Pronto, já temos menos um assunto pendente!

Fevereiro 29, 2016 in MOVIES & PLAYS

Leonardo-Dicaprio

Adoro arrumar assuntos! Por isso hoje, quando a atriz Julianne Moore anunciou o nome de Leonardo DiCaprio para o Oscar de melhor ator, confesso que tive uma pequena comoção. E fui inundada pela simpática sensação que temos quando resolvemos um assunto pendente… O alivio! Pois o que me preocupava era o “e se o rapaz nunca chegasse a ter este reconhecimento?!” Quantos extraordinários atores se ficaram pelas águas mornas das nomeações? Muitos. Ser nomeado é ótimo, como é obvio… mas ser nomeado cinco vezes e não ganhar nenhuma é, no mínimo, ligeiramente irritante.

Mas vá, a coisa este ano até correu bem. Vi o filme The Revenent, como não podia deixar de ser. Se gostei? Muito escalpe e sangue a mais para o meu gosto, confesso… A história em si também não me encheu as medidas… se não fosse baseada em factos reais eu diria que o escritor se drogava com químicos fortíssimos tais os descomedimentos das façanhas físicas. Mas pronto, se assim aconteceu, claro que torna a história um fenômeno. Para além de tudo, a fotografia e a realização são belíssimas e isso, a par com as atuação de um grupo maravilhoso de atores, vai-nos aguentando na sala. Dito isto, não é o meu gênero de filme, definitivamente. Se achei que o Leonardo DiCaprio merecia ganhar? Há duvidas?? Claro que tinha de ganhar! “Ah… mas quase não falou… ” So what?! – Não precisou de falar e acho que a sua extraordinária habilidade de ator brilhou ainda mais exatamente por isso. A força, a angustia, a dor, a vingança, a revolta, o amor incondicional e absoluto… tudo no olhar. Impressionante. Ganhou com toda a honra e dignidade e a prova foi uma plateia inteira de pé para o aplaudir na hora da vitória! O que prova que, nesta vida, por vezes, dos partos mais difíceis nascem os filhos mais queridos! Parabéns Leo. Pelos vistos eu não era a única com esta “espinha” atravessada na garganta. Tinhas um mundo de fãs a torcer por ti e hoje estamos todos (para não dizer só todas, o que seria redutor…) muito, muito contentes!

Para quem não viu a cerimonia, aqui fica o grande momento de gloria. Nota interessante para o facto que a organização do evento deixou, e bem, o rapaz falar com calma e sem os habituais atropelos da musica, até ao fim, com toda a dignidade que lhe mereceram estes mais de 20 anos de espera entre a sua primeira nomeação e a apoteose deste momento de grande reconhecimento! Até aqui, a academia esteve bem!

Posto isto estou a tentar decidir se faço ainda hoje o post sobre os vestidos das moças. Confesso que não me animei assim por aí além, mas pronto, pode ser que saia.

beijinhos