Espadrilles… The pride of Spain!

Maio 20, 2013 in FASHIONABLE

COLORFUL AND FUN… WELCOME THE ESPADRILLES!! 

 

Vamos começar por esquecer o termo Alpargatas, ok?! – Virou fora de moda… da mesma forma que chamar “sapatos de salto alto” a uns stilettos ou “carteira de cerimonia” a uma clutch, vos pode arrumar de vez no armários das “démodé” : ) – Não se enganem…. A partir de agora, se quiserem parecer minimamente enturmadas na moda, quando pensarem em sapatos de lona com sola de corda a palavra é… ESPADRILLE!!! – Ainda por cima, este é mesmo o Verão delas!!!

O ORGULHO DOS PIRINÉUS! 

Há muitos, muitos anos, no coração dos Pirenéus Espanhóis nasceram as alpargatas. Estávamos no século XIV e estes sapatos feitos de lona e corda calçavam os homens do exercito do rei de Aragão. Mais tarde começaram a ser usados pelos padres da igreja católica. Aos domingos usavam-nas na cor branca e durante os outros dias da semana escolhiam cores mais escuras. Ao longo dos tempos em Espanha e também na América do Sul, as alpergatas ficaram associadas a um tipo de calçado do povo. Barato mas resistente. Já neste século, nos anos 60 as alpargatas chegaram a Hollywood e a moda pegou. Passaram a ser um símbolo de uma atitude veraneia, despreocupada e, em certa forma, hip. De qualquer forma as modas vêm e vão e nos anos 70, a fábrica Castañer , umas das mais antigas e importante produtora de alpargatas até aos dias de hoje, estava a chagar a um ponto de colapso quando participou, já no limite das suas capacidades económicas numa feira de calçado, com esperança que alguma encomenda pudesse reverter a direção pouco animadora do rumo da empresa. Essa encomenda chegou! Aconteceu que o Sr. Yves Saint Laurent (him self!) visitou essa feira, encontrou-os e propôs-lhes um desafio… Fazer alpargatas com salto alto para ele as puder introduzir na sua coleção. E assim nasceu este ícone. As sandálias com sola de rafia em plataforma foram e continuam a ser um sucesso até aos dias de hoje! Não conheço ninguém que não tenha, ou já tenha tido, pelo menos um par. Poucas peças gritam mais “verão” que estas “sapatolas” de lona vindas de Espanha que nos habituamos a usar principalmente na época de praia.

YSL – THE REAL DEAL!!

Já houve verões melhores e outros piores para as Espadrilles. Ora se usam muito ora voltam para o baú, mas este ano, não tenham a mais pálida duvida…. 2013 vai ficar na memoria como o ano das Espadrilles! – Não se esqueçam… já vos tinha dito para não dizerem alpargatas! ; )

AS MANAS MIDLETON E A SUA LIGEIRA OBSESSÃO POR ESPADRILLES…

Acho que a ligeira obsessão das manas Midleton por espadrilles poderá ter dado o empurrão que a industria estava a precisar…  a verdade é que a coisa, de um ano para o outro se tornou viral. Esta estação não houve nenhuma marca conceituada que não quisesse ter espadrilles nas suas coleções. Céline, Chanel, Tory Burch, Valentino, Stella Mccartney e Christian Louboutins são talvez aquelas que estão a criar maior burburinho.

CHANEL – MY FAVORITE!

 CÉLINE ….SO CHIC !!!

CHRISTIAN LOUBOUTINS… 

Contem-me de vossa justiça… quem adora e quem não suporta o género?! – Quem compra para a família toda e quem não gastava um tostão… no caso de um par Chanel a coisa chega aos 500, 600 tostões (euros, entenda-se)…. nuns sapatinhos destes??? (os mais caros são em pele) – Eu confesso que estou mais ou menos apaixonada pelas Chanel de lona com ar mais “Shabby” mas também tenho que admitir que acho uma ligeira perversão do conceito… mais ou menos como “brincar aos pobres”… não sei se não continuo a preferir as autenticas, baratinhas, sem pedigree mas com “coolness” que as chiques nunca podem ter….

Espero que tenham gostado do post e, quem sabe, que se tenham inspirado para os dias de verão que esperamos cheguem logo!!

Vou ficar à espera dos vossos comentários!

UM BEIJINHO,

MARIA

P.S. – Só queria dizer que existem versões fashion a preços muito simpáticos, como estas da Zara! – Vá, e não digam que não sou vossa amiga… ; )

Para saber mais sobre este produto, clique aqui!

In English:

Many years ago, in the heart of the Spanish Pyrenees, Espadrilles were born. We were in the XIV century and these shoes, made of canvas and rope, were used by the army of the King of Aragon. Later on, they began to be used by the priests of the Catholic Church. On Sundays, they used them in white, while during the other days of the week they chose darker colors.  Throughout the years, in Spain and also in South America, the espadrilles became associated with a type of footwear for the lower classes. Cheap but resistent. Already in this century, in the 60’s, the espadrilles arrived to Hollywood and became popular… a good symbol of a summer and carefree life. Anyway, fashion comes and goes and in the 70’s, the Castañer factory, one of the oldest and most important espadrilles’ manufacturer till today, was at its economic breaking point, when decided to participate at a footwear fair, with hope that some new order could invert the not so cheering situation of the company.

That order arrived!!!! It so happened that Mr. Yves Saint Laurent (himself) visited that fair, found them and offered them a challenge… To produce high heeled espadrilles, so he could introduce them in his collections. And this is how an icon was born! Sandals with rope platform sole were and continue to be a big sucess till today! I don’t know anyone who doesn’t have, or hasn’t already had at least one pair. Only a few pieces scream “Summer” more than these canvas little shoes, from Spain, that we are so used to see especially during beach season.

There have been good summers and some bad ones for the Espadrilles. Some years, they get used a lot… and on some others, they go back to our chests. But this year, make no mistake…. 2013 will forever be the year of the Espadrilles!

In my opinion, the Middleton’s slight obsession for Espadrilles may have given the push that this industry needed.. the truth is, from last year till now, it became viral. This season there hasn´t been one famous brand that didn’t want to have espadrilles in their collections. Céline, Chanel, Tory Burch, Valentino, Stella Mccartney and Christian Louboutin are, perhaps, those that are creating most buzz.

Now, I want to know your opinion…who loves it and who can’t stand it? Who buys it for the whole family and who wouldn’t spend a dime… in case of a Chanel pair, it can cost around 500, 600 euros… on shoes like this?!! (the most expensive are made of leather). I confess that I’m a bit in love with the Chanel ones, with that “shabby” vibe… but on the other hand, I admit I have a slight aversion to this concept… more or less like “let’s pretend we’re poor”… I don’t know but I think I still prefer the authentic ones, cheap, with no pedigree but with some coolness that the fancy one will never have…

I hope you enjoyed the post, and who knows,  it may have inspired you for the summer days we hope will arrive soon!

I’ll be waiting for your comments!

XOXO,

MARIA