La romântica boda de la princesa Magdalena…

Junho 22, 2013 in FASHIONABLE

Eu sei que nunca faço posts ao fim-de-semana mas desta vez apeteceu-me não deixar passar esta oportunidade de comentar o casamento real dos Principes da Suécia que foi capa de tantas revistas e fez correr tanta tinta cor-de-rosa. Quem me conhece sabe que ao sábado é dia da minha “one and only” Hola! (eu sei que sai à 4a nas tabacarias, não se preocupem… para mim, sai ao sábado) Quando os sábados são de chuva a Hola! entra-me pela casa dentro como um raio de sol e anima qualquer dia cinzento. Quando os sábados são de sol… a Hola! é companhia obrigatória para qualquer tarde de praia. As amigas agradecem! Algumas delas são até bastante mais doutoradas em assuntos de “la Hola!” que eu, mas mesmo sem saber as arvores genealógicas e os pedigrees das famílias residentes, eu divirto-me e inspiro-me. Há falta de ver novelas, a Hola! preenche aquele gap, na perfeição! É a verdadeira fotonovela em episódios semanais. E dito isto, agora que já assumi mais esta minha “addiction” as pseu-intelectuais e as grandes sumidades do mundo cultural, já podem rolar profundamente os olhos, deitar a cabeça ligeiramente para trás e vociferar entre um arrepiado suspiro…”….fuuuutil!” – I can take it! : )
Isto tudo para vos dizer que, como grande apreciadora da Hola! que sou não poderia deixar de comentar convosco o casamento do ano, so far… “La romântica boda de la princesa Magdalena”.  Estes casamentos reais, têm uma particularidade interessante para os espetadores como nós… duram e duram e duram… Veste e despe e volta a vestir. O que não faltam são modelitos para nos inspirarmos, sonharmos… ou não. Sim, porque nem tudo é “picture perfet” nestas grandes bodas. Há sempre ums convidadas que põe assim, como que, o pésinho na argola… e às vezes é dessas que nós mais gostamos porque podemos destilar um bocadinho e rir…

MY FAVORITS

Linda, estava, claro e como era de esperar a própria da Madalena. Perfeita, com o seu vestido Valentino de organza de seda e renda, renda, renda… Um vestido de sonho para uma princesa de contos de fadas!


A mana da noiva estava também irrepreensivel. Tinha um vestido daqueles que não sei sequer imaginar como é feito… quantas horas, quantos meses, quantas mãos e linhas e agulhas e olhos e oculos e dedicaçao e paciencia e arte…. um vestido de princesa em bom! Para não falar nas joias que para além de serem lindas, bem trocadinhas em miudos davam para eu viver bem e à larga durante alguns anos. Sem olhar a gastos….


Belissima, estava a mãe do noivo, Eva O’Neil, na festa (uma das…) no dia anterior à boda! De todas as convidadas a mais gira! Uma sessentona bem enxuta, “chula”… como diria a minha amiga Natacha. Amei o vestido! Claro… primeiro, cor-de-rosa. Segundo… um grande laço! Perfeito!

MY LEAST FAVORITS!


Quem é que levava uns sapatos dois numeros acima daquele que usa??  Será que queria tanto, tanto este modelo e como não havia o seu numero arriscou o “chinelar” sem preconceito em prol de levar exatamente o modelo que queria? Não. A minha amiga Natacha que é mesmo entendida em assuntos de la Hola! acha que esta senhora tem joanetes e que os louboutins lhe magoam os pezinhos portanto vai dai e aptou por umas barcasinhas… Mas quem será esta senhora??


“Sou eu! : ( Desculpem. Achei que ninguém ia reparar… mas estava gira certo?”

Certo, princesa Marie Chantal! O vestido era muito bonito e os sapatos eram lindos!! Mas comprar pela internet às vezes tem destas coisas. Também já me aconteceu…

A mana do noivo, a condessa Natascha Abensperg und Traun, tem uma cara linda e tinha um vestido lindo também, mas… coitada… o dia dela foi uma correria, não parou um segundo… teve várias reuniões, teve que deixar o jantar pronto para as crianças e ainda foi ela própria buscar o vestido à lavandaria… enfim, uma trapalhada. Vai daí, quando olhou para o relógio, já não dava tempo para passar uma basezinha na cara, nem um blush, nem um risco no olho… nada! Coitada. Nem conseguiu ter tempo para lavar o cabelo… aquilo foi mesmo tudo a correr. Pronto, para a próxima já sabe, tem que se organizar melhor. Proxima?! Esqueça, muito provavelmente o seu mano não volta a casar com a princesa da Suécia. Pronto, deixe estar… nem pense mais nisso!

A princesa Sophie também quase nunca nos surpreende. O registo é quase sempre o mesmo… mauzote! – E desta vez não foi excessão… Um vestido muito ao estilo Rua dos Fanqueiros. Nada de novo!

A princesa Mette-Marit estava ao estilo rainha Isabel II, que apesar de não ter estado no casamento, aparecia linda umas páginas à frente na reportagem sobre os sessenta anos da sua coroação. Acho até que estava mais gira que a Mette…

Porque Mette? Não tens 70 anos amiga…. se calhar isso com algumas sessões de terapia vai ao lugar! – Vá… faz um esforço!

A Princesa Charlen leva a taça! Ganhou porque não só estava mal no casamento como estava mal na festa que o atecedeu. Temos que convir que não é facil! O verdadeiro dois em um!!

Ela pensou assim… “Não posso ir comprar os vestidos à Rua dos Fanqueiros, porque é onde a Sophie costuma ir…. não posso mesmo! – Só se for à Rua dos Fanqueiros comprar tecido a metro e depois peço lá que me dêem o contacto duma modista porreira e pronto, está feito! – Compro um tecido cor de pele para fazer o vestido da festa porque é um tom que me favorece imenso e um tecido castanho para o casamento porque castanho é uma cor otima para levar a um casamento e que me fica mesmo bem! – Assim, na festa vou parecer uma grande superficie de massa para bolo antes de ir para o forno e no proprio do dia vou parecer o bolinho que ficou mais meia hora no formo daquilo que era suposto, bem tostadinho… otimo! Não vou pensar mais neste assunto!”

E a echarpe de cerimonia castanha e transparente… ? Terá sido ideia dela ou da modista que lhe arranjaram na Rua dos Fanqueiros? Nunca vamos saber!

Pronto, já chega! Isto é o que dá acordar antes da hora a um sábado de manhã! Disparate! – Sabem que mais, eu sei o que vou fazer!! – É sábado e está um dia lindo…. comprar a Hola!

UM BEIJINHO E BOM FIM-DE-SEMANA!!

MARIA