Entrevista Revista Caras

Dezembro 18, 2015 in IN THE PRESS, MY DESIGNS, MY HAPPY SELF

No ano passado, por esta altura, dei uma entrevista à revista Caras que nunca cheguei a partilhar convosco. Por ser Natal e porque esta produção ter ficado especialmente querida (por ter tido a companhia da Clarinha) decidi, hoje, deixar aqui este texto e imagens carregados de espírito  Natalício. Espero que gostem!

MariaBarros Natal Revista Caras

Foi num dia chuvoso de inverno que Maria Barros, decoradora de interiores, nos abriu as portas do seu ateliê em Cascais. Casada com Rui Hipólito e mãe de dois filhos, Salvador, de 13 anos, e Clara, de dez, revelou à CARAS que é uma mulher feliz, completa e que a família está acima de qualquer coisa na sua vida.

– O Natal é uma época especial para si?
Maria Barros – Para quem tem filhos, o Natal torna-se ainda mais especial, por eles. Criam-se boas memórias, tiramos muitas fotografias, fazemos filmes e abrimos sempre os presentes só os quatro. Dispenso a abertura dos presentes em família, gosto mais de passar um bom serão a conversar e a jantar e aproveitar a companhia das pessoas, mas este Natal vai ser diferente, pois vamos os quatro para o Brasil. Nunca passámos a noite de 24 fora de Portugal, os meus filhos estão muito entusiasmados!

– Costuma mimar muito os seus filhos no Natal?
– Mimo imenso os meus filhos, mas acho que dar-lhes de­masiados presentes não é neces­sariamente mimar, acho que é quase estragar. Não quero que eles cresçam sem saber dar o verdadeiro valor às coisas, por isso nunca fomos de esbanjar, nem no Natal nem no resto do ano.

– Como é a sua relação com cada um deles? Acredito que ter uma rapariga e um rapaz seja muito diferente…
– É muito diferente. Apren­demos muito sobre o outro sexo quando temos um filho do outro sexo, o Salvador desmistificou imensas coisas sobre o sexo masculino que eu não sabia. Quando se tem um filho rapaz há todo um universo que se abre e tu pensas: “Ah! Se eu tivesse sabido isto antes!” [risos]. Com as meni­nas é quase um reviver de nós próprias, dá-me uma satisfação enorme que ela seja um espelho do que eu já fui em criança, é muito engraçado, apesar de eu não lhe revelar isso. É bom vê-la
a dizer e a pensar coisas pelas quais eu já passei.

– E é uma mãe controladora, impõe muitas regras?
– Não, sou mais relaxada por natureza, mas tenho a sorte de o meu marido ser mais rígido e impor bastantes regras, por isso, acabamos por equilibrar as coisas, mas somos os dois da opinião de que as crianças precisam de regras para se sentirem seguras.

– Põe sempre a família em primeiro plano?
– Sempre, e tenho a sorte de o meu trabalho me permitir ter tempo para os meus filhos, sempre geri a minha vida de forma a poder estar com eles, é uma coisa que me dá paz, saber que lhes dou atenção e sou uma mãe presente.

– Além de ter dois filhos, que adora, e uma profissão que a completa, mantém um casamento feliz há mais de dez anos. Qual é o segredo?
– Acho que é saber ceder, é pensar sempre que não vamos mudar a outra pessoa, porque no fundo nós escolhemo-la pelas características que tinha quando nos apaixonámos. Não existe maior erro do que anularmos o nosso “eu” para agradar à outra pessoa, isso só vai criar frustrações, por isso acho que o segredo é não deixar que cada pessoa deixe de ser o que realmente é.

Para verem o resto das imagem sigam o link [aqui] e para o video [aqui].

Espero que tenham um ótimo fim de semana de véspera de Natal!

beijinhos