Welcome to our lives 2017!

Janeiro 4, 2017 in MY HAPPY SELF

Happy New Year 2017

Como vocês sabem, gosto de passar o ano em casa ou em casa de amigos. Gosto de conversar, comer bem, contar histórias, rir e se der.. dançar. Mas que seja um programa sem grandes produções… gosto de ter tempo e espaço para pensar naquelas ultimas horas do ano. Esta passagem do ano teve um bocadinho de tudo o que eu gosto… O conforto da minha casa, a melhor Cataplana de Marisco para jantar, a companhia de amigos queridos e bem dispostos… Faltou-me o Salvador que ficou no Rio de Janeiro com uns amigos mas nem por um minuto achei que estaria melhor aqui. Alias, fui eu que o insentivei a ficar por lá. Ter 15 anos e poder passar o ano com vista para o fogo de artificio de Copacabana… quem não quereria estar no lugar dele?! Olha, eu não me teria importado de certeza! Por isso, o facto de ele ter tido essa oportunidade até foi mais uma razão para o meu coração estar cheio de alegria.

Não vou fazer grandes resumos do ano que passou. Posso dizer-vos que foi em tudo muito melhor que o ano anterior. Mas como vos contei há um ano, 2015 foi um ano difícil mas que me fez ser melhor, por isso nunca o quererei apagar da minha memória. 2016 por comparação, foi mais leve, mais calmo, mais feliz!

Na meia noite não pedi nada. Só agradeci… Tantos momentos, pessoas e imagens que recordei … e fui, uma a uma e calmamente, agradecendo tudo e todos aqueles que fazem parte da minha vida, que lhe dão alegria, que a moldam com sorrisos, que me ensinam e me fazem crescer todos os dias. Agradeci principalmente a Deus. Por se manifestar em mim e por se fazer sentir em tantas situações. Agradeci ao meu Deus das Pequenas Coisas, aquele que se revela num pôr do sol, num gelado, numa gargalhada, num abraço. Agradeci ao meu Anjo da Guarda e a todos os meus Guias que me acompanham e me apontam o caminho certo. Agradeci a família que tenho, o amor, a saúde, a paz que sinto, a minha energia, criatividade, boa disposição, força interior e fé.

Pedi apenas a Deus para me ajudar sempre a ser a melhor versão de mim, aquela que não julga os outros e que somente se foca em ser feliz e deixar um rasto de felicidade à sua volta.

O que pedi para mim estende-se, como é evidente, aos meus filhos, ao Rui e a toda a minha família e amigos. No limite… estende-se ao todas vocês que me seguem! Desejo que 2017 seja um ano brando, sem grandes preocupações e carregado de Amor, Saúde e muita Paz de Espirito!

A Paz começa em casa, na forma como nos relacionamos com aqueles que estão perto de nós. Em 2017, vamos todos fazer o que estiver ao nosso alcance para reconstituir a Paz ao Mundo! Vamos todos ser a mudança que queremos ver, vamos todos ser a melhor versão de nós!
beijinhos

P.S – Logo a seguir à meia noite, eu e a Bu tirámos a nossa fotografia da praxe…. aquela que tiramos todos os anos desde 2012, já lá vão 5 anos. Aqui fica para a posteridade!

Bem vindo às nossas vidas, 2017!!

Ano Novo 2017

img_0907-1024x1024

Ano Novo

Ano Novo Ano Novo

Super Elixir For a Fresh Start!

Janeiro 2, 2017 in HEALTH & BEAUTY, RANDOM STUFF

super elixir

Tenho andado há tempos para vos falar deste Elixir, por isso achei que devia começar este ano com um post de “serviço público”. Partilharmos aquilo que sabemos que faz bem é uma forma de espalharmos um pouco alegria e bem estar à nossa volta.

Um dia tropecei numa imagem no Instagram com um pó chamado Super Elixir num pote preto, lindo. Não fiquei indiferente e fui procurar saber o que era. Nesse mesmo dia e depois de alguma pesquisa encomendei a minha primeira embalagem. Não achei que era propriamente barato ainda mais porque encomendei no Net-a-Porter e paguei os portes mas não tardei a ficar viciada naquele pó que me fazia sentir bem e que me dava uma energia suplementar que me andava a faltar.

Ainda estava eu no inicio desta minha aventura pelo mundo dos suplementos vitaminicos/alcalinos quando encontrei a minha amiga France (dona da loja Espace Cannelle) e lhe falei sobre o “pó milagroso”. Sugeri-lhe que procurasse saber se eles estavam interessados em ter alguém a representa-los em Portugal porque achei que o conceito da loja Espace Cannelle encaixava com o requinte das embalagens e de todo o conceito de saúde e beleza que o produto promovia.

Tinha falado com a pessoa certa! Em poucas semanas tinhamos os produtos Wellco, Super Elixir e Super Protein à venda em Portugal.

Desde então tenho sido uma cliente apaixonada pelo produto ainda mais pela facilidade que agora tenho em compra-lo em Portugal e poupar nos portes de envio.

Tenho feito partilhas no Instagram, mas hoje queria começar o ano por vos aconselhar esta pequena grande mudança na vossa rotina que vos vai fazer sentir melhor, com mais energia e mais saúde. Isto porque o vosso corpo sentirá os benefícios de ser alcalino.

Sabem o que é um corpo alcalino?

  • A acidez ou a alcalinidade é medida no nosso sangue, através de uma escala que vai de 0 até 14. Qual é o nível mais adequado? A metade, quer dizer, mais ou menos 7,4.
  • O que acontece quando há um aumento deste nível? Que nosso organismo se torna mais “ácido” e que, frente a esse desequilíbrio, o corpo reage buscando nutrientes dos órgãos para compensar essa diferença, e é aí quando começam os problemas.
  • O que faz com que tenhamos um corpo mais ácido? O stresse, a contaminação, uma dieta inadequada, o tabaco, o sedentarismo…
  • A acidez é medida, sobretudo na saliva e na urina.
    Um corpo ácido é um organismo que perde nutrientes, vitaminas e minerais, e  isso reflete-se imediatamente na fragilidade das unhas, na queda do cabelo, num cansaço que não conseguimos explicar e em dores de cabeça.

Uma vez li qualquer coisa que comparava “um corpo ácido” com um carro. De alguma forma tornou-se numa imagem muito clara e fácil de entender: Um carro que tenha ácido no motor, não vai funcionar, mas se o carro estiver “alcalino” e bem lubrificado, então ele funcionará na perfeição. Com o nosso corpo acontece a mesma coisa.

O nosso objetivo é tentar manter sempre um corpo mais alcalino do que ácido, com um nível de pH que não se afaste muito desse 7,4.

Alimentos que devemos evitar:

laticínios
refrigerantes
farinha branca
açúcar
sal
fritos
café
carne vermelha
álcool

Alimentos que devemos consumir:

Limão e Lima
Espinafre
Pepino
Alho
Chá verde
Bagas Goji
Amêndoas cruas
Abóbora
Tomate
Cebola
Abacate
Gengibre
Couve de Bruxelas

Para além destes cuidados, temos de dar prioridade a algum tipo de atividade física que nos ajude a eliminar toxinas e que ajude a restabelecer os níveis de oxigênio no nosso sangue. A atividade física vai também ajudar a que nos sintamos menos stressados. O trabalho, as pressões familiares, os problemas emocionais e uma existência marcada pelas emoções negativas traduzem sempre em desequilíbrios químicos e num maior índice de acidez.

Ou seja, vamos começar este novo ano das nossas vidas com a conscincia de que não basta desejar uma vida feliz e debitar 12 desejos à meia noite. Emagrecer, ser menos sedentário, mais saudável, mais alegre, ter mais energia, ser mais saudável… são objetivos que estão, muitas vezes, mais nas nossas mãos que na vontade do destino!

Vamos, todos juntos, viver de uma forma mais saudável. O SuperElixir poderá ser apenas o “primeiro tijolo” para uma vida melhor. Não deixem de experimentar! Apenas duas colheres de chá todos os dias, na sua agua ou num sumo matinal, vão fazer uma enorme diferença na forma como sentem o vosso corpo. Já tomo há meses suficientes para vos aconselhar este produto com alguma legitimidade! Espero que gostem, que se sintam bem com as diferenças que vão sentir no vosso corpo e que sejam muito, muito felizes em 2017!

Para contactarem com Espace Cannelle sigam este link [AQUI]

Para ficarem a saber ainda um pouco mais sobre o Super Elixir vejam o side australiano [AQUI]

beijinhos

 

Bem-vindo à nossa vida 2016!

Janeiro 6, 2016 in MY HAPPY SELF

IMG_0907

Este ano a Clarinha ainda quis tirar a fotografia de Ano Novo comigo, mas achou, e bem, que não devia ficar em cima da banqueta. Na verdade já nem ficaria estético… Está mais alta. Já fica bem de pé, ao meu lado, mesmo com a concorrência desleal dos meus saltos. Já passou um ano? Quem olha assim para as duas fotografias, uma ao lado da outra, diria que passou um dia, uma semana?… Nem se percebem grandes diferenças…  mas houve alturas, durante o período que separa estas duas imagens, que achei que tinha envelhecido 20 anos. Cada noite era um ano. Acordava, olhava para o espelho e quase não reconhecia a imagem que via refletida. Hoje só sinto, mesmo, que tive uma grande lição de vida. Não envelheci mas sim cresci. Principalmente espiritualmente que é aquele crescimento que nos faz mais fortes e mais felizes. Hoje posso dizer, com convicção, que 2015 foi um ano muito importante na minha vida. Não foi um ano particularmente agradável mas foi determinante para o meu crescimento. Não posso dizer que não apagaria nada porque o meu coração não tem toda essa força. Mas sei que saí mais forte e que me superei. Parece contraditório, mas aprendemos muito enquanto sofremos. Com a dor entramos numa dimensão diferente e daí vemos o mundo com outros olhos, sentimos mais, queremos aproveitar a vida de um forma mais intensa, tornamo-nos mais agradecidos pelas insignificâncias. Vemos alegria onde antes viamos banalidades. E isso é mesmo bom!

Não me vou estender. Queria desejar-vos um ano de 2016 com muita saúde! Com saúde levamos a vida para a frente! Um ano de alegrias, conquistas pessoais e sonhos concretizados. Que seja dinâmico, cheio de felicidade e muitas gargalhadas!

Como diz a minha avó Zenda… Façam o favor de serem felizes! E façam essa escolha de uma forma consciente todos os dias. Um brinde à vida e a 2016!

Happy new year 2015

beijinhos

HÁ UM ANO….  [AQUI]

Welcome 2015!

Janeiro 2, 2015 in MY HAPPY SELF

Happy new year 2015

Uma coisa boa que eu tenho é esta mania de ser otimista e de ver o lado bom da vida. Pelo menos 98% das vezes… O Rui conhece bem os outros 2% em que é ele que tem de abrir a cortina para deixar entrar o sol. Todos temos os nossos dias cinzentos e eu, para além de todas as sortes, tenho o privilégio de ter ao meu lado uma pessoa que, apesar de não ser extremamente efusivo, vive a vida sem grandes altos e baixos… o barco do Rui navega em águas calmas. Quando o meu mundo está a desabar por todos os lados, o seu abraço e as suas palavras são, quase sempre, milagrosas. Quase nunca transporta os seus problemas para casa e consegue, quase sempre também, apaziguar as minhas “tempestades”.

Pergunta-me … “Isso é mesmo um problema? Alguém foi parar ao hospital?” – Pronto, assunto arrumado. Tão importante ter assim uma pessoa na minha vida que não aponta a lupa para “problemas” que não existem. Isto porque quando se trabalha em decoração (os meus colegas de profissão concordaram certamente comigo) vivemos rodeados de “micro-problemas” muitas vezes ampliados pela ansiedade de terceiros. A consequência  de um hipotético problema em decoração é incomparável a qualquer problema que seja em aviação. Imaginem a responsabilidade diária de um piloto … meu Deus!  Uma parede que ficou mal pintada ou um sofá que tem uma imperfeição… o tecido que chegou com a cor errada ou o papel de parede que saiu de produção… podem ser situações desagradáveis mas não são problemas. Nada que não se resolva. Como diz o meu sábio marido, todos os problemas que não envolvem hospital e cemitério não são reais problemas, são contratempos que as pessoas teimam em ampliar. E nesses 3 dias do ano em que eu quase sucumbo a essas infelicidades fabricadas, o Rui está cá para me acordar e para me fazer rir. E isso é uma grande benção!

Mas como comecei por vos dizer, tenho a sorte de ser otimista e de achar sempre que um novo ano é a melhor oportunidade que a vida nos vai dando de nos melhorarmos e renovarmos. Fazermos o que ficou por fazer e realizar novas ideias. Sonhar mais. Isso é 2015 para mim. Ainda um monte de sonhos por realizar, metas por cumprir, objetivos por atingir.

Já há um par de anos que não peço 12 desejos à meia noite, nem como as 12 passas. Cheguei à conclusão que o Universo se deve rir de tanto plano empacotado e de tanto ritual gasto. Mas entro o ano rodeada de pessoas que adoro, a dançar (que é uma das coisas que me lava a alma) e com um copo na mão para brindar à vida! Deixei de desejar resolver problemas que não me dizem respeito. Já só me foco a pensar em coisas que gostaria de fazer e que dependem somente de mim, do meu esforço, da minha capacidade de mudança e do meu trabalho. De resto, sou agradecida todos os dias. E o ano novo não é diferente…

Num flash vêm-me à cabeça imagens que nunca vou esquecer. 2014 está cheio de tantos momentos felizes que será sempre recordado assim… como mais um grande ano nas nossas vidas! – O dia dos meus anos em Sevilha, com o Rui e os meus filhos foi um sonho. O nosso jantar com vista para toda aquela cidade mágica, aquele por do sol e a nossa alegria fizeram daquele momento uma cápsula de felicidade onde volto quando as nuvens tapam o meu sol.

E como sempre, todos os momentos mais felizes que me vêm à memória, para além deste, são momentos passados entre amigos e em família, quase sempre em digressão pelo mundo. O meu primeiro encontro com uma casinha de Santana na Madeira e o nosso almoço com vista para o Funchal, os dias em Pipa com os amigos Monjardino… uma alegria quase completa. O nosso jantar no Gecko. A nossa ceia de Natal com vista para o Rio de Janeiro. Os dias de verão no Guincho (poucos mas sempre deliciosos), os mojitos em boa companhia, os mergulhos e pores do sol em Formentera. 2014 foi palco de algumas festas memoráveis. A noite no Lio. O nosso jantar no bairro alto e o maior ataque de riso da história. A Clarinha no CAD’s got Talent. Todos os jogos de padel. Os pequenos almoços de domingo cá em casa com panquecas. Os almoços de 4a feira. Todos os Excelentes e louvores que estes dois bonecos trouxeram para casa. Todas as lições que aprendi com eles. As nossas idas ao cinema. Os jantares temáticos e as conversas do whatsApp entre amigas que, às vezes, são melhores que os proprios jantares. O casamento do Ricardo em Sintra, naquele lugar lindo… cheio de amigos e boa música. A Festa das Mesas. Paris em Setembro. O meu addicted-to-style, que me rouba proporcionalmente em tempo o que me dá em alegria e realização. O ultimo dia de um ano de terapia com a minha querida Carla, nunca me esquecerei de cada sessão e de tudo o que aprendi e cresci consigo. As minhas sessões de reposicionamento corporal com a virtuosa Joana Moinhos. Os nossos momentos Denise… As conversas que temos enquanto trata deste lado de mim. As gargalhadas com as minhas assistentes Ana e Mariana que têm o dom da boa disposição. O meu atelier, o meu trabalho de todos os dias e a alegria de perceber que faço a diferença em algumas vidas. O meu primeiro encontro com São Paulo. A viajem a Londres e o prémio dos European Property Awards. A nossa tentativa frustrada de “apanhar táxis em Cascais”, as nossas conversas, as nossas risadas…Dançar, amar, comer bem e rir muito…

Acabei o ano como comecei. Feliz! Benvindo às nossas vidas 2015! Que sejas, no mínimo o que foi 2014… um punhado de pequenas alegrias e boas recordações!

Não posso deixar de vos agradecer o papel importante que também tiveram no meu ano. Sem vocês, a vossa atenção, sugestões, comentários e carinho, o Addicted-to-Style não faria sentido. E esta é mesmo uma das partes felizes da minha vida. Estes momentos de partilha e diversão fazem, literalmente, os meus dias melhores! – Por tudo, obrigada! Que 2015 seja também gentil convosco e que o sintam como um ano feliz, são os meus desejos sinceros para vocês, amigas e leitora!

beijinhos

POST RELACIONADO [CLIQUE NA IMAGEM]

Welcome 2014

Happy New Year!!

Janeiro 4, 2014 in FAMILY BUSINESS, MY HAPPY SELF

FELIZ ANO NOVO QUERIDAS AMIGAS E LEITORAS!!!

Sem querer e sem planear acabei o meu ano “blogueiro” de 2013 com um sincero desabafo e pedido de desculpas. Não estava “à pesca” de tantos elogios e mostras de carinho nem de tão sábios conselhos. Mas a verdade é que tudo isso (e mais um bocadinho) me caiu na rede!! – Só queria que ficasse bem claro que nunca, por nunca, pensei em acabar com este blog que adoro. Para já, nem é uma questão. A minha tristeza ou desconsolo, tinha a ver com o facto de que sou uma perfeccionista no caminho para a recuperação e não gosto de desiludir ninguém começando por mim própria. Entendem??

Tenho de confessar que os vossos comentários foram um ótimo alimento para o meu pensamento e cheguei à conclusão que não vale realmente a pena penitenciar-me nem entristecer-me! Ou seja, em 2014, e depois de me ter dedicado um bocadinho a pensar neste assunto, como perceberam, vou tentar fazer 3 post por semana. Tentar… –  Diariamente seria sempre impossível. Não vou nunca escrever por escrever, nem postar para “encher chouriço” …. Não faz mesmo o meu gênero! Se conseguir fazer a tradução para inglês será perfeito, se não conseguir… em Português ficará! E que me desculpem os Anglo Saxónicos. Aqui a malta, faz o que pode! ; )

Muito obrigada a cada uma das minhas leitoras que nesse dia teve a delicadeza de escrever um comentário e de deixar a sua opinião, o seu conselho e o seu apoio. Não há duvida que da discussão nasce a luz! – E, sem querer, da forma mais espontânea e sem ser planeado, o meu ultimo post de 2013 ficou envolvido pelo vosso carinho! Haveria forma melhor de acabar o ano?! Também acho que não! MUITO OBRIGADA!!

Entretanto não quis deixar de partilhar convosco esta foto tirada horas antes na meia noite que nos trouxe para 2014! – Até quando será que a Clarinha vai achar graça tirarmos esta fotografia?! – Não sei… por isso o melhor mesmo é aproveitar enquanto existe esta cumplicidade e abertura para fazer qualquer coisa. Coisa que, muito provavelmente, na adolescência poderá acabar…

Enfim… e então o que separa estas duas fotografias?? 356 dias de muita alegria e amor. Trabalho, estudo, cumplicidade, gargalhadas e algumas lágrimas. Não só deles… 2013 foi um ano em que voltei a chorar… Mas também deve ter sido, dos últimos anos, aquele em que mais me ri. Ri-me até às lágrimas tantas vezes…  Fiz tantas coisas boas em 2013… Lord, que grande ano!

No dia em que festejámos os 12 anos do Salvador, em Outubro, perguntei-lhe o que tinha sido o melhor dos seus 11 anos e ele respondeu, de rajada, que tinha sido a nossa viajem ao Maine. Só a mãe e os seus dois pintainhos… uma grande aventura! – Voltei para visitar a minha “família adotiva” que em 1988 me acolheu num programa de Intercultura pela AFS (American Field Service). Já não nos víamos há 7 anos e foi uma semana de amor, alegria, paz e conversas em dia. No dia em que viemos embora o Salvador vinha de lágrima no olho. Foi um momento importante na nossa história. Tivemos conversas que não se têm nos dias de uma vida normal, entre escola e rotinas. Por isso sou tão agradecida pelos dias em que tenho os meus filhos só para mim. Sem I-pads e distrações. E no fim de contas… são destes dias que eles mais gostam. Quando o Salvador disse que essa semana tinha sido o melhor do seu ano, com tanta coisa divertida que este rapaz faz… o meu coração ficou cheio de amor. E na minha cabeça ficou uma certeza… 2014 terá certamente mais momentos de paz em família… Entendam que foi uma semana sem mais crianças a não ser eles dois, nem playstations nem grandes tecnologias. Havia um lago, um barco, canas de pesca, baloiços e um livro para ler. Sim, no século XXI. Não há como não adorar…

E se me perguntarem a mim… o que gostei mais em 2013… de rajada, sem pensar muito e sem ser por ordem de importância, aqui fica o meu best-off de 2013:

Ter passado o meu dia de anos em Paris acho que está mesmo no topo da lista. Foi um sonho tornado realidade. Estar naquela cidade linda, no verão com os meus filhos e com o Rui foi o melhor presente que poderia ter.

A nossa viajem à neve! – Claro, sempre no topo da lista! A nossa alegria, os almoços na montanha, as medalhas, a conquista… a minha primeira, memorável, pista preta. Coisa que achei nunca vir a ser possível. Saímos destas situações a creditar sempre um pouco mais em nós!

Formentera é outro ponto alto do nosso ano. Porque são dias da família e de amigos. Este ano não foi exceção. São dias de sonho… Formentera é mergulhos e risota pegada na melhor companhia! O verdadeiro verão azul!

As minhas amigas e todos os momentos memoráveis que passamos juntas. Nem vale a pena estar a descrever. Gosto tanto de vocês! Gosto da nossa honestidade, da patetice, da cumplicidade, da entre ajuda… até gosto das nossas pseudo-zangas! Quando estou com vocês, com as que sobram na minha vida, estou em paz, estou numa Envy-free zone de máximo conforto.  Com 42 anos posso dizer que a vida se encarregou de ir fazendo uma seleção natural e só têm mesmo sobrevivido as amizades que me fazem feliz.

…. Ter começado a fazer terapia! Estou, literalmente a AMAR fazer esta viajem a mim, ao meu passado, àquilo que me fez, aos momentos que me moldaram, às verdades que fui esquecendo e modificando na minha cabeça…. Há uns anos atrás já tinha tido uma leve passagem por este caminho. Mas tinha ficado a meio e este foi o ano de prosseguir. Agora que o fiz acho que visitar um bom psicólogo devia ser obrigatório. Mais que uma visita de rotina ao dentista. Mais que umas analises periódicas.  Enfim… o que posso eu dizer?! Minha querida Carla Albano… Que anjo tem sido na nossa vida! Sinto-me tão abençoada por a ter encontrado. Adoro todos as horas que passo consigo… horas que parecem minutos… momentos congelados num tempo perdido. Onde me encontro!  – Até quando é que vai existir este tabu idiota que terapia é para malucos?! – Se há mitos cretinos a derrubar este é um deles e por isso mesmo hoje fiz questão de partilhar convosco esta parte menos evidente mas muito importante do meu ano.

Fui abençoada com obras que amei fazer. Acho que colecionei uma mão cheia de novos clientes/amigos. Pessoas com quem gosto de estar e com quem tive o privilegio e prazer de trabalhar em conjunto num ano em que todos rotularam como sendo O ano de maior crise… tão bom pensar que muito possivelmente o pior já passou e que a partir de agora viveremos um melhor momento econômico que se fará refletir nas nossas carreiras e na nossa vida profissional.

Este blog, apesar do último post, e de algumas de vocês terem ficado com uma ideia errada, tem sido uma das alegrias deste meu ano. Adoro escrever e aprendi que me sinto mais feliz sempre que partilho qualquer coisa… Pareço uma criança nos dias em que faço sorteios de passatempos… Acreditem que o lado lúdico de ter um blog é mesmo uma parte divertida dos meus dias!

A minha parceria com a Clinica Denise Ferrandini e a Gernetic, que muito provavelmente não teria acontecido caso o blog não existisse, tem sido outra coisa maravilhosa. E a minha pele agradece. Acho que há muitos anos que não estava com tanta luminosidade e jovialidade. Com 42 anos, sentir-me assim, não tem preço!! – Obrigada Denise. Por tudo e pelas nossas maravilhosas e longas conversas. Adoro aprender consigo!!

A minha aterragem nas Bahamas, cada mojito que bebi em boa companhia, as nossas idas semanais ao cinema, as pipocas, as pizzas ao domingo, as saladas de frutos silvestres da Confraria, as minhas aulas de ginástica, as lições de padel, a manhã do dia de Natal, os pores do sol no calor do verão, as manhãs cristalinas de inverno…

Na verdade, ao fim de um ano, quando paro para pensar nos momentos mais importantes e nos dias mais felizes as imagens chegam com calor e pores do sol. Risos de criança e palhaçadas. Jantares de amigos, brindes conjuntos…. aeroportos e aviões. Chegadas e partidas. Praias, sol e longas conversas. O cheirinho dos lençóis lavados da minha cama. O abraço do meu príncipe. O sossego e a paz da nossa casa. Os meus domingos de pijama e as nossas panquecas de domingo. Cada medalha que um filho meu traz para casa, cada Excelente, cada louvor, cada sorriso de vitória. As história que eles me contam. A vida vista pelos seus olhos… Vê-los crescer… de tudo… é o que mais me move e comove.

Vou-me calar! -Acho que já todos perceberam que sou uma irremediável romântica e que vivo feliz a colecionar alegrias!

Amei 2013 e tenho a certeza que 2014 será igualmente abençoado!

É isso que mais desejo para todas e todos! – Aprendam a colecionar momentos felizes. Registem-nos e façam-nos maiores que tudo! Façam com que essas pequenas alegrias cresçam até fazerem sombra aos problemas!

Desejo-vos amor e saúde! – Depois vão à luta e nunca desistam dos vossos sonhos!

Um beijinho muito especial,

 Maria

P.S. – E vocês… se vos perguntar qual foi o momento mais feliz do vosso ano, sabem identifica-lo? Ou foi também uma coleção de pequenas alegrias?? Contem-me!

 

 

 

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: