios demais e tornar a mesa numa “coelheira” como às vezes acaba por acontecer quando a imaginação viaja “solta de mais”, if you know what I mean … – Aproveitando o tema “mesa”, não só porque os usei nesta minha pequena mesa de Páscoa mas principalmente porque não há mesa nem decoração em que eu não use um Mint Julep Cup, que é como quem diz, um copinho de prata que pode ser usado para praticamente … TUDO (desde mini jarrinha para flores até, no limite, suporte para lápis ou escovas de dentes), e porque eu adoro estes copos de paixão, pedi à Topázio, emblemática marca nacional de fabrico de pratas com quem estou a estabelecer uma parceria (prometo contar tudo dentro de pouco tempo!) para oferecer um destes maravilhosos copinhos (no valor de 90€) a uma leitora… e assim nasceu este passatempo! 

Para participarem só têm de:

1. Fazer um like na nossa página de Facebook [aqui]

2.Fazer um like na página de Facebook da Topázio [aqui]

3. Por fim devem deixar um comentário a este post

Nota:

1. Quem não conseguir deixar um comentário a este post, por alguma incompatibilidade técnica, poderá faze-lo através deste mail [aqui]

2. Quem não tiver conta de Facebook deverá fazer somente um comentário ao post e especificar que não tem conta de Facebook e a sua entrada será contabilizada da mesma forma.

3. A vencedora será apurada através do metodo Random.org, ou seja, de uma forma aleatória e não pela qualidade do seu comentário.

4. Anunciaremos a nossa vencedora ou vencedor na próxima 5a feira, dia 24 de Abril.  Serão contabilizadas todas as entradas até às 11:00 a.m. de dia 23.4.14.

 

Entretanto, prometo, ainda hoje, publicar todas as fotos desta mesa de Páscoa, que apesar de serem “caseiras” ficaram girissimas!

BOA SORTE!!!!!

UM BEIJINHO,

MARIA

MB Home Office – Before and After

Fevereiro 25, 2014 in MY DESIGNS, MY WORLD OF INTERIORS

Depois do post de ontem, achei que podia ter graça mostrar-vos um bocadinho como era esta casinha antes de lhe ter “posto as minha mãos em cima”. Confesso que não me lembrei de fazer um verdadeiro levantamento de como era antes  e as poucas fotos que tenho são quase todas do “durante” para ser mais precisa. – No inicio a casa estava tão “podre” que eu nem quis estar lá dentro mais de 2 minutos para não ficar com um mau fibe. Assim, quando a visitei pela primeira vez já estavam as obras em andamento e a maior parte do entulho inicial já tinha sido retirado do interior da casa. Isto para vos dizer que estas fotos a que chamo “Before” são na verdade do “in between” ou seja do “durante”  e quase todas tiradas pela Clarinha. – Obrigada Boneca! – Se não tivesses sido tu e a tua vontade de tirar fotos , neste momento não teria estas imagens de referencia!

Esta porta estava a cair de velha mas era uma das características que eu mais gostei na casa pelo achei que era mesmo uma obrigação mandar fazer uma réplica da original que, infelizmente, teve que ir para o lixo porque não estava em condições de ser recuperada. A pedra das aduelas foi mantida. Apenas limpa. As paredes exteriores, depois de todas picadas e rebocadas, foram pintadas em dois tons de cinzento, tentando manter, o mais possível, as características originais da casa.

O andar superior da casa, onde hoje está o show-room em “open space”, era um rendilhado de sete assoalhadas mais uma casa de banho e uma cozinha. Esta foto do “durante” tem alguma graça por se perceber exatamente isso… um patch-work de diferentes cores a relembrar como a casa era antes de termos demolido todas as paredes e tecto. E por falar em teto, este nosso maravilhoso teto e vigas foram desenhados por nós e belissimamente executados pela nossa carpintaria. Ficou Lindo!! – Exatamente como eu o imaginei!! – O chão original foi mantido, por incrível que pareça. Acho mesmo que foi a única coisa original que sobrou desta casa. Foi todo pintado de branco para esconder irregularidades e remendos mas eu adoro o ar meio “shabby” com que ficou. Só dá um bocadinho de trabalho para manter limpo. Chão branco… já se sabe! Mas eu adoro!!

Nesta perspetiva oposta  vê-se a entrada principal, as janelas e as portadas brancas que foram feitas como réplicas das originais e que fiz questão de manter. Vê-se também um dos biombos fixos que dividem as areas do show-room. Apesar de ser um “open space”, as duas areas ganharam alguma autonomia com este elemento. De um lado temos o espaço “loja” onde temos os tecidos e papeis de parede em exposição e do outro lado temos uma zona de estar, onde nos podemos sentar e ter uma reunião mas que, ao mesmo tempo, serve de exposição, uma vez que todas as peças no nosso show-room são para venda.

A casa, apesar de ter 2 andares não tinha originalmente uma escada que os interligasse. Foi mais uma grande obra que tivemos de fazer, mas que, para a a nossa dinâmica de trabalho faz todo o sentido. O escritório e armazém estão no piso inferior que tem ligação direta para o jardim. Nesta imagem podem ver que fui eu quem tirou uma fotografia à “fotógrafa”. Ainda bem que o fiz. Que bom rever esta cara de boneca pequenina. Com a sua fardinha do Colégio Amor de Deus, sempre com um sorriso e vontade de participar em tudo. – Muito provavelmente nesse dia fui busca-la à escola e, de passagem, parámos as duas na obra para uma  pequena “inspeção”. – Na foto do “Depois” já podem ver a nova guarda de escada que desenhámos e que, tal como o teto, foi belissimamente executada pela nossa carpintaria. O chão das escadas, tal como parte do piso inferior foi revestido com uma tinta epoxi. Aqui, tenho que confessar que foi uma escolha pouco acertada. Mas lá que fica lindo e que é hiper fotogênico… lá isso é!

O piso inferior, era, uma autêntica catacumba, como podem perceber por esta foto. Não era uma casa, mas sim uma especie de arrecadação. Não tinha cozinha nem casa de banho por isso essas infra-estruturas foram feitas do zero. – Respondendo a uma leitora que ontem perguntava se os azulejos eram originais… Não, Francisca, nada é original. – O revestimento do chão da cozinha e casa de banho é mosaico hidráulico e os azulejos da parede são marroquinos. Ambos mandados fazer por encomenda para esta obra. – Hoje em dia , apesar de não ter tanta luz como o piso superior, mesmo assim é um espaço leve e alegre. Têm luz suficiente e no verão até chega a ter de mais. Tivemos de mandar instalar toldos em todas as janelas e portas da fachada das traseiras porque a luz chega a ser excessiva… Acabou por ser a melhor forma que arranjei de a controlar sem ter que recorrer a estores ou cortinas, que era uma coisa que não me apetecia ter num espaço de trabalho.

A pequena cozinha equipada com moveis SGW –RATIONAL funciona muitas vezes como sala de convivo ou sala para reuniões mais informais. É onde nos sentamos a beber um café e a pôr a conversa em dia. Muitas vezes também almoçamos aqui, uma vez que está completamente equipada para servir refeições ligeiras. É um dos meus espaços preferidos de toda casa!

Espero que tenham gostado desta visita guiada a este espaço, que é o meu verdadeiro, “World of Interiors”.

BEIJINHOS,

MARIA

In English

After my yesterday post, I though it would make cense to show you just a little of what this cute house looked like before I put my hands on it. I must confesse I never intended to take proper “before” pictures, and the ones I did get are mostly “in betweens” to be more accurate. When we first bought it, it was in such bad shape that I didn’t even want to go in. The first day I did go inside the construction work had started already. So all the pictures that you will see today are from that time, when the house was under construction and most of them were taken by Clarinha. Thank you sweet hart! If it wasn’t for you, today I wouldn’t have the pictures to make this post!

1. This door was so old that we couldn’t use it but I was positive it was one of my favourite features from the original house. So we had a replica made, as the original one had to be thrown away. The window and door stones were kept and cleaned. The outside walls were fixed and painted in two different shades of grey.

2. The upper floor, where today is the show-room, you can see from this picture that it was a seven room tiny house, with one bathroom and one kitchen. This “before” picture shows exactly that and you can see from the different colours on the walls how small all the rooms were. – You can also see that we demolished the previous ceiling and designed a new one that was extremely well executed by our wood workshop. The original floors were kept and painted white. It’s not the greatest to be kept clean but I just love it’s shabby feel!

3. From this prespective you can see the main entrance and the windows with their original wodden shutters. That was another feature that I made sure we would keep. So we had replicas made, the same way we did with the entrance door. You can also see one of the two wooden white screens that divide the open space into show-room space and living area.

4. Even tough the house had two floors all along, it didn’t have a stair to connect those two floors and we had to add that as I thought it was crucial to the good dynamic of our work. The office and the wearhouse are on the lower floor that connects directly to the garden. This picture was taken by me. It was my turn to photograph the photographer! – So glad I did it! – Love to look back at here baby face, so cute, with her school uniform. I probably had picked her up from school and we just stopped by at the house for a quick check-up. She always liked to help out. – In the After picture you can see the new stair raile and the wooden balcony. the steps have an epoxy paint that gives it that shinny finnish but I have to admit that it was not the best choice as pretty as it might look it’s not practical to keep clean.

5. The lower floor was an authentic vault, as you can see by this photo. It was not a house but a kind of a basement. It had no kitchen or bathroom so that infrastructure had to be made from scratch. – Answering a reader who wondered yesterday if the tiles were original … No, Francisca! – The floor covering in the kitchen and bathroom is terrazzo tiles and the wall tiles are Moroccan. Both were made to order for this particular project. – Nowadays, despite not having as much light as the upper floor, it’s still a light and cheerful space. It has enough light in the summer and even gets to sunny… We had to install awnings on all windows and doors on that back fassade of the house to controle the light … as blinds or curtains, it was something I felt like I didn’t want to have in a work place.

6. The small kitchen is furnished with SGW-RATIONAL cabinets and often serves as a more informal room for meetings. It’s where we seat to drink a coffee and catch up. We often also have lunch here, since it is fully equipped to serve light meals. It is one of my favourite places in the entire house!

Well, hope you have liked this personalised tour to our working space here in sunny Cascais. This is truly my “world of Interiors”.

XOXO,

MARIA

Inspiring Work Space

Fevereiro 24, 2014 in MY WORLD OF INTERIORS

Aproveitando que na semana passada vos falei sobre a Adore Magazine, lembrei-me que ainda nunca aqui tinha feito um post sobre este artigo que a revista Australiana publicou sobre o meu escritório/show-room em Cascais. Estas fotos foram tiradas logo no inicio quando nos mudámos para cá, mas mais para a direita ou mais para a esquerda, tem permanecido praticamente assim. Claro que alguns dias está mais desarrumado, ou sombrio, porque o sol não nos brinda o inverno todo com esta luz, mas na maior parte do tempo é um lugar cheio de boa energia, cor e alegria.  – Trabalhei em casa durante muitos anos. Tinha um sótão que pude transformar em escritório e enquanto os meus filhos eram pequeninos sempre me pareceu a escolha mais acertada. Eu estava tão focada neles que tudo o que me tivesse que tirar de casa, para além das minhas distrações, me parecia desnecessário. Os anos foram passando, eles foram crescendo e tornando-se mais autonomos e um dia, na minha rotina matinal de os levar à escola, comecei a reparar numa casinha linda mas “podre” que estava para venda. Um dia parei e e tirei o contacto. Foi o principio desta aventura. Dois anos de reconstrução total, muita obra e muita burocracia, algumas dores de cabeça mas uma grande alegria também. Em Setembro de 2011 mudam-nos de armas e bagagens e tem sido uma viajem feliz. Adoro poder trabalhar a meio caminha entre a minha casa e a escola dos meus filhos. Muitas vezes, é para aqui que eles vêm depois da escola (adoram) e fazem os trabalhos de casa, na mesa da nossa mini cozinha. Exatamente o lugar onde gostam de estudar quando estão em casa… na cozinha! E eu que até sei que cada um devia recolher ao seu quarto e à sua secretária, não consigo evitar adorar vê-los ali no meio da bagunça que fazem na mesa da cozinha que eu gosto de chamar de Coração da Casa. Sei que um dia vou olhar para traz  e ter saudades daquela confusão montada, das perguntas, das queixas e das risadas. – Bom… isto para vos explicar que esta “casa” é a minha segunda casa. É aqui que trabalho que pesquiso que aprendo. É aqui que “blogo”, que escrevo… é aqui que recebo os meus clientes. É aqui que um dia a poderei receber a si, que me lê e que anda a sonhar com uma casa mais bonita e feliz! – Esta é uma casa onde todas e todos são bem-vindos!

Às vezes perguntam-me com é possível eu adorar Segundas-feiras. E eu respondo… como poderia eu não gostar? Faço o que gosto. A minha profissão desenrola-se sobre o tema de FAZER MELHOR, EMBELEZAR, FAZER FELIZ. Estas são as premissas e as palavras chave daquilo que faço. É uma profissão e uma vida focada no positivo, na beleza, no equilíbrio, na eficiência, numa vida melhor… Não tenho a menor duvida que a minha profissão ajudou a moldar a minha personalidade. E claro, a minha natureza feliz ajuda a criar espaços originais, alegres e positivos. Porque só vivemos uma vez!

BEIJINHOS GRANDES E UMA OTIMA SEGUNDA FEIRA PARA TODOS!

MARIA

In English

Last week I spoke about Adore Magazine , so today I remembered that I had never posted about this article that the Australian magazine Adore did on  my office / showroom in Cascais . These photos were taken early on when we first moved here , but more or less, it has remained looking quite the same. Sure some days are more messy, or gloomy, because the sun doesn’t  look this shinny every winter day, but most of the time it’s a place full of good energy , color and joy . – I worked at home for many years . We had an attic that I could turn into an office and while my children were little it always seemed like the best choice for me. I was so focused on them that everything that would take me away from home seemed unnecessary. The years passed and one day , on my morning route to take them to school , I began to notice on a beautiful but ” filthy ” old house that was for sale. One day I stopped and wrote down the contact. It was the beginning of this adventure . Two years of full reconstruction , a lot of hard work and tons of burocracy, some headaches but also a great joy . In September 2011 we moved – in and it has been a happy journey . I love being able to work half way between home and the kids’s school . Often , this is where they come after school ( They love it ) and do homework in our mini kitchen table . Exactly where they like studying when there home… in the kitchen that I like to call the Heart of the Home . I know one day I will look back and miss having that mess , all the questions , complaints and laughter . – Well .. that explains why this place is my “second home” . It’s  here that I work and researche . It’s here that ” blog ” , I write … this is where I meet with my clients . It´s here that (maybe) I will meet with you, dear reader, that are currently dreaming of having a more beautiful and happy home! – This is a home where each one of you should feel very welcome if you ever want to stop buy!

Sometimes peolple ask me how can I love Mondays. And I say … how could I not love Mondays? I do what I like. My profession takes place on the subject of DOING BETTER, MAKING BEAUTIFUL, BRINGING HAPPINESS. These are the assumptions and key words of what I do for a living. It is a profession and a life focused on the positive, on beauty, balance, efficiency, a better life … I have no doubt that my job has helped shape my personality. And of course, my happy nature helps create unique, cheerful and positive spaces. Because you only live once!

HAPPY MONDAY EVERYONE!

XOXO,

MARIA

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: