As Rainhas de Cannes e o Papagaio de Papel…

Maio 21, 2015 in FASHIONABLE

Acho que posso dizer, com alguma segurança e razão, que a Red Carpet de Cannes, este ano, pôs a passadeira dos Oscars no chinelo! – As divas de Hollywood encheram-se de brio e decidiram arrasar na Côte d’Azure! Cada uma mais mais brasa que a outra…

Começando pela queridíssima Lupita com este Gucci verde que a faz parecer uma African Queen. Welcome back Lupita!! – Eu sei que o vestido Calvin Klein fez muito sucesso nos Oscars e sim, era muito invulgar e tinha muitas pérolas e tudo e tudo… mas havia qualquer coisa de circense about it que me deixava inquieta. Havia ali uma vaga semelhança com uma domadora de cobras… não vos sei dizer exatamente porquê mas aquela gola de pérolas parecia-me uma grande anaconda pendurada no pescoço na nossa Lupita… Para não falar no que a moça deve ter padecido todas aquelas horas sentada em cima de um monte de pedrinhas… coitadinha. Quem lhe roubou o vestido, fez-lhe um favor, não fosse alguém ter ideia de a voltar a querer ver outra vez enfiada naquilo. Ufa!

canees 2015

A atriz Julianne Moore desfilou aqui tão mais bonita com este Armani Prive preto. Adorei o cabelo e aqueles olhos bem marcados com os lábios nude…para não falar nos brincos divinos. Nos Oscares não consegui propriamente dizer mal do vestido Chanel porque lhe dava um ar de Hollywood Royalty mas estava tão, mas tão melhor agora em Cannes… 10 anos mais nova. Way to go Julie!

cannes 2015

A Naomi Watts leu o meu post das Previsões para os Oscares 2015 [AQUI] e achou graça ao vestido que sugeri para a sua amiga Julianne Moore, vai daí não perdeu tempo e ligou ao Elie (Saab) e reservou o vestido mais bonito da coleção para arrasar em Cannes! Estava uma princesa. Linda de morrer! – Não tens nada que agradecer Emma. É para isso que servem as amigas!! – Para o ano, leva-me contigo a Cannes e ficamos quites, boa?

cannes 2015

A nossa Emma que tinha ido passear a taça de guacamole para os Oscares para meu grande desgosto, agora encheu-se de juizo e estilo, seguiu o meu humilde conselho e levou um LBD Oscar de la Renta que lhe ficava precioso em contraste com aquela pele de boneca de porcelana que ela tem. Até a onda do cabelo estava mais cool. Acho esta atriz assim uma coisa…

cannes 2015

E pronto já só faltava mesmo eu fazer as pazes com esta diva. Cate Blanchett que me desiludiu nos Oscars com aquele Vestido Galliano for Margiela mas que aqui tirou o máximo partido da sua extraordinária figura. O vestido apesar de não ser de cortar a respiração, fica-lhe bem, favorece-a, rejuvenesce-a e tem um corte chiquismo. Mais um bonito modelo Armani Privé a brilhar em Cannes.

cannes 2015

Pronto, não é preciso dizerem… eu sei! Aquilo em Cannes é uma festa pegada e as miúdas têm mais hipóteses de acertar porque ele é red carpet de manhã, à tarde e à noite, non stop, sempre a trocar kits durante uma semana. Vida dura destas pequenas. Mas pronto… mesmo assim a minha pessoa ficou contente com tanta pinta e tanto vestido giro. Inspiração é bom e eu agradeço! E que elas estavam mesmo (quase) todas* mais giras, estavam!

asterisc(quase todas…)

Sienna Miller

O que seria da regra sem uma gloriosa exceção??!!! Um tributo ao papagaio de papel? A sério Sienna?? Como é que foste cair nessa cilada? Vou-te dizer uma coisa… a ideia de fazer um kite dress é má mas a execução… está ainda pior que a ideia. O forro branco mais curto que a saia azul, aquelas costuras na frente, o pot-pourri de cores que não combinam. Este vestido é aquela piada sem punch line, a anedota que não faz rir …um verdadeiro awkward moment! Que treta amiga… isto em Cannes não correu nada bem!

beijinhos

 

My worst from the Met Gala!

Maio 8, 2014 in FASHIONABLE

E a verdade é mesmo esta…. Os últimos são sempre os primeiros na lista da Risada! O que seria de nós sem os “trambolhos”??? A vida não tinha metade da graça, verdade??

Mas antes de começar a destilar veneno deixem-me só contar uma breve história… No outro dia fui à Zara Home e fui atendida por uma menina muito gira e simpática que depois de trocarmos três frases triviais sobre se há mais copos ou se acabou o stock dos puxadores, virou-se para mim e disse-me que adorava o meu blog, que o lia todos os dias (dias de posts claro)…  uma jovem mulher a trabalhar numa loja de decoração e que segue blogs de decoração… a minha analise num primeiro segundo… zara home, primeiro emprego, acabada de sair de um curso de design…. a seguir vai dizer-me que gostava de ver mais posts sobre decoração, dicas práticas, segredos da industria…. “gosto mesmo é daqueles seus posts sobre os vestidos dos Oscares. Mas daqueles em que diz mal e goza das que vão mal vestidas!” – E eu não pude evitar mas dar uma grande risada por dentro e por fora. Porque de todos, acho que são os posts com que mais me divirto. Sei que há toda uma cortina da sociedade que odeia este gênero, mas peço a essas leitoras que nem passem por cá nestes dias, porque isto é mesmo só para malta descontraída e que consegue encaixar uma piada! – Acho que já devo ter dito isto mil vezes mas digo mais uma para alguma leitora de primeira volta. Estas mulheres são umas estampas certo?! Quem me dera a mim algum dia vestir alguns destes vestidos. Eu tenho noção. Isto é pura brincadeira…

Bom, dito isto, bora lá ao que interessa!

LUPITA NYONG’O COM UM VESTIDO PRADA

Com um vestido?!…. Com uma máscara, certo?! A Lupita, a sua stylist e a Miucia Prada também devem ter andado todas a ingerir muitos “pós” de várias espécies e proveniências e entraram no mundo da 3a dimensão em que tudo é possível . Uma realidade paralela, num mundo de fantasia onde um vestido destes pode fazer efetivamente imenso sucesso! Acorda Lupita!!! Isto foi só um sonho muito mau! Vamos todos acreditar que não foste para a Met Gala mascarada de dançarina do Charleston como se tivesses sido convidada para uma daquelas festas organizadas pelo Casino do Estoril em que um grupo de senhoras se mascara renovadamente, ano apôs ano, com saias de franjas, colares de pérolas a dar longas voltas, fitas na cabeça com plumas e cigarrilhas. Tu não estavas nessa festa Lupita. Tu estavas linda! Lembras-te daquele vestido verde que levaste aos BAFTA??? Pronto… era assim que tu estavas na Gala do Met. Estavas de verde mas era com esse Christian Dior. Não era com esta anedota da Prada. Quando eu disser 3 acordas! Acordas tu, eu e o resto do mundo, boa?! Ufa, que alivio!!!

KATIE  HOLMES COM UM VESTIDO MARCHESA

Quando até eu fico sem palavras… É muito mau sinal! – Não há nada que eu possa dizer ou acrescentar àquilo que se vê nesta fotografia!  Esta tudo dito entre o cabelo mal amanhado, a maquilhagem em tons bordeaux, as rugas do vestido. O próprio do vestido em si que é simplesmente medonho. Parem e apreciem. Aprendam o que nunca, por nunca, fazer!!! Uma lição de vida! Obrigada Katie. Eu sei que não estavas nos teus dias. Acontece às melhores! Olha, o meu cabelo hoje está praticamente igual ao teu… juro amiga! Com raiz de 2 dedos, sujo porque ontem joguei padel e ao estilo espanadora. A única diferença é que eu estou aqui sentadinha em frente ao computador e tu estavas na… onde? Ah sim, na MET GALA. Ups… que chato! Deixa estar…

DEBORRA – LEE

O sapato. Meu Deus, o que é este sapato? Uma prataformasinha confi para a MET GALA??! A sério Deby?! Eu imagino… o que deve evitar de dores nas costas e nos joanetes ao final da noite.  Super práticos para andar de um lado para o outro. E para dançar?! Ui… com essa sapatola vais dar 10 a zero às loucas das miúdas dos stilletos! Para não falar que ficas logo com mais 25 cms. Claro, esperta és tu! Nós, o resto do mundo, é que somos todos loucos. Fizes-te lindamente! Juro que acho!!! Agora a  sério….  Pois…….. talvez não! Sorry!

SHAILENE WOODLEY COM UM VESTIDO RODARTE

Lição #4… Como envelhecer 25 anos uma miúda gira de 17 e fazer com que pareça uma rapariga madura de 42 anos em 10 minutos? Fácil…Começas por  escolher um vestidinho manhoso, cheio de brocados, bordados, aplicações, transparências, fazenda, lantejoulas, fitas e mais qualquer coisa para ficar mesmo confuso e pesado. Depois certificas-te que, apesar de ser primavera, usas um modelito da coleção do próximo inverno assim com umas cores bem secas e outonais. Pintas o cabelo com umas nuances loiras “à tia” e fazes o único penteado foleiro que se consegue fazer com 5 centímetros de cabelo. Nada mais. Está feito!! – Shailene queres um conselho de amiga? Troca de stylist!!!

KYLIE MINOGUE COM UM VESTIDO MARCHESA

E por falar em nuances foleiras….Mais um tirinho ao lado. Nuances anos 90, penteado ABBA anos 70 e vestido Grécia Antiga tipo montes de anos A.C. Eu sei o que foi que aconteceu…. A Kylie leu mal o convite! O dress code não era Toga Party Kylie. Eu sei… a idade não perdoa… é a treta da vista cansada, não é?! A malta não quer dar a mão à palmatória que já não vê nada e depois dão-se  situaçõesinhas como esta. Estavas mascarada mas na festa errada. É que havia lá miúdas mascaradas mas que a coisa ainda batia ligeiramente dentro do tema Charles James. Deixa estar!  Divertiste-te não foi?  Pronto… é o que importa!

FLORENCE DUNHAM COM UM VESTIDO VALENTINO

Eu consigo explicar isto! Esta senhora não está assim com esta cara de parva porque é mesmo parva. Ela esta apavorada coitada! Ela foi atacada por um enxame de borboletas. Ela esta ali com graves problemas logísticos e a tentar disfarçar…. Ãh?! A sério?! Aquilo era um casaco? Não eram um monte de insetos esvoaçantes? Era mesmo só um casaco a simular um ataque de borboletas?! Ah pronto… então se calhar ela está mesmo com esta cara porque aceitou, em consciência, levar este casaco vestido. Escolheu este casaco! Pois… porque é Valentino, claro! Tá bem, já percebi! Ela podia ter escolhido qualquer coisa e escolheu isto. Não foi um acidente, nem um infortúnio, nem um azar… Então ela deve mesmo ser só um bocadinho pró parvito.  Daí o olhar vago… Está explicado!

Bem, bem… isto já está a descambar! – Eu ainda tinha aqui mais umas 5 na lista mas a minha vida não é isto. Já estou aqui há horas nesta brincadeira! Já chega!

Vamos ficar todas à espera de mais escolhas desacertadas! Destas que nos dão pano para mangas! Para o ano há mais!

BEIJINHOS GRANDES – Na verdade eu devia ir dormir porque o meu mal é sono!!

MARIA

My Best from the Oscars 2014

Março 5, 2014 in FASHIONABLE

Por ter acertado no vestido Armani Prive que a atriz levaria vestido, porque pude constatar que lhe ficava efetivamente bem, porque até levou para casa o Oscar, porque estava realmente linda de morrer e porque me apaixonei pelos brincos Chopard…. Ela é a minha numero #1. No domingo à noite escrevi que os brincos pareciam ter turquesas e diamantes… mas entretanto percebi (porque fiz uma mini pesquisa) que eram cravejados a opalas azuladas e diamantes sobre ouro branco. Uma escolha perfeita! – Estes brincos trouxeram o vestido para outro nível… bem… na verdade, quem trouxe o vestido para outro nível foi mesmo esta mulher que é realmente uma das atrizes mais extraordinárias que as passadeiras vermelhas têm visto. Para não falar no seu talento fora do comum e que foi, tão bem, premiado este ano, mais uma vez, pela Academia. Parabéns Cate! You rock!!

Apesar de não adorar esta cor, de achar que não favorece praticamente ninguém, de achar que o decote não evidencia uma parte particularmente bonita do corpo da Lupita… apesar dos “apesares”… ela estava L-I-N-D-A! – Fez uma escolha inesperada e justificou-a belissimamente. Quando o Rayan Seacrest lhe perguntou sobre a sua escolha e sobre o seu vestido Prada… a atriz explicou que tinha sido “custom made” para ela e que tinha escolhido esta cor porque lhe fazia lembrar a sua terra natal, Nairobi, no Kenya. Pode ser verdade ou não, mas lá que foi poético, foi! – Esta miuda é muito inteligente e sabe dar as respostas certas. Claro que isso também a torna plasticamente mais interessante…. o brilho e a vida do seu olhar! – Quando foi receber o Oscar parecia uma princesa com a sua “tiara” de ouro brilhantes… tudo nela tinha um ar distinto e aristocrático. Uma boneca! – É a minha numero #2!!

Esta pintosa, que não tem outro nome, arrasa quase sempre na passadeira vermelha. -Não sabia que a iríamos ver mas amei vê-la aparecer com este Versace pérola todo estruturado que lhe assentava como uma luvinha porque esta pequena tem realmente o corpo perfeito para um decote vertiginoso. Linda e feminina. Pura perfeição! – A capa deu-lhe a graça final e confesso que tive pena que a tivesse tirado quando apareceu em palco. Mas isso foi só um detalhe e na verdade estas são as imagens que vamos reter na memória… De uma Kate super confiante e com ar de verdadeira estrela de Hollywood! A minha numero #3!!

Last but not least a Angelina Jolie é a minha numero #4! Esta mulher é realmente linda de mais e o vestido deu-lhe um brilho extra! Sim… brilho era coisinha que não faltava a este Ellie Saab. E se há coisa que o “Ellie sabe” (piadinha) mesmo é fazer vestidos de sonho que transformam qualquer mulher numa princesa. Acho que teria preferido vê-la com um decote mas não vou começar a ser esquisita. Estava chiquissima, tinha uns brincos de sonho com uns diamantes estratosféricos, tinha uma maquilhagem maravilhosa e estava, como sempre, muito bem acompanhada. Eu sei que ter esta cara e estes olhos ajuda muuuuuitissimo mas gostei mesmo de a ver!!!

Não se preocupem que a seguir vêm aquelas que eu não gostei nada. Não as quis incluir no mesmo post para não poluir!… Estava tudo tão bonito… – Mas prometo que faço um post nem que seja mais ao final do dia com as “manhosas” :)… Ainda houve para lá algumas…

Quais foram as vossas preferidas? Estas ou outras completamente diferentes? Quero saber!!

Beijinhos Grandes e boa 4a feira para todas!

 

MARIA

 

There’s no shade to beauty!

Março 4, 2014 in BRIGHT MINDS

Há uns dias atrás a minha cunhada Graça enviou-me este link porque achou que eu ia gostar de ouvir este testemunho da actriz Lupita Nyong’o durante a cerimonia “Black Women in Hollywood”. A verdade é que eu não gostei… eu amei! – Senti-me profundamente comovida e inspirada. Por isso, hoje achei que devia partilhar esta pérola convosco… Porque as coisas boas tornam-se ainda melhores quando partilhadas!

[Cliquem sobre a imagem para ouvirem o discurso. São dois minutos… vale mesmo a pena!]

 “I wrote down this speech that I had no time to practice so this will be the practicing session. Thank you Alfre, for such an amazing, amazing introduction and celebration of my work. And thank you very much for inviting me to be a part of such an extraordinary community. I am surrounded by people who have inspired me, women in particular whose presence on screen made me feel a little more seen and heard and understood. That it is ESSENCE that holds this event celebrating our professional gains of the year is significant, a beauty magazine that recognizes the beauty that we not just possess but also produce.

I want to take this opportunity to talk about beauty. Black beauty. Dark beauty. I received a letter from a girl and I’d like to share just a small part of it with you: “Dear Lupita,” it reads, “I think you’re really lucky to be this Black but yet this successful in Hollywood overnight. I was just about to buy Dencia’s Whitenicious cream to lighten my skin when you appeared on the world map and saved me.”

My heart bled a little when I read those words. I could never have guessed that my first job out of school would be so powerful in and of itself and that it would propel me to be such an image of hope in the same way that the women of The Color Purple were to me. 

I remember a time when I too felt unbeautiful. I put on the TV and only saw pale skin, I got teased and taunted about my night-shaded skin. And my one prayer to God, the miracle worker, was that I would wake up lighter-skinned. The morning would come and I would be so excited about seeing my new skin that I would refuse to look down at myself until I was in front of a mirror because I wanted to see my fair face first. And every day I experienced the same disappointment of being just as dark as I had been the day before. I tried to negotiate with God: I told him I would stop stealing sugar cubes at night if he gave me what I wanted; I would listen to my mother’s every word and never lose my school sweater again if he just made me a little lighter. But I guess God was unimpressed with my bargaining chips because He never listened. 

And when I was a teenager my self-hate grew worse, as you can imagine happens with adolescence. My mother reminded me often that she thought that I was beautiful but that was no consolation: She’s my mother, of course she’s supposed to think I am beautiful. And then Alek Wek came on the international scene. A celebrated model, she was dark as night, she was on all of the runways and in every magazine and everyone was talking about how beautiful she was. Even Oprah called her beautiful and that made it a fact. I couldn’t believe that people were embracing a woman who looked so much like me as beautiful. My complexion had always been an obstacle to overcome and all of a sudden, Oprah was telling me it wasn’t. It was perplexing and I wanted to reject it because I had begun to enjoy the seduction of inadequacy. But a flower couldn’t help but bloom inside of me. When I saw Alek I inadvertently saw a reflection of myself that I could not deny. Now, I had a spring in my step because I felt more seen, more appreciated by the far away gatekeepers of beauty, but around me the preference for light skin prevailed. To the beholders that I thought mattered, I was still unbeautiful. And my mother again would say to me, “You can’t eat beauty. It doesn’t feed you.” And these words plagued and bothered me; I didn’t really understand them until finally I realized that beauty was not a thing that I could acquire or consume, it was something that I just had to be. 

And what my mother meant when she said you can’t eat beauty was that you can’t rely on how you look to sustain you. What is fundamentally beautiful is compassion for yourself and for those around you. That kind of beauty enflames the heart and enchants the soul. It is what got Patsey in so much trouble with her master, but it is also what has kept her story alive to this day. We remember the beauty of her spirit even after the beauty of her body has faded away. 

And so I hope that my presence on your screens and in the magazines may lead you, young girl, on a similar journey. That you will feel the validation of your external beauty but also get to the deeper business of being beautiful inside. There is no shade to that beauty.”

Lupita Nyong’o

Espero que tenham gostado! – Já percebi que deve estar tudo de férias… aproveitem! E não se esqueçam do mais importante. A beleza interior, aquela que realmente importa, não tem forma nem cor!

BEIJINHOS,

MARIA

My Red Carpet predictions and what really happened at the Oscars 2014…

Março 3, 2014 in FASHIONABLE, MOVIES & PLAYS

Quem me vai lendo sabe que me gosto de deitar no horário infantil. Para ser mais precisa, eu praticamente ponho as crianças na cama em dias de férias para me poder deitar logo a seguir.  Ou seja, tudo o que ultrapasse as 10:30 p.m. é praticamente madrugada para mim. Mas há umas noites em que eu desligo o meu “stressometro” com as horas e a coisa flui. A noite dos Oscars é uma delas. Com ou sem companhia, ali fico eu até ao fim. Assim foi hoje… Eu que nem sou muito chocolateira, agarrei-me a  uma tablete de chocolate carregada de avelãs, um copinho de leite de vaca (à moda antiga), o meu pijaminha mais quentinho e confi e aqui fiquei até ao fim do fim… Mas este meu post não é sobre os Oscares nem sobre filmes. Para começar vamos falar da Red Carpet… sobre as minhas previsões e pesquisas pela net que fui fazendo aqui durante a tarde de domingo e sobre o que realmente aconteceu na passadeira vermelha do Dolby Theatre em Hollywood na 86ª edição dos Oscares da Academia.

Vou começar pela minha previsão mais “ao lado” de todas!  Secretamente fantasiei com a escultural Lupita num vestido amarelo, mas confesso que apesar de não ter ficado muito impressionada com este seu Prada “eggshell blue” que a malta aqui em Portugal chama corriqueiramente de “azul cueca”… quando a vi emocionada receber o seu Oscar para Melhor Atriz Secundária, fiquei encantada com o seu ar de princesinha Africana  que ficará para sempre na nossa memória. Ou seja, apesar de não morrer de amores por este vestido, de achar que o decote não a favorece particularmente e de achar que a cor não é aquela que melhor lhe fica… a verdade é que adorei o look final e os pequenos detalhes de styling, como o anel de ouro amarelo e turquesas e a bandolete de brilhantes.

Para a Jennifer Laurence eu fantasiei também um bocadinho mas já não estive tão fora da realidade… Obviamente, algo em mim quis reviver o momento “vestido rosa com cinto preto” ou qualquer coisa muito dentro dessa linha. Fiquei contente de a ver aparecer de encarnado. Acho que este “award season” nunca a tinha visto tão bonita. Não há duvida que guardou o seu “best for last”. Não adorei o cabelo e de alguma forma acho que a fez parecer menos jovial… um bocado uma versão Lady Diana anos 2000… mas adorei o colar de brilhantes a cair pelas costas… alias como já tinha adorado no ano passado ( AQUI ).  Sem duvida uma das minhas preferidas da noite!

Isto aqui fui eu a sonhar com uma super sexy Sandra! Na verdade ela é Sexy mas eu queria Mais decote, Mais cabelo solto e um colar a cair com um pendente entre o peito… Se calhar não era nada “Oscares” mas que ela ia ficar uma brasa, lá isso ficava! – Em relação à realidade… não há nada a criticar mas também não há nenhum pormenor fora de serie. Não adorei o cabelo tão escuro… mas gostei imenso da maquilhagem bem dramática. A verdade é esta… não houve nenhuma aparição desta menina desde o dia zero deste “award season” em que ela se tenha apresentado menos bem. Go Sandra!!

Aqui não acertei por pouquinho… ãh meninas?! Nada mal para quem não percebe muito disto. E só cá para nós, azul por azul gosto mais do meu vestido Carolina Herrera que do Gucci tão estruturado que a Amy usou! Também adorava que ela tivesse levado o cabelo solto com um ondulado mais natural. Achei que ela estava linda, claro… mas não me senti arrebatada, tenho que confessar. Eu que me “apaixonei” tanto por esta pequena no filme The American Hustler, como vocês sabem (e quem não sabia pode ler AQUI) gostava de ter ficado de queixo caído … mas foi morninho, morninho… – Seja como for, achei que ela irradiava felicidade e confiança. Sentia-se a uma légua a sua maravilhosa auto-estima e isso é um dos melhores adereços que uma mulher pode vestir, sem dúvida.

E olhem que pertinho estive eu aqui com esta minha previsão para a rainha Meryl?! Sabemos que ela tem aquele seu registo tão típico e que a surpresa nunca será grande… Seja como for, achei-a no seu verdadeiro melhor. Admiro-a tanto que acho que está quase sempre bem com aquele seu espirito generoso e seguro. A grande recordista de nomeações para o Oscar de Melhor Atriz e que poderia bem ter ganho o seu 4º Oscar este ano, de tal forma foi extraordinária a sua atuação em “August: Osage County” tem uma graça natural que colmata a sua falta de noção de estilo. Pelo menos é a minha opinião….

Ui… aqui estive bem longe da realidade! – De qualquer forma tenho que partilhar que enquanto escolhia este vestidinho encardaducho para a minha amiga Julia lembrei-me que as probabilidades de ela vestir preto seriam grandes uma vez que perdeu uma meia irmã nos últimos dias. Pelo que a comunicação social fofoca não eram as melhores amigas mas o vestido encarnado podia cair meio mal. Mas confesso que depois de me lembrar deste pequeno grande detalhe não me apeteceu ir procurar um vestido preto porque me apetecia ver a nossa Pretty Woman de encarnado e pronto! – Quanto ao vestido de renda preto, era bonito, claro. Não perdi a cabeça mas ela estava radiante com as suas novas madeixas loiras.

E pronto, vou acabar com chave de ouro. Não só porque a nossa Cate levou a estatua para casa e provou mais uma vez que é uma atriz extraordinária, mas, e principalmente, porque acertei no vestido que ela ia vestir. Juro-vos que fiquei completamente incrédula quando a vi chegar à Red Carpet. Até pensei que era um vestido muuuuiiito parecido… Mas quando O Rayan Seacrest lhe perguntou ” what are you wearing?” e ouvi as palavrinhas Armani Privé a saírem da sua boca… nem queria acreditar na coincidência de ter acertado na mouche! – Escusado será dizer que amanha vou jogar no Euromilhões. Amanhã?!… São 5:00 a.m. Maria Barros!!! Vais jogar no euromilhões hoje, seja lá a que horas consigas acordar. Credo… Pronto, provou-se que o vestido que escolhi para esta loira maravilhosa lhe ficava efetivamente bem! – Condesso que fiquei apaixonada por aqueles brincos que me pareceram ter turquesas e brilhantes (vou saber… ) – Sim, agora (neste momento) já não vou saber mais nada nem vou escrever mais nada…. Esta aventura acaba aqui!

Obrigada por me terem feito companhia nesta cerimonia dos Oscares, já que por aqui nem a minha cadela Kate quis ter nada a ver com isto. Enquanto fui vendo a cerimonia, ia escrevendo e confesso que me diverti a dobrar!

Amanhã volto para o rescaldo e um post menos ensonado!

Uma ótima segunda feira para todas e todos.

BEIJINHOS,

MARIA

 

And the BAFTA for best dressed goes to….

Fevereiro 17, 2014 in FASHIONABLE

A red carpet dos BAFTA Awards (British Academy of Film and Television Arts) é, sem duvida, a “parente pobre” das Red Carpets desta temporada. Não estou a falar da importância dos prémios…. Mesmo, e só, do aparato da Passadeira Vermelha. Começa por não ser tão bem organizada… nas “red carpets” americanas tudo é estudado ao minuto, as atrizes vão chegando de uma forma cronometrada e as entrevistas seguem-se umas às outras de uma maneira metódica e organizada. Nos BAFTA a coisa é mais à europeia em todos os sentidos. Os apresentadores parecem sempre ligeiramente desorganizados e sem perceber ao certo quem chega… parece tudo bastante mais improvisado. Depois está sempre um frio descomunal… quando não está mesmo uma tempestade de chuva e vento, como foi o caso do ano passado. Claro, não há milagres… Fevereiro em Londre?! Onde estavam com a cabeça quando decidiram esta data? Vejam lá se os Franceses não fazem o seu festival de cinema de Cannes em Maio?? Claro… chama-os de parvos! – Seja como for, os homens sempre passam com mais à vontade… agora as mulheres… com vestidinhos sem mangas?! Pobres… o ar de sofrimento nem nos deixa gozar o momento. Por isso eu não sou fã desta Red Carpet… sofro por elas… não vos sei explicar! É mais forte que eu! – Mas mesmo assim vejo! Por isso não queria deixar de fazer o meu post sobre as minhas preferidas…. ( e reparem como estou a melhorar em timming!!! Os prémios num dia e o post logo no outro! – Eu faço-me! Qualquer dia estou a postar em simultâneo! ; ) Just Kidding!)

LUPITA NYONG’O

CHRISTIAN DIOR COUTURE

Esta rapariga, converteu-se, literalmente, na Red Carpet Queen de 2014! – Faz consequentemente escolhas acertadas e não há como não ficar rendida à sua elegância e bom gosto! Ou antes, ao bom gosto da sua stylist e ao seu bom senso. Sim porque ninguém acha que é ela que faz estas escolhas por si, certo? O tempo dessa nossa ingenuidade já lá vai… correto, amigas?! Hoje em dia sabemos que as pessoas que vestem estas celebridades são, algumas delas, celebridades no seu próprio direito. Casos como o de Rachel Zoe são exemplos de como as pessoas responsáveis pelo sucesso destas actrizes nas passadeiras vermelhas são quase tão importantes para a projeção das suas carreiras, como o seu desempenho nos filmes em que participam. Serem boas atrizes vale-lhes bons papeis, serem notadas e fotografadas nas passadeiras vermelhas, vale-lhes contratos milionários de publicidade e box office. Isso traduz em melhores papeis e cachês milionários. That’s how it goes!

LINDA sem mais palavras! Este vestido verde esmeralda foi uma escolha mais que acertada e a verdadeira joia naquela passadeira ligeiramente “boring”. AMEI mesmo! O meu favorito da noite!!!

ANGELINA JOLIE

SAINT LAURENT

OMG…. o que são estes dois???!!!! – São realmente um casal “visualmente irrepreensivel”. Nunca saberemos ao certo de são mesmo felizes, se ela é realmente desequilibrada, se a vida com aqueles milhares de filhos é mesmo um inferno ou se tudo é um mar de rosas … mas que são os dois LINDOS de mais e que arrasam quase sempre que aparecem publicamente, isso ninguém pode negar!

Eu achei a escolha dela uma das mais inteligentes e acertadas da noite. Calças e blazer parece-me muitíssimo bem numa noite gelada de Fevereiro. Mas não são umas calças e um blazer quaisquer… estamos a falar de um Le Smocking YSL original.

Acho que todas as mulheres deviam ter o direito a um Le Smocking na vida. Devia ser uma obrigação da Segurança Social oferecer-nos um destes quando chegassemos à idade adulta. Entre tantas outras coisas que a Segurança Social nos podia oferecer… ; ) E pronto… estava feito. A partir daí sabíamos que, em qualquer situação mais formal, fosse verão ou inverno, tivéssemos ou não a depilação feita, a barriga em ordem ou o tom da pele perfeito, iríamos sempre parecer bem. Um verdadeiro KIT Primeiros Socorros para festas! – Mas para ser tinha que ter a etiqueta YSL. Um dia, não há muito tempo, caí no erro de ir experimentar um smocking da Zara e o resultado foi gravíssimo. Nunca caiam nessa tentação. Melhor fazer um “porquinho” e no dia em que o “porquinho” estiver bem “gordinho” com 2500 € na “barriguinha”, então fazemos a compra certa.

Amei este look! – O cabelo, a maquilhagem, o brinco, o laço desfeito, a camisa, o sapato de verniz e… o marido! Também! Muito bem escolhido sim senhor! – A malta grama mesmo este casalinho!!

 

NAOMIE HARRIS

GUCCI

Eu lá podia ser indiferente a um vestido cor-de-rosa com um cinto preto!!?? …. Claro que adorei! – Adorei várias coisas, para além da conjugação das cores. Adorei o decote vertiginoso e a racha muito pouco comedida. Sempre que um vestido ou um outfit deitam por terra uma destas “regras da moda”..  (regra #546 – temos que escolher entre mostrar muito decote ou muita perna) acho sempre alguma graça. Especiamente neste caso em que com o decote até ao umbigo e a racha até a virilha, a atriz estava chiquissima e com o ar mais seleto e elegante do mundo. Uma questão de atitude amigas! Atitude e bom ar! – Ajuda muito!!

Adorei também as mangas nos 3 ºC Londrinos! – Gostei do cabelo, do brinco, da cor das unhas… gostei de tudo! Estava linda e com um ar distintíssimo!!!!

Bom… tenho de ir trabalhar! – A conversa estava maravilhosa mas hoje é segunda feira e eu tenho muita coisa para fazer! – Imagino que vocês também por isso, bora fazer pela vida !!! : )

BEIJINHOS E BOA SEMANA DE TRABALHO PARA TODOS!!!!

MARIA

 

The Best and the Worst from the Golden Globes

Janeiro 15, 2014 in FASHIONABLE

Pronto, finalmente dois minutinhos de paz para escrever sobre a maravilhosa Red Carpet dos Globos de Ouro. A primeira cerimonia de prémios deste ano de 2014! Uma grande excitação portanto, certo??!!

Claro que, no doming à noite, não houve quem me tirasse de frente da televisão, pregada a ver a transmissão da Passadeira Vermelha no canal E!. Começou às 11:00 mas acho que podia ter começado as 2:00 da manha que eu iria arranjar forças para esperar. ( E olhem que eu gosto de me deitar cedo…)  Sou completamente fascinada por cinema e este ano fiquei em estado de estase quando percebi que  o Canal Sic Caras ia transmitir toda a cerimonia em direto. Ui.. aquilo é que foi… Senti-me a vizinha cusca a entrar finalmente na casa do lado para onde só via entrar miúdas giras há muitos uns anos. Ver quela sala de jantar tão bem recheada e ver toda aquela cerimonia em direto foi a cereja no topo do bolo!

Mas vamos ao que interessa porque a malta quer é ouvir falar de trapos! – Já se deve ter dito tudo, imagino… mas como já me conhecem e eu ando sempre com uma semana de atraso em relação ao resto do mundo, acho que chegar a 3a à noite e fazer o meu post sobre a Red Carpet é já uma lança em Africa.

Não vale a pena voltar a repetir que as acho todas, quase sem exceção, tão, mas tão acima da média que até pode parecer mal qualquer reparo. Todo aquele passeio de fama, moda e vaidade me intriga e ao mesmo tempo encanta, principalmente porque estou a assistir de pijadinha e sem qualquer tipo de stress aqui bem longe, deste lado do mundo. Acho, honestamente que não deve ser fácil estar ali… ter o mundo inteiro a olhar e julgar e a sentir-se no direito de poder tirar uma lasquinha para rir. Ou seja, fazer exatamente o que eu vou fazer já a seguir…. Olha, sabem que mais? Temos pena, mas nenhuma delas nos vai ler por isso deixem lá a malta rir-se só um bocadinho. Seja como for, antes de chegar às más tenho que começar, como sempre, pelas boas, certo?!  Como, quase sempre, singi-me  às 3 mais giras e às 3 que, por qualquer razão, achei que estavam menos bem. Então aqui vai…

LUPITA NYONG’O IN RALPH LAUREN

Acho que este vestido ganhou também pelo sempre extraordinário fator SURPRESA! Na verdade eu já me tinha apaixonado pela  atuação de Lupita Nyong’o no filme 12 ANOS ESCRAVO e, claro, voltei a apaixonei-me ainda mais um bocadinho quando a vi aparecer no domingo passado na Passadeira Vermelha! Pessoalmente adoro um vestido com capa. Acho quase sempre elegante e poderoso… Este vestido é efetivamente sublime, tem uma cor linda e parecia ter sido cosido no corpo escultural da atriz, de tal forma lhe assentava bem. Ela estava sorridente e linda com os seus lábios cereja e aquele ar descomprometido de quem não se esforçou de mais mas de quem, também, não quis passar despercebida. Not a problem Lupida! Mesmo para quem não tenha assistido a tua maravilhosa interpretação da escrava Patsey, quem te viu naquele fim de tarde nos Globos nunca mais te vai esquecer. Isto é o que se chama..  “the power of a dress” !!

 CATE BLANCHETT IN ARMANI PRIVÉ

Quando a vi entrar até parece que ouvi os primeiros acordes da celebre canção dos Excesso … A verdadeira Rainha da Noite!! Só não está em primeiro lugar nesta lista porque fiquei mesmo apaixonada pelo vestido da Lupita… Mas o que foi esta mulher na passadeira vermelha??? – Que arraso!! – O vestido era imaculado, detalhado, precioso… era mesmo um vestido de princesa. Tinha um decote nas costas de puro assombro e a forma como a renda preta contrastava com a sua pele imaculadamente branca… foi mesmo um momento… Um momento de moda e cinema! – A Cate Blanchet, mais uma vez, deu uma lição de estilo e elegância ao mundo que pára para a ver. Não só porque é uma atriz maravilhosa, de um talento fora do vulgar, mas porque consegue, quase sempre, fazer as escolhas de guarda roupa que a favorecem e que a transformam numa verdadeira Diva de Hollywood. Adorei a maquilhagem e os brincos Chopard. Devem ser em conta… – Quem não a viu em blue Jasmine não perca o filme em DVD ou em formato Zon ou Meo. Não só porque o filme é belíssimo, mas para ter o privilégio de assistir à atuação de uma atriz de um talento fora do comum!

EMMA WATSON IN DIOR 

Pinta, pinta, pinta!!! – A miúda mais cool dos Golden Globes! – Digam lá que este vestido não é de morrer?! – O mais insolito e original possível! – Eu que tenho a mania de dizer que não gosto de vestidos com calças… Mandem lá vir as calças!!! Pretas, com vestido cereja e sapatos roxos?! Topo tudo!!! – Se me fizessem esta descrição sem ver uma fotografia, tenho a certeza que ia achar medonho. E quê?.. Um vestido comprido tipo bata, aberto , com umas leggings pretas … Péssimo! Mas ver esta pequena aparecer com aquele ar descontraído , sem carteira mas com bolcinhos para pôr as mãos… ( Um vestido com bolso é sempre maravilhoso!!! Não há duvida!)  – De resto, o cabelo estava giro, o brinco era giro,  os anéis eram o máximo e ela, como dizem os brasileiros… “estava podendo”!!! – Adorei mesmo!!

Agora vamos à parte mais divertida… bora lá afiar as facas e cortar só um bocadinho! – E o prémio para a pior vestida dos Golden Globes 2014 vai para….

LENA DUNHAM IN ZAC POSEN

Que medo!!! – Oh Lenita… por onde é que eu posso começar?! – Vou começar pela cor do vestido, e olha que eu gosto mesmo muito de amarelo… mas desta feita não é para ti Lena! Eu sei… ele há miúdas que ficam giras de amarelo… pois há… mas não es tu! Mesmo! Depois… a forma… um cai-cai estruturado de seda e sem um “spandexsito” por baixo… também não pode ser Lenita! Nesta foto estás particularmente bem mas ele há com cada uma em que estas de lado e onde a tua  silhueta fica bastante comprometida, deixa-me que te diga! O cabelo… apesar de estar ligeiramente melhor que nos Emmys, mesmo assim ainda estava muito… à falta de melhor palavra… mal. A pose… um pequeno desastre. Há fotos em que parece que estás com uma mola partida no abdominal de tão curvada que pousas-te. Mas eu sou querida e juro que escolhi a melhor foto que encontrei. E perguntas porquê? Para não desanimares! Tens que continuar a ir a estas Red Carpets porque és mesmo um dos momentos altos e quase sempre de grande hilaridade! Abençoado stylist a quem deves pagar uma pequena fortuna!

AUDREY PLAZA EM OSCAR DE LA RENTA

Pois, eu realmente tenho uma imbirraçãosinha com estas duas cores juntas. Até gosto de lilás e roxo separadamente mas em formato “pandã” confesso que me encanitam ligeiramente. Completadas com o sapinho de flores a condizer e com o colar de pedras em todos os tons possíveis, do lavanda ao purpura, sempre em grande cumplicidade cromática… ui, não aguento! – Acho que esta rapariga parece tirada de um casamento americano cafona anos 90. Não se escapa nada! – Assim, com tanto rosa e roxo, nem uma Barbie eu engolia quanto mais uma atriz numa das Red Carpets mais importantes do ano. Um conselho de amiga Audrey… Fogueira com isso! O Oscar não fica triste deixa estar… triste deve ter ficado ele quando te viu aparecer no ecrã. Porque digo-te uma coisa… esse vestido com uns sapatos encarnados e uns mega brincos turquesa ainda passava. Mas assim… foi tudo ao lado! T-U-D-O! Sorry…

HEIDI KLUM EM MARCHESA

Isto não correu nada bem, pois não, Heidi?! – A sério… tanto Project Runaway, tanta sessão fotográfica de moda, tanto estilista e stylist que deves conhecer e apresentas-te assim para os Golden Globes?? Isto é um exemplo de como se arruina com um vestido numa passadeira vermelha! – Se bem que nem sequer morro de amores pelo vestido, principalmente pelo excesso da cauda,  mas dentro de um gênero boudoir, renda, lengerie trent… eu até o entento. Até acho que consigo imaginar algumas pessoas a quem este vestido ficasse ligeiramente bem mas efetivamente a produção seria sempre diferente.  Com esse colar e esse penteado, parece que estás… mascarada de dona de Bataclã! Não sabes o que isso é?! Pois, não vês telenovelas brasileiras… se visses sabias! É assim um gênero meio atrevidote  mas com ar cafona e baforento….  – Enfim, caso para te parafrasear.. “In fashion, one day you are in and next day… you are SO out!” Auf Wiedersehen Heidi!!!

A Bela Jaqueline Bisset em… É indiferente! : )

Jackei, eu sei que és umas das mulheres mais bonitas do mundo! Eu sei que quando se ganha esse estatuto quase tudo é permitido…  É indiferente se, com esse vestido, parece que vais desfilar para uma escola de samba… A vida é mesmo uma festa… venha de lá esse tule e o dourado!! Mas o cabelo Jaqueline… o que foi que aconteceu com esse teu cabelo??? – Só tenho um conselho para ti… aqui em Portugal a malta chama-lhe Brushing! – Uma escovinha…  Já não te peço mais nada! Só mesmo que passes uma escovinha nesse cabelo.

Pronto, e com esta me vou que já é tarde! – Agora que apanhei balanço, ficava aqui até às duas da manhã a cuspir facas e ácido sulfúrico mas há uma noite para dormir e muita vidinha para além dos Golden Globes! Espero que se tenham divertido e que não tenham levado a mal as minhas brincadeiras! – São só isso mesmo… brincadeiras para vos por um sorriso nos lábios num dia de chuva!!

E vocês… contem-me qual o vosso preferido e aquele que deitavam à fogueira!! – Já agora, para eu me rir também…

Um beijinho para todas!!!

MARIA

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: