Hotel Review – The Breakers in Palm Beach

Março 15, 2013 in GLOBETROTTER

One Day in Palm Beach

Ir a Palm Beach e não ir ao Breakers é como vir a Cascais e não comer um Santini. Pior… talvez! : ) – Porque O Breakers não é só um hotel… O Breakers é mesmo a razão da existência e o cerne desta colónia balnear de luxo – “O primeiro destino Resort do mundo”, como gostam de se intitular. – O homem que o fundou em 1894 chamava-se Henry Flagler e era um Nova Yorkino, magnata e visionário que, entre outros negócios, liderava uma empresa de caminhos de ferro. Um dia chegou àquele bocado de paraíso por desbravar e teve a visão de lá construir um hotel à beira mar a que chamou   Poiciana Hotel. Em pouco tempo, e porque estava ligado à capital por uma linha de comboio, passou a ser o lugar eleito pela nata da sociedade para descansar e passar férias. Palm Beach, pela sua situação geográfica, nunca chega a atingir certas temperaturas tão típicas da Florida. É abençoada por uma brisa e o mar é ligeiramente mais revolto. Os hospedes começaram a preferir ficar nos quartos mesmo junto à praia onde se ouvia a rebentação das ondas…. (by the Breakers) … daí o  hotel passar a ser conhecido pelo “breakers” e quando, depois de ter sido devastado por um fogo em 1903, foi reconstruído e reinaugurou oficialmente como “The Breakers”. – Inspirado no palácio renascentista de Roma, a Villa Medici, este hotel faz-nos viajar no tempo e entrar num conto de fadas. Existe naquele limbo em que a tradição encontra a eficiência americana e o resultado anda perto de um Magic Kingdom em que perdemos a noção do que é e não é real. Não sabemos se vamos encontrar um Leonardo da Vinci entre tintas e pincéis ou a própria da Minnie a apanhar banhos de sol com um fato de banho às bolinhas encaradas…. Imaginem um palácio renascentista plantado a 10 cms do Oceano de agua azul turquesa, com frescos pintados nos tetos altos e um bar a servir os melhores hamburguers… Welcome to America!! – Os jardins são imaculados… Nunca tinha visto uma relva assim…. as 5 piscinas que servem o hotel são um sonho, a praia privativa… os bangalows que servem os hospedes durante o dia (com todas as comodidades do mundo moderno… LCD e mini bar privado…) tudo parece tirado de um filme! – À volta, dois magníficos campos de golf com 18 buracos cada um, uma infinidade de courts de ténis, caminhos para andar de bicicleta,  parque infantil… para não vos falar no mini, mas luxuoso, centro comercial, onde não falta, como é obvio uma loja Ralf Lauren e uma Lilly Pulitzer. American Preppy no seu melhor!!

Na verdade, o Breakers, com os seus 540 quartos, é o oposto daquilo que gosto quando procuro um hotel. Adoro hotéis com 50 quartos… quanto mais mini e boutique melhor para mim! – Mas tenho que confessar que fiquei com vontade de um dia voltar para passar um fim-de-semana! – Este almoço soube a pouco…

O Breakers é ideal para quem gosta de passar férias num resort (all-included). Com os seus 9 restaurantes, clubs e spas…este hotel promete umas férias bem passadas e sempre repletas de entretenimento ao melhor estilo americano.

Um dos meus vicios assumidos é experimentar a Sandwich Club de cada Hotel a que vou e no Breakers não foi uma exceção. Adorei a Club de Lavagante, muito boa!!

Deixo-vos com mais algumas fotografias oficiais do site do hotel e desejo a todos um otimo fim-de-semana! Está lindo e o sol deu, definitivamente, o ar da sua graça. Por isso, vamos aproveitar.

Já agora, vou adorar saber qual foi a vossa reação a este Breakers. Conheciam ou nunca tinham ouvido falar? Quem adorou e quem nunca poria lá os pés?! : )

beijinhos

In English

Going to Palm Beach and not going to the Breakers is like coming to Cascais and not eating a Santini. Worse… maybe!  Because Breakers is not just an hotel… The Breakers is really the reason of existence and the core of this luxurious beach resort.“The first world’s resort destination” as they like to call themselfs. The man who founded the Breakers, in 1894, was called Henry Flagler and was a New Yorker. He was a tycoon and a visionary that, amongst other businesses, leaded a railway company. One day, he arrived on that little piece of paradise and had the vision of building an hotel next to the sea, which he called “Poiciana Hotel”. Soon, and because it was connected to the the main cities through the railway, it became the favorite place for the high society to rest and spend their holidays. Palm Beach, for its geographic location, never reaches certain temperatures so typical of Florida. It is blessed with a breeze and the sea is not as calm as in other Florida parts. The guests began to prefer the rooms right in front of the beach, where they could hear the waves breaking … (by the Breakers)… and so, the hotel started to be known as “Breakers”. Then, after being devastated by a fire, in 1903, it was rebuilt and officially reopened as “The Breakers”. Inspired on Villa Medici, the roman renaissance palace, this hotel makes us travel in time and enter on a true fairytale. It’s in that limbo, in which tradition meets american efficiency and the result is close to a Magic Kingdom where you loose track of what’s real and what’s not. We don’t know if we’re going to find a Leonardo Da Vinci between his paints and brushes or Minnie herself sunbathing with a red polka dot swimsuit.
Imagine a renaissance palace, planted 10 cms away from the turquoise ocean, with fresco painted high ceilings and a bar that serves the best burgers ever… welcome to America!! The gardens are immaculate… I’ve never seen grass like that… the 5 swimming pools that serve the hotel are a true dream, the private beach… the bungalows that serve the guests during the day (with all the amenities you can think off – an LCD and a mini private bar) it all seems taken from a movie!

Surrounding all this, two magnificent golf courses with 18 holes each, an infinity of tennis courts, paths to walk and to ride a bike, children’s parks… not to mention the small, but luxurious shopping center, where, obviously, there’s a Ralph Lauren and a Lilly Pulitzer store. American preppy at its best!

In reality, the Breakers with its 540 rooms, is the opposite of what I like when I’m looking for a hotel. I love hotels with just 50 rooms… The more “mini” and boutique, the better for me! But I have to confess, I’m eager to return one day to spend a whole weekend there! This lunch wasn’t enough…

The Breakers is the ideal place for those who like to spend their holidays in an “all included resort” tipe of hotel. With its 9 restaurants, clubs and spas, this hotel guarantees some holidays well spent and always full of the best American style entertainment!

xoxo