A eterna questão…. Tinta ou Papel de Parede??

Janeiro 27, 2015 in MY DESIGNS

PINTURAS

PINTURAS

Papel de Parede Quarto da Clarinha

Quarto da Clarinha

Uma simples lata de tinta, fita de pintor, pinceis, trinchas…um bocadinho de imaginação e…. a magia acontece!

Sei, como maior parte dos designers de interiores, que o efeito conseguido com a aplicação de tinta é, muitas vezes, difícil de superar. Com tinta, um par de mãos e olhos experientes, conseguimos o resultado imaginado de uma forma mais precisa. Sabermos que podemos personalizar 100% uma decoração usando exatamente as cores que desejamos, pela ordem pretendida, na escala ideal… não tem preço.

Por outro lado adoro a simplicidade, a brevidade, o pragmatismo e o conforto tátil do papel de parede… Quando falo em simplicidade refiro-me ao lado prático, rápido e ao seu efeito “flash”, porque na verdade um papel de parede pode ser um elemento muito requintado numa decoração, dando-lhe um conforto extra que não se consegue atingir com paredes estucadas e pintadas.

Pessoalmente adoro misturar os dois elementos num mesmo espaço. A coexistência de paredes revestidas a papel com outras pintadas é um fator recorrente nos meus projetos… e o sótão, neste caso, não foi exceção!

No quarto da Clarinha, em duas paredes pintámos riscas cor-de-rosa e na parede da secretária e na parte que passou a ser o seu “Quarto de Vestir” usámos o nosso papel de parede Formentera by MB Home.

No quarto do Salva um mural de graffiti coexiste com uma parede forrada com papel de parede (Saraille Cobalt da Designers Guild que eu adoro de paixão). Para além da tinta e do papel, existe também um nicho que foi forrado com o mesmo revestimento aplicado no chão, um soalho flutuante branco – Natural Nordico da PORCELANOSA . Os 3 elementos misturam-se de forma harmoniosa.

PINTURAS

Graffiti

Graffiti

Papel de parede DG

Papel de Parede

papel de parede DG

roble branco PORCELANOSA

Por fim ainda temos o hall dos quartos onde pintámos um Chevron (zig-zag) a 4 cores. A parede ficou gira, gira…

PINTURAS

PINTURAS

No fundo, é essa mistura de cores, texturas e materiais que tornam um projeto de decoração mais emotivo e pessoal. Quando entramos num espaço gostamos que os nossos sentidos sejam simultaneamente estimulados e mimados. Foi essa a minha principal intenção e fiquei muito feliz com o resultado final! – Estou cheia de vontade de vos mostrar a obra acabada (que já está) mas tenho de reunir dois fatores importantes… um dia de sol e o olhar da minha amiga Teresa Aires. – Até lá, vou fazendo estes posts sobre as diferentes etapas do projeto. Espero que aproveitem o lado didático! – Se tiverem questões que queiram que responda, é só escrever nos comentários!

Os papeis de parede Designers Guild são distribuidos em Portugal pela empresa Pedroso & Osório. Espreitem a página da P&O no Facebook [AQUI] e suspirem muito….

beijinhos