A nossa cozinha nova

Outubro 20, 2017 in MY DESIGNS, MY WORLD OF INTERIORS

Cozinha MB

Já vos devia este post há algum tempo, não é verdade?! O facto de andar muito pouco ativa aqui pelo blog não terá ajudado, mas, como diz o ditado, mais vale tarde que nunca, e hoje partilho convosco fotos da nossa cozinha que mostram bem como ficou diferente depois da reforma que fizemos há uns meses.

Muito importante lembrar que continuámos a viver em casa durante as duas semanas em que a obra durou e sobrevivemos, inclusive a 2 ou 3 dias sem caldeira. O que podia ter sido um total incomodo acabou por ser (quase) uma aventura divertida… fizemos o reconhecimento de todos os restaurantes da zona e abusámos da boa vontade e hospitalidade da nossa vizinha Mafalda, onde a Clarinha tomava grandes banhos e onde passámos alguns serões bem divertidos.

As principais razões que me fizeram querer renovar a cozinha foram, em primeiro lugar, o seu aspeto já ligeiramente outdated, depois o facto de alguns eletrodomésticos começarem a dar sinais dos tempos (ao fim de 15 anos de muito uso é normal) e porque um ano antes tínhamos renovado as áreas sócias e a diferença que se sentia na transição dos espaços era quase incomoda, pelo menos para mim.  De um momento para o outro, livrar-me daqueles azulejos verdes e armários verdes, tornou-se mais que imperativo. E pronto, assim aconteceu!

Cozinha MB

A maior diferença do lay-out anterior para o atual, foi a inserção de um móvel ilha que foi uma ajuda preciosa para tornar a cozinha mais prática. Há 16 anos quando desenhei a primeira cozinha achei que ter uma area aberta sem moveis ia dar jeito para tem tinha um bebe acabado de nascer e a verdade é que aquele chão, ao longo dos anos, viu muito triciclo, skate, patins e muita brincadeira…  por isso acho que a escolha que fiz na altura terá sido acertada.

Cozinha MB

A nossa placa de fogão anterior tinha dois bicos de gás e dois de indução que eu, literalmente, nunca cheguei a usar por isso desta vez assumi que sou mesmo old fashioned nestas coisas e encomendei uma placa preta com quatro bicos de gás à moda antiga.

O suporte e os utensílios de cozinha pendurados na parede são os originais que tenho há 16 anos. Da marca Rosle. Na altura foram caros, mas percebem como se pagaram a eles próprios?! Impressionante a qualidade…

Cozinha MB

Optámos por um lava loiça de uma única cuba e a torneira tipo peixaria foi o unico requisito do Rui para esta nossa cozinha, por isso, não foi sequer uma questão. Tinha mesmo de ser assim! Ele ficou contente e, na verdade, eu também porque estas torneiras são muito práticas.

Cozinha MB

Cozinha MB

Neste canto tínhamos um armário despenseiro com gavetas “tipo farmácia” e não vos posso explicar o que aquelas gavetas já me irritavam. Fiquei feliz de ter estas prateleiras onde colocamos cestos… de fruta, legumes, pão… o que for… Estão ali à mão, de fácil acesso, como eu gosto. Aquela arca da coca-cola é original o foi um presente da minha família americana da AFS por isso é daqueles cromos que terá sempre de ficar pelo valor sentimental.

Cozinha MB

Sim, é verdade… etiquetei quase tudo o que havia para etiquetar, mas ainda tenho um longo trabalho pela frente… ; )

Cozinha MB

Os azulejos pretos e brancos têm uma medida maior que os azulejos normais. São 20×20 e apesar de parecem muito simples não existiam no mercado pelo que foram feitos por encomenda para este projeto e resultaram lindos. Foi a decisão que mais me custou fazer e a que mais gostei no final.

Cozinha MB

Cozinha MB

As prateleiras e bancadas de madeira envernizada foi uma encolha fácil porque durante anos foi assim na cozinha anterior e eu gosto do contraste meio rústico da madeira com a superfície clean dos armários lacados.  Acho acolhedor, gosto do tato da madeira e a ultima coisa que queria era ter uma cozinha com um ar cirúrgico ou de clinica como agora brotam por aí como cogumelos. Tinha vontade de ter armários brancos, é uma realidade, mas também não queria ter uma cozinha com ar minimalista.

Cozinha MB

Cozinha MB

Mantive o forno e micro-ondas exatamente onde estavam os anteriores. A maior diferença é que este micro-ondas da AEG também acumula as funções de forno e é tão eficiente que muitas vezes acaba por ser aquele que uso mais vezes. Na verdade tenho a conveniência de ter dois fornos quando quero fazer um bolo ao mesmo tempo que um prato de forno e nesta fase em que ando super entusiasmada com a “arte” da culinária, tem provado ser muito útil!

Cozinha MB

Neste alçado criei o que chamo, a estação dos pequenos-almoços, onde tenho sempre à mão quase tudo para preparar os nossos pequenos almoços de todos os dias e onde tenho em exposição a minha máquina de café DéLonghi que adoro. Parece um brinquedo… é linda e faz-me o melhor café todas as manhãs!

Cozinha MB

Cozinha MB

Acabei por comprar também uma torradeira nova. Escolhi a Kenwood com vários programas especiais… pão de forma, bagel, croissant e baguete. Aconselho. Não tivemos mais torradas queimadas cá em casa!

Cozinha MB

Troquei o frigorifico anterior por uma versão atualizada mas muito semelhante da AEG. Quando nos habituamos a ter uma máquina de gelo e agua filtrada, é difícil abdicar. Este frigorifico tem uma particularidade muito simpática que é uma porta para bebidas. É pratico, poupa energia e é amigo do ambiente.

Cozinha MB

A copa, onde fazemos maior parte das refeições quando só estamos os quatro, é uma pequena area que adoro porque é prática e, por ter uma decoração ligeiramente diferente, torna o ato de fazer uma refeição na cozinha, tão mais civilizado.

As cadeiras e a mesa são as mesmas da decoração anterior. Na verdade as cadeiras são originais Vitra e sim são as mesma há anos sem fim. A mesa é da IKEA, igual à mesa anterior, mas esta é nova porque a outra já estava mais para lá do que para cá. Adoro esta mesa deve ser das melhores compras da IKEA…

Cozinha MB

Cozinha MB

Este papel de parede tão Beverly Hills Hotel style é assim a carta mais fora do baralho de toda a cozinha. Eu sei, ou se odeia ou se adora. Eu, claro, estou no Team LOVE… mas também não vou ficar muito atrapalhada quanto me fartar. São só dois rolos de papel. Troca-se. Alias a cozinha acabou por ficar tão neutra que se eu não trouxesse um elemento fun para a decoração, nem seria eu. Assim, fica definitivamente, com a minha assinatura.

Cozinha MB

Cozinha MB

Para quem não conhece, esta é a Kate Moss a nossa Jack Russel que, apesar dos seus 9 anos, continua quase tão doida como no dia em que veio cá para casa… E sim, a cama dela está a altura da nova cozinha. Ela merece!

Enfim, espero que tenham gostado. Se tiverem perguntas deixem-nas que tentarei responder. Vou deixar-vos o contacto do fabricante de cozinhas [ PORTAS E GAVETAS ] que fez não só esta mas que tem sido meu parceiro em vários projetos ao longo dos últimos anos. É nacional, competente e cumpridor nos prazos de entrega e montagem. Quem quiser pedir um orçamento para renovar a cozinha, aproveite esta campanha que estamos a fazer em parceria e use o código MBHome no ato do pedido. As minhas leitoras beneficiarão de um desconto de 10%. Elas já têm um preço bastante acessível, desta forma fica irresistível. Eu sei, sou querida! Aproveitem!!

PORTAS E GAVETAS
Av. 25 de Abril, lote 2, loja 1 – 2400-265 Leiria
tel: +351 244 837 890
Telemóvel: +351 939 087 320
portasegavetas@hotmail.com

WWW.PORTASEGAVETAS.PT

beijinhos

 

#TBT – My Hall as it was, Before

Agosto 4, 2016 in #TBT, MY DESIGNS

Maria Barros Home Hall ANTES

Maria Barros Home Hall ANTES

Para quem não se lembrava, o meu Hall na sua segunda versão era assim… Confesso que ao fim de um ano, já nem eu me lembrava bem como era…

Sempre adorei esta decoração. Era muito gráfica, tinha imensa personalidade… mas, confesso, que vendo agora em comparação, prefiro muito mais a versão atual. É bom sinal!

beijinhos

Sneak Peek at a New Project

Novembro 23, 2015 in MY DESIGNS

Maria Barros Home

Esta vossa amiga desnaturada veio aqui hoje para vos deixar imagens de um novo projeto. Batizei-o de East meets West. Isto porque apesar de ser um apartamento de cidade (e em Lisboa)  tem algumas referencias árabes/marroquinas como o desenho trabalhado do tapete e as lanternas perfuradas… tanto as metálicas suspensas, como as de cerâmica vidrada colocadas nas mesas laterais dos sofás. Um espaço que vive da sua simetria, da, quase, inexistência de padrões e da sobriedade das cores. Mas que, ao mesmo tempo, é rico em texturas… o revestimento cerâmico das paredes, o papel de parede desenhado com brilho e mate, o cheveron em relevo nos armários de madeira lacada e as misturas dos tecidos escolhidos. Mais importante, reflete 100% a personalidade dos proprietários. Um casal jovem que quis responder às exigências mais requintadas da mulher sem esquecer o lado mais descontraído do marido. East /West. Yin /Yang. Venus/ Marte… Missão cumprida.

Espero que gostem!

beijinhos

 

Welcome to our World!

Março 18, 2015 in MY DESIGNS, MY WORLD OF INTERIORS

Clarinha

Bem-vindos ao novo mundo (domestico) da Clara e do Salvador! – Como vos diria a Clarinha… “Bem-vindos ao meu apê !”

Acho que depois de tantas explicações, [AQUI] penso que estas imagens não precisam de legendas. Só não queria deixar passar um pormenor que tem alguma graça e que pode não ser completamente evidente nas fotos… Os quartos têm os dois exatamente a mesma forma e os mesmos metros quadrados. O quarto do Salvador, devido a um pedido expresso dele, é muito mais simples e tem muito menos elementos que o quarto da Clara. Temos mais paredes brancas, maiores superfícies lisas e não colocámos a divisória a meio. O Quarto da Clara tem muito mais cor e mistura de padrões como podem testemunhar pelas fotos.

Todas as pessoas que veem os quartos, pela primeira vez, têm a sensação que o quarto da Clara é maior. Quando lhes digo que os quartos são iguais ficam sempre incrédulas assim como quem tem vontade de pegar numa fita métrica e comprovar.

Vale o que vale… mas para mim, que vivo com a desconfiança e o receio de clientes, que acham sempre que cor e padrão lhes vai “diminuir” o espaço, ficam aqui com a, inequívoca, prova em contrario!

hallQuarto Salvador

Quarto Salvador

Quarto ClarinhaQuarto da Clarinha

Quarto da Clarinha

Quarto da Clarinha

Quarto da Clarinha

Quarto da Clarinha

Quarto Clarinha

Quarto da Clarinha

Quarto Clarinha

Quarto da Clarinha

Quarto da Clarinha

DSC_0934

 

Quarto da Clarinha

Quarto Clarinha

Quarto da Clarinha

Quarto Salvador

Quarto do Salvador

Quarto do Salvador

Quarto do Salvador

Quarto do Salvador

Quarto do Salvador

Quarto do Salvador

Quarto do Salvador

Quarto do Salvador

BathroomCasa de Banho Clara e Salvador

Casa de Banho Clara e Salvador

Casa de Banho Clara e Salvador

Casa de Banho Clara e Salvador

Casa de Banho Clara e Salvador

Fotos by Teresa Aires

A Casa de banho já existia e sofreu pouquíssimas alterações mas não a quis deixar de fotografar para vos dar a “full picture”.

Ainda tenciono fazer um post com a “Ficha Técnica” completa. Acho que é mesmo só o que fica a faltar.

Já sabem… se tiverem alguma questão deixem-na na secção dos comentários em baixo. Entretanto espero que tenham gostado e que esta remodelação possa, de alguma forma, ter sido uma inspiração!beijinhos

Pequeno Luxo by Caras Decoração

Março 4, 2015 in IN THE PRESS, MY DESIGNS

A revista Caras Decoração de Fevereiro publicou uma reportagem com um apartamento decorado por mim que eu já tinha partilhado em primeirissima mão convosco, aqui, no Addicted-to-Style. Trata-se de um pequeno duplex em Lisboa que lhe falta em metros quadrados tudo o que lhe sobra em charme. Foi um projeto que na altura “batizei” de Small Luxury e foi também assim que a revista Caras o entendeu… Como um Pequeno Luxo!

Para quem não viu esse post, nem a reportagem da Caras, aqui fica (mais) um registo! – Espero que gostem!

1-2

2-3

5-6

7-8

Amigas, leitoras e viciadas… Eu não me esqueci de partilhar convosco os quartos acabados da Clarinha e do Salvador. O que seria?! Muito esquizofrênico da minha parte.. no minimo! 😉 O dia das fotos (finais) já está marcado para a semana. O dia do post (final) não tardará. Por favor não se esqueçam que, no meu caso, há toda uma vida (às vezes bastante complicada) para além deste blog. Este não é o meu emprego das 9:00 as 5:00. Tenho uma empresa para gerir e uma família para cuidar. Às vezes perguntam-me como tenho tempo para fazer tanta coisa. (?) Mas outras vezes parecem não entender que o meu tempo só estica na medida que o vosso estica. Faço o meu melhor e tento desdobrar-me mas, por vezes, não dá mesmo para tudo. Sorry!

beijinhos

 

Loiça ao Kg. A sério?!

Fevereiro 11, 2015 in MY DESIGNS, MY WORLD OF INTERIORS

Cerâmicas na Linha

Uma leitora enviou-me uma mensagem a perguntar a proveniência do serviço de mesa do projeto Menino do Rio que partilhei na segunda feira. E como já há um tempo que eu andava com vontade de vos contar sobre a existência desta loja, aqui vai…

Foi uma das arquitetas que trabalha aqui no atelier que me falou pela primeira vez da Cerâmicas na Linha. Uma loja que vende peças de cerâmica ao kg. A sério?! No mínimo, é invulgar. Um dia, pouco antes do Natal, lá fui conhecer. Fiquei rendida ao conceito e à escolha. Maioria das peças são fabricadas em Portugal para exportação mas por qualquer infimo defeito de fabrico ou porque uma determinada coleção é descontinuada passam ao estatuto de refugo. Mas, amigas, é um refugo giro que se farta e onde encontramos peças diferentes e originais. Nessa altura comprei pratos para substituir os que usávamos, há anos, todos os dias cá em casa porque era uma das minhas resoluções para 2015. Ano novo, mesa nova!

No caso deste projeto, a cliente procurava um serviço para todos os dias que se integrasse na nova decoração e que fosse, ao mesmo tempo, original e divertido. Era importante que o preço fosse simpático e então lembrei-me de passar novamente pela Cerâmicas na Linha e tive sorte porque estes pratos azuis e verdes estavam lá praticamente a sorrir para mim e a gritar… “Leva-me!!!”

Não sei exatamente quantos Kgs comprei mas asseguro-vos que a conta foi muito simpática e o resultado superou as expetativas. Na verdade as possibilidades são infinitas. Podemos sair de lá com um conjunto muito certinho e todo a condizer ou podemos “viajar na maionese” e fazer um serviço de mesa à medida da nossa imaginação, misturando cores, formas e padrões!

Cerâmicas na Linha

Cerâmicas na Linha

Cerâmicas na Linha

Se passarem por lá, digam que vão da minha parte e mandem um beijinho meu à Catherine. Uma amiga da minha irmã e da família de toda a vida e que tive o prazer de reencontrar por lá, depois de muitos anos sem nos cruzarmos. É ela que lá está para vos guiar pelo maravilhoso mundo da Cerâmica ao Kg!

Para saberem um pouco mais sobre a loja sigam o link [AQUI] da página oficial do Facebook, ou liguem diretamente para T. 21 457 5920. Acho mesmo que vão gostar!

beijinhos

A eterna questão…. Tinta ou Papel de Parede??

Janeiro 27, 2015 in MY DESIGNS

PINTURAS

PINTURAS

Papel de Parede Quarto da Clarinha

Quarto da Clarinha

Uma simples lata de tinta, fita de pintor, pinceis, trinchas…um bocadinho de imaginação e…. a magia acontece!

Sei, como maior parte dos designers de interiores, que o efeito conseguido com a aplicação de tinta é, muitas vezes, difícil de superar. Com tinta, um par de mãos e olhos experientes, conseguimos o resultado imaginado de uma forma mais precisa. Sabermos que podemos personalizar 100% uma decoração usando exatamente as cores que desejamos, pela ordem pretendida, na escala ideal… não tem preço.

Por outro lado adoro a simplicidade, a brevidade, o pragmatismo e o conforto tátil do papel de parede… Quando falo em simplicidade refiro-me ao lado prático, rápido e ao seu efeito “flash”, porque na verdade um papel de parede pode ser um elemento muito requintado numa decoração, dando-lhe um conforto extra que não se consegue atingir com paredes estucadas e pintadas.

Pessoalmente adoro misturar os dois elementos num mesmo espaço. A coexistência de paredes revestidas a papel com outras pintadas é um fator recorrente nos meus projetos… e o sótão, neste caso, não foi exceção!

No quarto da Clarinha, em duas paredes pintámos riscas cor-de-rosa e na parede da secretária e na parte que passou a ser o seu “Quarto de Vestir” usámos o nosso papel de parede Formentera by MB Home.

No quarto do Salva um mural de graffiti coexiste com uma parede forrada com papel de parede (Saraille Cobalt da Designers Guild que eu adoro de paixão). Para além da tinta e do papel, existe também um nicho que foi forrado com o mesmo revestimento aplicado no chão, um soalho flutuante branco – Natural Nordico da PORCELANOSA . Os 3 elementos misturam-se de forma harmoniosa.

PINTURAS

Graffiti

Graffiti

Papel de parede DG

Papel de Parede

papel de parede DG

roble branco PORCELANOSA

Por fim ainda temos o hall dos quartos onde pintámos um Chevron (zig-zag) a 4 cores. A parede ficou gira, gira…

PINTURAS

PINTURAS

No fundo, é essa mistura de cores, texturas e materiais que tornam um projeto de decoração mais emotivo e pessoal. Quando entramos num espaço gostamos que os nossos sentidos sejam simultaneamente estimulados e mimados. Foi essa a minha principal intenção e fiquei muito feliz com o resultado final! – Estou cheia de vontade de vos mostrar a obra acabada (que já está) mas tenho de reunir dois fatores importantes… um dia de sol e o olhar da minha amiga Teresa Aires. – Até lá, vou fazendo estes posts sobre as diferentes etapas do projeto. Espero que aproveitem o lado didático! – Se tiverem questões que queiram que responda, é só escrever nos comentários!

Os papeis de parede Designers Guild são distribuidos em Portugal pela empresa Pedroso & Osório. Espreitem a página da P&O no Facebook [AQUI] e suspirem muito….

beijinhos

Graffiti Fever

Janeiro 26, 2015 in MY DESIGNS

Graffiti

O Salvador, no seu quarto de sempre, tem uma parede com um grande mapa mundo que ele adora. Gosta tanto que quando começámos a pensar em remodelar os espaços no sótão para os transformar em quartos (há mais de um ano), ele começou por dizer que queria voltar a ter um mapa igual… Mudar é sempre um stress acrescido na vida de uma criança e por vezes levar consigo as suas referencias visuais pode ser uma forma de proteção. Mas desde essa altura, até agora, o Salvador passou, literalmente de criança a adolescente e em Dezembro, quando lhe voltei a falar no quarto, já não mostrou qualquer vontade particular em que o mapa transitasse com ele. Também não fez nenhum pedido especifico para a decoração a não ser o facto que gostava muito de herdar a mesa de matraquilhos do pai (que ainda estava em casa da avó) e que a decoração tivesse alguma alusão ao seu club do coração … o Benfica. Sugeriu… Uma águia?! Oh… Meu Deus!!!

Seja como for pude planear a decoração sem grandes interferências mas, claro, sempre a tentar pensar com uma cabeça de 13 anos. Quase sedi ao devaneio da “águia” mas depois tomei um calmante e acordei para a vida. O que seria?! Era mau demais.

Pensei que se fosse rapaz iria adorar ter uma parede toda Graffitada. Muito possivelmente ele iria adorar graffitar a sua própria parede mas aí entram os meus limites de decoradora, certo?! – Liberdade de expressão é ótimo e eu promovo bastante mas calma. Para já e aproveitando que quem manda ainda sou eu, claro….

E foi assim que surgiu este ideia de contratar uma graffiter profissional para fazer um mega mural no quarto do Salvador. Eu fiz um esboço da ideia e a Catarina executou na perfeição.

O Salvador, desde o inicio, fez questão de não se envolver muito no projeto porque queria ser surpreendido, por isso ainda não viu nada. Sabe que vai ter uma parede graffitada mas a esta hora talvez ainda ache que voa por lá uma águia encarnada…

Salvador

Graffiti

Foi a primeira vez que trabalhei com Graffiti em decoração. Já tinha proposto antes, para projetos, mas nunca tinha seguido em frente. Acho que é preciso uma pequenina dose de loucura boa e coragem para alinhar num graffiti… principalmente pelo seu caráter espontâneo.

A coisa que mais me impressionou foi o facto de todo o mural ter sido feito (literalmente) numa tarde. Graffiti é uma arte muito imediata e por isso, ideal para a fauna dos apressados e impacientes. Ao meio dia a parede estava branca, às cinco da tarde estava de cair para o lado de gira! – Agora só espero que o Salva também goste!!

beijinhos

 

Graffiti

My son Salvador, in his room, has a wall with a large world map that he loves. He likes it so much that when we started thinking about transforming the attic  into their bedrooms (more than a year ago), he began wanting to take the world map to the new room … Change is always a plus stress fact in a child’s life and sometimes keeping their visual references can be a form of protection. But since then, until now, Salvador went, literally, from childhood  to teenage hood and in December, when I returned to him with this project  thing he no longer showed any particular desire on having the world map in the new room. He actually didn’t have many specific requests for the decoration but the fact that he would like to inherit his dad’s football table (which was still at Grandma’s house) and the decor had some allusion to his soccer team at heart … Benfica. He even suggested … An eagle?! Oh … God, no please !!!

Anyway, I actually planed the all thing without major interference but, of course, I always tried to think with a mind of a 13 year old. I almost felt for the eagle thing but I was smart enough to stop it before it started. It would have been to bad of an idea…

I thought he would probably love to have a graffiti wall. Quite possibly he would love to graffiti it  himself but then my interior designer boundaries spoke louder. – Freedom of expression is great and we promote it around the house but not quite so much to that extend. At least for now and taking advantage of the fact that I am still the boss around here.

And so I came to hire a professional artist to paint a wall mural at Salvador’s bedroom. I made a sketch of the idea and Catarina ran it perfectly.

Salva, from the beginning, made sure not to get very involved in the project because he wanted to be surprised, so he hasn’t  seen anything yet. He knows we had Catarina over and that she painted a mural but perhaps he’s thinking there’s a red eagle in the house… pore thing!

xoxo

É oficial… O Natal está à porta!

Novembro 27, 2014 in IN THE PRESS, MY WORLD OF INTERIORS

Natal Maria Barros Home

Pronto, é oficial… já começa a “cheirar a Natal” por todos os lados. O inverno instalou-se na nossa vida sem darmos bem conta.  De repente, hoje olho para o termômetro do carro e marcava 5ºC. Irra… Valha-nos o sol que brilha. Dias como o de ontem a malta embrulha e dá com carinho a quem gosta e precisa, certo?? Valha-me Deus… o que foi aquele diluvio?? Credo. Não aprecio nada nada nada….

Nesta fase do ano valem-nos dias como hoje em que o sol nos acorda com brilho, as castanhas a fumegar nas esquinas, tartes de maçã quentes a saber a canela, um copo de vinho tinto e uma longa conversa, a lareira, luvas, pantufas, uma botija de agua quente, um domingo à tarde a ver um filme no sofá e … o Natal. Com todo o amor que está associado a esta data, o natal é sempre uma lufada de luz no túnel destes dias cinzentos!

A revista Closet, já publicou a sua edição de Dezembro onde podem ler as minhas dicas para uma mesa de Natal perfeita! – Só para começarmos a entrar no espirito….

10 dicas mesa de natal

1 – Quando tenho vários convidados à mesa, gosto de marcar os lugares com pequenos marcadores de cartão para evitar confusões na hora de sentar.

2 – Escrever a ementa, fazer uma impressão personalizada e colocar sobre cada prato pode ser um uma forma simples de tornar a apresentação da mesa mais personalizada.

3 – Muitas velas

4 – Ter uma mesa de apoio ou side-board por perto para não ter de colocar as travessas e garrafas de vinho na mesa

5 – Ter um bonito arranjo de flores no centro da mesa. Controlar a altura para não bloquear a conversa. Não há pior que uma gincana de olhares para conseguir conversar num jantar…

6 – Eu gosto de não usar a tradicional toalha, tão típica das mesas portuguesas. Quando as mesas são bonitas aguentam muitíssimo bem ter só individuais ou mesmo marcadores. Fica simples e chic.

7 – Evitar reunir numa mesma mesa, o serviço de natal com os guardanapos de natal, com o arranjo de natal… menos é mais.

8 – Se a mesa tiver um candeeiro de teto ao centro, podemos utiliza-lo como apoio a algum tipo de decoração. Várias bolas de natal presas nas hastes de um candeeiro de teto pode ser o setting perfeito para uma mesa de natal e deixa-nos espaço livre em cima da mesa para tudo “respirar” melhor…

9 – Se possível não abdicar dos guardanapos de pano. Afinal de contas Natal só acontece uma vez por ano.

10 – Ter um bom CD a tocar bem baixinho. “Nina! – The Nina Simone Collection” é muito cool.

 

Para irem estando a par das novidades Closet, sigam o blog ClosetMagazineEsta revista é distribuida nos Centros Comercias do Grupo Dolce Vita.

beijinhos

Maria Barros Home by Espaços e Casas

Novembro 13, 2014 in IN THE PRESS, MY DESIGNS

Aroeira Maria Barros

Lembram-se, com certeza, deste projeto a que chamei Blue & Green Explosion! – O Programa Espaços & Casas do canal Sic Noticias fez uma reportagem com esta casa na Aroeira como pano de fundo. Para os que não viram, deixo-vos aqui o video!

Hoje, só queria um dia de sol igual àquele! Será pedir muito?…

beijinhos

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: