O Bolo de aniversário do Salvador

Outubro 13, 2017 in LET'S EAT!

Bolo anos Salvador

Como a experiencia com o Bolo dos Anos da Bu acabou por não ser a total tortura e na verdade não sobrou uma migalha, ontem já foi com alguma segurança que me abalancei a fazer o bolo para os 16 anos do Salvador.

Como organizei, cá em casa, um almoço Vegan para toda a familia, achei que o Bolo tinha de ser também Vegan, como é evidente. Até porque já tinha experimentado a receita e sabia que ficava ótimo. Assim, também aproveitei para aquietar os ânimos das avós, que acham que os netos andam a sofrer com este nosso novo regime vegetariano. Pessoal, podem relaxar… os meninos não passam fome! E , às vezes, até gostam! ; )

Esta receita de Bolo de Alfarroba e Chocolate da Gabriela Oliveira é ótima, fácil e… vegan! Sem leite, sem ovos… é verdade. E, vai-se lá saber como… até fica mesmo bom!

 

Para a massa de um bolo

(neste caso, fiz dois)

1 chávena de farinha de trigo integral

1 chávena de farinha de espelta

1 chávena de açúcar amarelo ou açúcar de coco

3 c. sopa farinha de alfarroba

3 c. sopa chocolate em pó

1 c. café gengibre em pó

1 c. sopa linha moída

1 c. sopa fermento em pó

1 c. café bicarbonato de sódio

(Juntar todos os ingredientes sem ordem especifica numa taça)

1 chávena de leite de aveia

1/2 chávena de oleo vegetal

1 c. café extrato de baunilha

(Juntar os líquidos numa taça, misturar, verter tudo de uma vez para a taça onde tinha os secos, bater com uma vara de arames durante 1 minuto e já está pronto para colocar numa forma e levar ao forno pré aquecido  a 180ºC durante 25 minutos aproximadamente)

Deixar arrefecer e montar com uma camada intermédia de natas vegetais batidas com açúcar amarelo a gosto. Coloquei também morangos cortados em bocadinhos.

Por fim, fiz uma calda de chocolate e derramei por cima. Neste caso aqueci natas vegetais com um pouco de açúcar amarelo num lume baixinho durante uns minutos. Tirei do lume e fui juntando quadradinhos de chocolate de culinária. No fim enfeitei com frutos vermelhos.

Nesta receita que vos passo existem algumas alterações em relação à receita original. Mas podem sempre comprar o livro Cozinha Vegetariana da Gabriela Oliveira, que, para mim tem sido, assim, uma espécie de bíblia dos nossos almoços e jantares.

Espero que experimentem mas, principalmente, espero que gostem e partilhem!

beijinhos