Astonishing – Intimate – Definitive

Novembro 25, 2015 in MOVIES & PLAYS

Ronaldo

Já todos devem ter ouvido falar no novo filme sobre o nosso craque Cristiano Ronaldo, certo? O que podem ainda não saber é que o documentário está muito bem feito e é um ótimo programa para ver em família. Completamente transversal a gêneros e gerações, o documentário prende o espectador do primeiro ao ultimo minuto e leva-nos numa viagem de talento, dedicação, trabalho, introspeção e muito, muito esforço.  Tenho um filho de 14 anos que na sua descrição biográfica (do Instagram, entenda-se) descreve ser praticante de um tipo de “religião” – o Cristianismo… com CR7 no fim. Enfim… nada que não condiga com a situação de ser rapaz e ter 14 anos.

Isto para vos dizer que, para o Salvador, ver este documentário estava no topo da Agenda. Soubemos que estreava mundialmente a uma segunda feira, não fomos ao cinema nesse dia por ser um dia de escola e foi com alguma surpresa que na 6a feira seguinte, quando liguei para reservar bilhetes, percebi que o filme só tinha sido exibido durante um único dia. A tal segunda feira. Grande decepção. Os “peritos de marketing” desta operação que me  perdoem mas um dia só nos cinemas pareceu-me de menos. Passo em frente, como sou assinante Nos, e não Meo, segui para a Fnac para comprar o DVD. Percebi que com apenas 9€ se compra o DVD e aí eu pensei, pronto, “peritos de marketing”… ver no meu ecran nunca será como ver numa sala de cinema, mas por 9€.. estão perdoados.

Mas pronto… como qualquer “biografia autorizada” percebemos que a informação é selecionada e, ligeiramente, manipulada…

Um documentário sobre “um ano da vida de alguém” pressupõe que vamos entrar na intimidade e que vamos ver essa pessoa a interagir com aqueles que estão mais perto de si e que fazem parte do seu universo pessoal. Acho que a namorada de tantos anos aparecer numa ou outra filmagem só teria dado ao documentário a dignidade dos relatos honestos. Sim entretanto passou a ser “ex”, todos sabemos. Não estamos a pedir para a promoverem, mas subtrai-la completamente da equação foi, no mínimo, bizarro. Todos sabemos, que foi naquele período de tempo que Cristiano foi fotografado por Mario Testino para a capa da Vogue Espanha que compartilhou com a top Irina Shayk. Se dois minutos da peça mostrassem isso, nós mulheres (e homens, porque não?!) íamos gostar. Eu sei que deve ser um loucura escolher filmagens de um ano para condensar numa hora e meia de filme e que muita fita deve ter acabado no balde do lixo da sala de edição, mas convenhamos… Não é todos os dias que um jogador de futebol faz a capa da vogue!

Ronaldo-Irina

Acho que houve uma intenção, ligeiramente forçada, para passar a imagem de super pai (solteiro) com uma “vida de monge”, entre o treino e os cuidados com o filho e que isso dificilmente traduz o que será a realidade, mas pronto…

Dito isto, porque até era estranho que não tivesse nada a apontar, o filme é uma ótima ferramenta de divulgação da vida e carreira deste homem que tantas vezes nos fez transbordar de orgulho nacional.

Para quem, como eu, tem filhos nestas idades então… são lições atrás de lições. De esforço, de auto-superação, de trabalho, de dedicação. O Sucesso dá muito trabalho e a sorte apanha-te quase sempre a trabalhar. E este jogador, para além de ser virtuoso, acrescentou à sorte todas as qualidades de um trabalhador.

Todas essas mensagens passam no filme… Usar a dor e as dificuldades da vida em nosso beneficio. Ser um bom profissional. Cumprir com as suas obrigações. Transformar o que é aparente mau em bom. E nunca deixar de acreditar.

À parte destes comentários mais gerais, sobra-me um mais prático mas que, a uma decoradora de interiores e alguém que vive sempre muito intensamente este assunto das casas, não poderia passar despercebido:

Quem já viu o filme vai de certeza lembrar-se duma imagem em que o jogador se aproxima do lavatório de manhã e abre uma gaveta e eis que, para meu grande espanto… a gaveta transbordava de boxers multicolor. Ficámos portanto de posse da informação que o craque guarda a roupa interior no WC.  Mais alguém achou estranho? Uma pessoa que, suportamente, tem uma casa pensada e projetada ao milímetro… acabou por guardar os boxers na casa de banho?? Estranho…

Cris, da próxima vez que planeares o teu closet certifica-te qua a pessoa que o faz te guarda uma gaveta para os boxers perto da gaveta das meias, que por sua vez vai estar perto das calças e das t-shirts… tipo essas coisas que a malta precisa para se vestir, boa?

Dito isto, não deixem de ver! E por ser um tão bom documentário deixou-me com muita curiosidade para ver os filmes anteriores feitos por esta equipa… Senna (o meu grande e insubstituível ídolo dos anos 80) e Amy. Ou seja, tenho de voltar à Fnac rápidamente!

beijinhos