O nome de Deus é Misericórdia

Abril 5, 2016 in BOOKS & SONGS

Outra coisa de que me vou sempre lembrar destas férias, e que não podia deixar de partilhar convosco, foi do livro que me acompanhou nos fins de tarde na montanha. Já o tinha comprado há um tempo mas queria lê-lo com calma por isso guardei-o para esta semana. [ Como se guarda um vestido especial para a ocasião certa.] É um livro, como podem imaginar, encantador. No fundo é uma conversa entre o jornalista e vaticanista Andrea Tornielli e o Papa Francisco sobre este tema tão atual [no sentido de ter sido escolhido pelo Papa como tema fulcral do seu pontificado] que é a Misericórdia de Deus.

Quando assistiu à primeira missa celebrada pelo Papa e percebeu que a centralidade do seu pontificado se focaria na mensagem da Misericórdia, logo ali pensou como seria interessante planear uma entrevista para explorar o tema, para que o Papa pudesse passar a sua mensagem de uma forma simples e universal. Assim foi. Este livro nasceu de uma conversa que os dois tiveram em Agosto de 2015 e foi lançado no inicio deste ano em 82 países. O titulo do livro apresentado na capa foi manuscrito pelo próprio Papa em todas as diferentes línguas em que foi traduzido.

É um livro que nos informa e nos emociona. Que explica e que inspira. Que chega ao nosso coração e nos faz parar e pensar. É um livro para aqueles que procuram a paz e um sentido para a vida.

Penso que não seja um livro para ser lido apenas por católicos. Apesar de explicar a importância de Deus e a sua relação com a misericórdia, ou mais precisamente, os efeitos que a misericórdia divina tem em nós, as palavras do Papa e a sua visão sobre o perdão e a misericórdia são e devem ser adaptáveis às nossas vidas, ao quotidiano e à forma como todos vivemos (ou devíamos viver).

Muito simplificadamente, é um livro que nos ensina, não só, como é relevante saber perdoar mas como também é importante saber pedir perdão. No fundo, termos a humildade de nos reconhecermos como pecadores [confesso que durante muito tempo esta foi uma palavra que evitei mas que ao ler este livro parece que me entendi com ela e com toda a sua possível carga]. Para isso o Papa recorda aos supostos “cristãos imaculados e justos”…. “Até o Papa é um homem que precisa da misericórdia de Deus”.

Uma lição de amor, justiça e humildade. – Lê-se de uma penada. Não deixem de o fazer!

beijinhos

P.S. – O Papa Francisco proclamou o ano de 2016 como Ano Santo da Misericordia. Leiam mais [AQUI]