Sneak Peek at MB Home Christmas!

November 28, 2014 in INSTAGRAM FAVORITE, MY WORLD OF INTERIORS

Natal Maria Barros Home

Na 3a feira, apesar do dilúvio que se apossou desta pequena vila costeira, conseguimos entrar no espirito de Natal aqui no escritório… Na verdade não tivemos grande alternativa se não entrar na onda… Recebemos, de manhã a equipa da Caras e à tarde a equipa da Lux, para duas reportagens de Natal, que se quiseram em tudo diferentes. Imaginam o veste e despe, o puxa árvore para cá, puxa para lá?! – Chuva e mau tempo à parte, foi um dia divertidissimo e umas horas super bem passadas com duas equipas 5 estrelas. Apesar de não termos sido abençoados com um único raio de sol, sei que aqueles fotógrafos sabem fazer milagres por isso estou super curiosa para ver ambos os resultados!

Hoje deixo-vos este INSTA-MOMENT registado pela minha assistente Ana Fiuza. Mas fica já aqui a promessa de reportagem completa para a semana carregada de corações e do amor que representam!

beijinhosP.S. – A foto que publiquei ontem tem um ano. Faz parte de um conjunto de fotos de um post de Natal que fiz em Dezembro de 2013 AQUI.

 

 

É oficial… O Natal está à porta!

November 27, 2014 in IN THE PRESS, MY WORLD OF INTERIORS

Natal Maria Barros Home

Pronto, é oficial… já começa a “cheirar a Natal” por todos os lados. O inverno instalou-se na nossa vida sem darmos bem conta.  De repente, hoje olho para o termômetro do carro e marcava 5ºC. Irra… Valha-nos o sol que brilha. Dias como o de ontem a malta embrulha e dá com carinho a quem gosta e precisa, certo?? Valha-me Deus… o que foi aquele diluvio?? Credo. Não aprecio nada nada nada….

Nesta fase do ano valem-nos dias como hoje em que o sol nos acorda com brilho, as castanhas a fumegar nas esquinas, tartes de maçã quentes a saber a canela, um copo de vinho tinto e uma longa conversa, a lareira, luvas, pantufas, uma botija de agua quente, um domingo à tarde a ver um filme no sofá e … o Natal. Com todo o amor que está associado a esta data, o natal é sempre uma lufada de luz no túnel destes dias cinzentos!

A revista Closet, já publicou a sua edição de Dezembro onde podem ler as minhas dicas para uma mesa de Natal perfeita! – Só para começarmos a entrar no espirito….

10 dicas mesa de natal

1 – Quando tenho vários convidados à mesa, gosto de marcar os lugares com pequenos marcadores de cartão para evitar confusões na hora de sentar.

2 – Escrever a ementa, fazer uma impressão personalizada e colocar sobre cada prato pode ser um uma forma simples de tornar a apresentação da mesa mais personalizada.

3 – Muitas velas

4 – Ter uma mesa de apoio ou side-board por perto para não ter de colocar as travessas e garrafas de vinho na mesa

5 – Ter um bonito arranjo de flores no centro da mesa. Controlar a altura para não bloquear a conversa. Não há pior que uma gincana de olhares para conseguir conversar num jantar…

6 – Eu gosto de não usar a tradicional toalha, tão típica das mesas portuguesas. Quando as mesas são bonitas aguentam muitíssimo bem ter só individuais ou mesmo marcadores. Fica simples e chic.

7 – Evitar reunir numa mesma mesa, o serviço de natal com os guardanapos de natal, com o arranjo de natal… menos é mais.

8 – Se a mesa tiver um candeeiro de teto ao centro, podemos utiliza-lo como apoio a algum tipo de decoração. Várias bolas de natal presas nas hastes de um candeeiro de teto pode ser o setting perfeito para uma mesa de natal e deixa-nos espaço livre em cima da mesa para tudo “respirar” melhor…

9 – Se possível não abdicar dos guardanapos de pano. Afinal de contas Natal só acontece uma vez por ano.

10 – Ter um bom CD a tocar bem baixinho. “Nina! – The Nina Simone Collection” é muito cool.

 

Para irem estando a par das novidades Closet, sigam o blog ClosetMagazineEsta revista é distribuida nos Centros Comercias do Grupo Dolce Vita.

beijinhos

House of DVF

November 21, 2014 in FASHIONABLE

House of DVF

“The truth is, my religion is truth. That’s what I practice. And it’s a big job to practice truth. But if you do it every day, it’s like pruning a tree, it’s wonderful. I think that’s what comes out in the show. It’s very honest and very real.

Diane Von Furstenberg 

House of DVF

Só para avisar, quem ainda não deu por isso, que o canal E! (56 netcabo) tem um novo reality -show (em formato “competição”) em que 10 raparigas se degladeiam para chegar à aspirada posição de Brand Embassator da marca DVF (Diane Von Furstenberg) . – Supervisionadas pela própria Diane e a sua equipa elas aspiram aprender tudo aquilo que ainda lhes falta saber sobre o maravilhoso mundo da moda!

Claro que a ideia é ir vendo a evolução e os porquês que levarão a própria Diane a descartar uma ou outra. Só há um lugar e temos 10 aspirantes. Já passaram dois episódios e posso dizer-vos que a maior graça que o programa tem é que se percebe à légua que não é encenado. Tudo tem um ar espontâneo e não fabricado. Só podia ser assim, vindo de quem veio. Esta mulher só sabe fazer bem!

Este domingo às 20:00 vai para o ar o terceiro episódio. Depois não digam que não avisei… Bom fim-de-semana!

beijinhos

The Waverly Inn

November 19, 2014 in BOOKS & SONGS, GLOBETROTTER, LET'S EAT!

waverly inn logoThe Waverly Inn

Quando se cruza o Atlântico para ir jantar fora, é melhor que o restaurante seja mesmo bom. Conheço alguns em Nova York, mas adorei ir ao The Waverly Inn no bairro trendy de Greenwich Village. Não me foi recomendado particularmente por ninguém mas já numa ou outra situação tinha ouvido falar neste restaurante. Ou seja, estava na lista. E valeu mesmo a pena, uma vez que superou em tudo as minhas expetativas.

O edifício é muito antigo. A estrutura terá mais de 200 anos. Como restaurante funciona já desde 1920. Começou por ser o lugar de eleição da elite intelectual de Manhattan. Durante muito tempo foi palco de tertúlias onde se encontravam poetas, escritores, pintores… figuras importantes da cultura mundial. Em 2006 o espaço foi comprado por Graydon Carter, um influente editor da revista Vanity Fair. Graydon, para além de atrair a elite cultural, puxou também para o local uma saudável massa de celebridades que adoram serem fotografadas à porta do pequeno restaurante, onde muitas vezes os esperam grupos de paparazzi.

Na 6a feira, quando chegámos, percebi logo que a àrea estava calma, mas de fora, nada faz imaginar o ambiente que se vive dentro. Sentimo-nos literalmente entrar num romance de Charles Dickens, num cenário assim meio Vitoriano mas onde, por contraste, os “personagens” vestem Prada ou Gucci e as senhoras passeiam as suas carteiras Valentino e os seus vestidos Lanvin pretos. Acho que quase todas as pessoas naquele restaurante estavam vestidas de preto… só um detalhe. Mas chic… tudo chic a valer! – Como diria Dâmaso Salcede, o gorduroso lambe botas de Os Maias.

O pé direito é baixíssimo como seria de esperar de uma taberna campestre. Um autentico pub inglês de 1800s… com lareiras e tudo. Com apenas 6 bancos de bar, muitas são as pessoas que chegam e ficam em pé enquanto esperam pela sua mesa ao sabor de um belíssimo cocktail. Esta primeira sala tem algumas mesas de refeição mas tivemos a sorte de jantar na sala principal onde a atmosfera é mais calma e com um toque Parisiense. As paredes estão pintadas com murais de Edward Sole, caricaturista e ilustrador, amigo pessoal de Graydon Carter. A ideia foi retratar naquelas paredes exatamente a fauna de artistas e intelectuais que sempre encheram de cultura aquele emblemático espaço. Confesso que se reconheci uma mão cheia foi bastante… Bob Dylan estava mesmo à minha frente e Andy Warhol perto…. Marlon Brando também lá está e Truman Capote… De resto, grande parte são escritores, poetas, politicos… figuras que deixaram o seu DNA na estória da cidade mas não imediatamente reconhecíveis por dois “tugas” cansados…

De resto, tivemos uma refeição deliciosa. Como já tinha ouvido falar no “Mac and Cheese” com trufa, não hesitei muito na hora de escolher o prato principal. A fama precede-o mas confesso que quando percebi o preço (48 horas mais tarde) achei ligeiramente despropositado… não deixa de ser uma “pratada de massa com natas e queijo gratinado” ao preço da melhor lagosta, mas pronto… estávamos no The Waverly Inn, a jantar no centro do mundo, numa 6a feira à noite, depois de uma semaninha de cão e praticamente diretos de um voo de 8 horas. Merecíamos qualquer coisa!

Existe um livro publicado com fotos e a descrição de cada personagem dos murais do restaurante, chama-se  The Mural at the Waverly Inn.  Não deixem de dar uma espreitadela! Deve ter muito mais graça chegar e saber quem é quem, do que andar ali a divagar como nos aconteceu a nós… “Mas quem são estes caramelos todos?!”

The murals at the Waverly Inn

 

Se lá quiserem ir, na vossa próxima visita à cidade, não se esqueçam de reservar [AQUI].

Diz que” está sempre à pinha…

The Waverly Inn  fica em 16 Bank St, New York, NY 10014.

beijinhos

 

In English

When you cross the Atlantic to go out to dinner, you better pic a really good restaurant. I know quite a few in New York city, but I loved going to The Waverly Inn in the trendy neighborhood of Greenwich Village. It wasn’t recommended by anyone in particular but for some reason I had heard about it and it was on my list. And it was worth the trying , as it exceeded all my expectations.

The building is very old. The structure has probably more than 200 years. It became a restaurant in 1920. It started as the place of choice for Manhattan’s intellectual elite. It has long been host to gatherings of poets, writers, painters … In 2006 the space was bought by Graydon Carter, an influential editor of Vanity Fair. Graydon, besides attracting the cultural elite, also pulled a healthy local mass of celebrities who love being photographed by the door of the small restaurant where often are expect by groups of paparazzi.

Last Friday, when we arrived, I soon realized that the area was calm, but from the outside, no one guesses the kind os atmosphere that’s inside. We literally feel as if we are entering a novel by Charles Dickens, where, by contrast, the “characters” wear Prada or Gucci and the ladies carry their Valentino purses and their Lanvin black dresses. I think almost everyone in that restaurant were dressed in black … just a small detail. But all very chic!

The rooms are very low as you would expect from a very old country inn. An authentic 1800s English Pub… with its fireplaces and all. With only six bar stools, there are many people who come and get to be standing while they wait for their table with a wonderful cocktail in hands. This first room has a few dinning tables but we were lucky to seat in the main dining room where the atmosphere is calmer, with a Parisian twist. The walls are painted with murals by Edward Sole, caricaturist and illustrator, personal friend of Graydon Carter. The idea was to portray in those walls exactly the fauna of artists and intellectuals who always filled with culture that emblematic space. I confess that if I recognized a handful was a lot … Bob Dylan was right in front of me and Andy Warhol close …. Marlon Brando was also there and Truman Capote … Moreover, most are writers, poets, politicians. .. figures who left their DNA in the story of the city but not immediately recognizable by a tiered portugues couple…

Moreover, we had a delicious meal. As I had already heard about the “Mac and Cheese” with truffle I did not hesitate much when choosing the main course. The reputation precedes it but I confess that when I was informed about the price (48 hours later) I found it slightly outrageous …after all it’s just a “Full plate of gratin pasta and cheese” at the price of the best lobster, but anyways … we were at the Waverly Inn, dinning in the center of the world, at a Friday night, after an awful week and almost directly from an 8 hour’s flight. We deserved all we wanted!

There is a book published with photos and descriptions of each character in the murals of the restaurant, called The Mural at the Waverly Inn. Do not forget to take a peek! Must be more fun to get to know who is who before walking there than to keep wandering who everyone was like we did…

A short and cold visit to the Big Apple

November 17, 2014 in GLOBETROTTER, INSTAGRAM FAVORITE

Nova York

Na semana passada, apesar de ter ido dando algumas noticias por aqui, estive doente com uma amigdalite como já não tinha há…. ? Será que alguma vez tive uma assim?! Nem sei… Mas pronto… depois de duas idas ao médico e uma caixinha de antibiótico que eu odeio tomar (porque acho sempre que me está a fazer bem a uma coisa e mal a vinte…) lá fui melhorando a passo de caracol. Salvou-me ter o Rui por perto porque me foi aqui gerindo as coisas por casa e mimando, que é sempre uma coisa que nos sabe bem quando estamos mais vulneráveis. E ao ver-me melhor na 6a feira, não fez mais nada… pegou em mim e levou-me a jantar fora… sabem onde? Nova York! (praticamente ao lado de casa portanto…) – Sim que isto de vida de piloto não é sempre fácil mas depois tem destas coisas boas… Eu teria ficado feliz com um ramo de flores mas confesso que o jantarinho em Nova York me soube pela vida. Eu sei, vocês vão dizer… “mas deve ter demorado uma eternidade para lá chegar!” – Confesso que me pareceu quase tudo rápido. Entre as refeições (eu sou daqueles cromos que adora refeições a bordo), conversa e leitura (li um livro da primeira à ultima página) as oito horas de voo, voaram… literalmente! – Pior mesmo foi a fila para o controle de passaportes à chegada, mas pronto… Como o Rui ia a trabalhar passou rapidamente como tripulante mas depois teve de esperar uma hora por mim. Que isto de ser civil, à entrada dos Estados Unidos, tem o que se lhe diga… paciência é a palavra chave para ir aguentado a seca com um sorriso na cara! É assim… estás em Nova York certo?! O impacto emocional não pode, nem deve, ser o mesmo da espera numa fila na repartição de finanças… estás a um paço de estar na Big Apple… Encara lá a fila com com cara alegre!

E assim foi, com um sorriso na cara, cheia de frio (porque deviam estar uns 3ºC…) um bocado cansada, não só pela semana complicada que tinha tido mas também pela viajem, que eu fui jantar na melhor companhia que o Universo me deu. E depois de ter passado uma semana a sentir-me miserável, acabei a minha 6a feira como uma princesa, a jantar num restaurante trendy no Village, rodeada de muito barulho e gente gira… feliz porque o pior já tinha passado!

No sábado ainda tive direito a um pequeno almoço num Diner típico americano, a um passeio pela 5a Avenida, com direito a paragem demorada na J.Crew, claro… com é muito, muito obvio…  e a saborear uma “New York’s Favourite Pizza” no Famiglia para o almoço (que isto de ir a NY e não comer, nem que seja uma vez, em prato de papel, não está com nada) …  Quando chegou ao fim, esta minha breve passagem por NY, já nem me lembrava que tinha estado doente. Tudo me pareceu completamente remoto… Voltei feliz e com vontade de fazer, sabem o quê? – A árvore de Natal! – Acho que vai ser já hoje.

beijinhos

In English

Last week, despite having posted some times, I was ill with the worst throat pain ever  ….? Will I ever had one like that ?! I don’t know … But well … after two visits to the doctor and an antibiotics prescription, which  I hate taking  (because whenever I think is doing one thing good I imagine twenty others it’s doing bad…) I was better by the end of the week. It was great that Rui was around helping managing things with the kids and spoiling me, which is always a good thing when we are most vulnerable. And as I was obviously much better by Friday, he decides to invite me for dinner …  guess where? New York! – A pilot’s life is not always easy but then they have these great things … I would have been happy with a bouquet of flowers but I confess that dinner in New York was a little bit more exciting . You are probably thinking … “but it takes forever to get there!” – I admit that almost everything seemed fast. Between meals (I am one of those nerds who loves plain meals), some talk and reading (I read a book from the first to the last page) the eight-hour flight, flew away… literally! – The worse was the passport control queue on arrival … As Rui went as a crew member he passed quickly but then had to wait an hour for me. Being a civil, entering the United States, requiers some patience. But then again it’s like … you’re in New York right ?! The emotional impact can not, and should not, be the same as waiting in line at the tax office … you’re one step away from the Big Apple … so just put a smile in that face and wait!

And so it was.. with a smile on his face, super cold (because it should be about 3 ° C …) and a bit tired, not only by the difficult week he’d had but also by the journey, I was dining in the best company that the Universe gave me. And after having spent a week feeling miserable, I finished my Friday like a princess, dinning at a trendy restaurant in the Village, surrounded by a lot of noise and fancy people… so glad the the storm was over and done!

On Saturday I was still entitled to breakfast at a typical American Dinner, a walk through 5th Avenue, completed with a stop at J.Crew (what else?!) … and to enjoy a “New York’s Favourite Pizza” for lunch at the Famiglia restaurante (going to NY and not eating, even if just once, from a paper plate doesn’t feel like the real deal) … When it came to an end, my brief one-night-stop in NY , I didn’t remember anymore that my throat had ever hurt. Everything seemed quite remote … I came back happy and willing … you know what!? – Put up my Christmas tree!

Maria Barros Home by Espaços e Casas

November 13, 2014 in IN THE PRESS, MY DESIGNS

Aroeira Maria Barros

Lembram-se, com certeza, deste projeto a que chamei Blue & Green Explosion! – O Programa Espaços & Casas do canal Sic Noticias fez uma reportagem com esta casa na Aroeira como pano de fundo. Para os que não viram, deixo-vos aqui o video!

Hoje, só queria um dia de sol igual àquele! Será pedir muito?…

beijinhos

Chanel nº5 – The one that I want!

November 12, 2014 in BOOKS & SONGS, MOVIES & PLAYS

Chanel nº5

Pára tudo!!! – Já viram o novo anúncio do perfume Chanel nº5 realizado pelo estratosférico Baz Luhrmann ?? O realizador Australiano (The Great Gatsby) volta a trabalhar com a marca francesa (para quem já tinha feito uma curta metragem à 10 anos onde brilharam Nicole Kidman e Rodrigo Santoro). Desta vez, sempre em parceria com a sua mulher, a galardoada designer (vencedora de dois oscares da academia para melhor costume design) Catherine Martin, Baz apresenta-nos uma história de “um momento na vida de uma mulher”. Ao que parece a ideia era passar uma história com que todas nos identificássemos. A história sobre uma “mulher real” (hum, hum… a “girl next door”, Gisele Bundchen, que de real tem o que sabemos… nada, mas pronto) , com uma vida real. Para o efeito Gisele veste a pele de uma super modelo, retratando uma top model com uma top casa, num top spot, com um top marido no seu top carro guiado pelo seu top chauffeur.. enfim tudo completamente banal e real como também já estão a imaginar. – Entretanto só mais um pormenor… a moça surfa ondas daquelas que eu, se avistasse uma da costa, acharia que era um tsunami. Mas sim, ela surfa com a mesma naturalidade que pousa para a câmara de Baz (que entra na história como fotógrafo) ou com a mesma graça que se borrifa de Chanel nº5 enquanto usufrui de quality time com a filha.

Posto isto e todas as brincadeiras à parte, Baz acertou em cheio! – O filme está magistral e o facto de terem escolhido Gisele para embaixatriz da marca faz-nos esquecer o tiro ao lado que foi Brad Pitt como imagem do mais emblemático e vendido perfume de todos os tempos.

E não tem importância nenhuma que tudo seja ligeiramente inatingível… porque é tudo completamente aspiracional. Todas vamos querer aquilo tudo, incluindo o perfume. Que neste caso é o que se pretende.

Eu própria, que comprei o meu primeiro e único Chanel nº5 quando tinha acabado de fazer 17 anos e desde então nunca mais me cruzou o pensamento voltar a usar um aroma que achei  pesado e “antiguinho”, fiquei com uma incontrolável vontade de voltar a cheirar assim, igual àquela Gisele enigmática, que surfa e que posa e que no meio de tudo tem tempo para brincar com a filha e que no limite escolhe a família e o amor sobre a carreira. Ganda Baz!!!

E a música??? O que é esta música interpretada desta forma por Lo-Fang?O arranjo musical mais inesperado dos últimos tempos! – Quem não se lembra desta música em Grease??? You’re the one that I want aqui cantado de uma forma intensa e que, aposto, vos vai deixar a suspirar… (A mim deixou) é mesmo a cereja no topo do bolo! Bolas, bate mesmo tudo certo!!

Enfim… estou viciada! … Definitivamente rendida ao génio de Coco Chanel aqui revivido por Karl Lagerfeld e Baz Luhrmann . Rendida a esta versão da música. Rendida, mais uma vez, à beleza desta mulher e todos os kits que ela veste durante o filme (tirados da coleção Cruise 2015). Rendida à magia deste perfume histórico…

Chanel nº5… You are, defenitly, the one that I want!!

In English

Stop everything !!! – Have you seen the new Chanel No. 5 perfume ad directed by stratospheric Baz Luhrmann ?? The Australian director (The Great Gatsby) reunites with the French brand (for whom he had already made a short film 10 years ago, staring Nicole Kidman and Rodrigo Santoro). This time, always in partnership with his wife, award-winning designer (winner of two Academy Awards for best costume design) Catherine Martin, Baz presents us with a story of a moment in a woman’s life. Apparently the idea was to convey a story  that we all identified with. A story about a “real woman” (hum, hum … the “girl next door”, Gisele Bundchen, who we all acknowledge as being so common, right?!), with a real life.So Gisele plays a model.  In fact she is  a top model with a top home in a top spot, with a top husband in his top car driven by his top chauffeur .. the all entourage is completely real… not! But just one more detail … the girl surfs those waves that I, if I saw one from the coast, would find that it was a tsunami. But yes, she surfs with the same ease that poses for the Baz’s camera (who enters the story as a photographer) or with the same grace that sprays of Chanel No. 5 whilst enjoying quality time with her daughter.
That been said, and all jokes aside, Baz nailed it! – The short movie is masterful, and the fact that they have chosenGisele to be  the brand ambassador makes us all forget Brad Pitt was in those miss feting shoes not long ago. Completely wrong as the image to this most emblematic and selling perfume of all times.
Because even though everything is slightly unattainable …  it’s completely aspirational. We end up wanting it all, including perfume. Which, in this case, is exactly what Chanel expected from Baz.
Personally and having bought my first and only Chanel No. 5 when I had just turned 17 and since then has never crossed my mind to use it again as I remember it as a to strong of a scent, I got the urge to smel exactly  the same to this enigmatic Gisele, that surfs and poses and  plays with her daughter and that at the end choses Family over carrear. Way to go Baz !!!
And this song??? This Lo-Fang interpretation of the classic is really something . The most unexpected musical arrangement that I recall! – Who doesn’t remember this song ??? You’re the One That I Want from the movie Grease was sung here in a very intense way and, I bet, will make your little harts beat a little faster. It seems like they really got it all covered!
Anyway … I’m addicted! … Definitely surrendered to the genius of Coco Chanel  revived here by Karl Lagerfeld and  Baz Luhrmann. Surrendered to this version of the song. Surrendered, once again, to the beauty of this woman and all the great outfits that she wears during the movie (taken from the 2015 Cruise Collection). Surrendered by the magic of this historic fragrance …
Chanel No. 5 … You are, defenitly, que the one I want !!beijinhos

My Favourite Love Song #9

November 10, 2014 in BOOKS & SONGS

I will always love you

Vamos então começar pelo princípio… Poucos sabem que esta música que Whitney Houston tornou épica com a sua interpretação para a banda sonora do filme de Kevin Costner, The Body Gard, em 1994, começou por ser uma balada Country gravada em 1973 por Dolly Parton.

Um dia, quando as palavras lhe faltavam para argumentar uma separação inevitável, foi para casa e compôs este estrondoso sucesso musical que cantaria no dia a seguir ao seu parceiro profissional (Porter Wagoner) de quem se quis separar naquele altura, iniciando um projeto a solo.

A energia que a canção passa é exatamente essa… da impossibilidade de dar certo. A historia de alguém que parte, mesmo amando… e do vazio que deixa. O amor eterno retratado como um desperdício de afetos. Quem fica, bem poderá pensar… Para que serve que me ames a vida toda, se não vais estar aqui do meu lado?! – Na verdade não faz muito sentido….mas lá que é uma música extraordinária, ninguém o pode negar.

Pode até já ter sido ouvida vezes a mais… concordo! – Já não lhe damos o verdadeiro valor que merece. Não há um concurso de talentos em que não venha a “I will always love you!”, principalmente quando a concorrente é daquelas que transborda auto estima e talento e quer mesmo fazer um statment. – “Eu sei… esta musica é difícil de cantar com’ó caraças mas reparem como não tenho medo de o fazer.”… Ou seja, não é qualquer pessoa, no seu perfeito estado de saúde menta, que arrisque cantar “A Canção” em público. Whitney, depois de o fazer, deixou a fasquia lá bem em cima e todos sabem que é praticamente impossível, sequer, igualar, quanto mais superar.-  Quando lhe passaram esta música para as mãos Whitney Huston mudou o rumo da história desta balada country. Que sempre foi linda, não me interpretem mal… (e se eu a-d-o-r-o a melodia do country!)  Mas esta canção não era aquilo em que se tornou. Ficou maior que a letra, que a música, que a história do filme… Tornou-se na música pela qual Whitney Houston será sempre recordada. Inimitável.

Imagino que poucas pessoas sejam indiferentes a esta canção de amor!

I will always love you

If I should stay
I would only be in your way
So I’ll go but I know
I’ll think of you
Every step of the way

And I will always love you
I will always love you
You, my darling you

Bitter sweet memories
That is all I’m taking with me
So goodbye, please, don’t cry
We both know I’m not what you, you need

And I will always love you
I will always love you, oh

I hope life treats you kind
And I hope you’ll have
All you’ve dreamed of
And I wished you joy
And happiness
But above all this, I wish you love

And I will always love you
I will always love you
I will always love you
I will always love you
I will always love you
I, I will always love you, you

Darling, I love you
I’ll always
I’ll always
Love you

Deixo-vos com as duas versões. Tem graça ouvir as duas de seguida. Parecem, quase, músicas diferentes…

E agora, só para se rirem, deixo-vos o link [AQUI] para a melhor interpretação que já viram desta canção… Alguém me dá emprego?

beijinhos

Making-of – A super cool Photo shoot

November 6, 2014 in HEALTH & BEAUTY, IN THE PRESS

DeniseFerrandini_CarlosRamos

Em Julho, a Denise desafiou os embaixadores da sua clínica para uma sessão fotográfica inesquecível. Tanto eu como a Sofia Cerveira e o Marco Delgado (ambos atores) fomos para o estúdio do Carlos Ramos sem saber muito bem ao que íamos. Fotos oficiais para a Clínica poder usar como forma de promover o seu trabalho. Este era o briefing. Preciso de levar alguma coisa? Não, vamos ter uma produtora a tratar de tudo. Maquilhagem? Vamos ter uma maquilhadora. E assim fui… cabelinho arranjado, mas de cara lavada. Não sabia efetivamente ao que ia… Não sabia que gênero de fotos ia tirar…Não perdi muito tempo a imaginar, confesso, mas o que aconteceu naquele dia, naquele estúdio, nunca me teria cruzado o pensamento. Possivelmente terei imaginado que iria vestir uma roupa branca e que me iriam maquilhar com o look “no make-up”, típico das fotos de clínicas de estética. Mas a abordagem foi em tudo diferente. Maquilhagem bem marcada pelas mãos da Carla Pinho e roupas glamorosas. O chariot da inspirada produtora de moda Gabriela Martins Pinheiro estava carregado de vestidos de babar. Cada um mais elaborado que o outro. Lantejoulas aos kilos. Lindos de morrer! Dificil mesmo, foi escolher…

Havia vinho branco gelado (que eu infelizmente não pude beber porque estava a tomar antibiótico) e um CD divino (mesmo) de Nina Simone a tocar em looping (como eu gosto). O estúdio do Carlos Ramos é um gênero Bohemian-Lisbon-cool. Não há como não adorar… Com vista para as árvores floridas do Largo do Carmo. Lisboa é linda em Julho. Para não dizer sempre. Mas o verão em Lisboa tem uma energia especial…

Foi essa energia, misturada com a nossa boa onda, mais esta ideia original da Denise e o talento inequívoco da Raquel e do Carlos que foram a receita perfeita para umas fotos que resultaram estrondosas (Pelo que ouvi dizer… porque ainda nunca as vi efetivamente. Para já,  ainda não foram reveladas…)

A revista Caras esteve lá com o fotografo Paulo Jorge Figueiredo a fazer uma reportagem sobre o making-of. Quem perdeu esta reportagem que foi publicada em Setembro pode ver algumas fotos no portal Caras.Sapo  [AQUI]. Foi mesmo um dia muito bem passado!

beijinhos

Beauty Routine #3

November 3, 2014 in HEALTH & BEAUTY

Beauty Routine acne

Já há um tempo que não faço um post “Beauty Routine”… Hoje lembrei-me de fazer esta partilha porque há dois fins-de-semana estive numa festa de família onde encontrei uma amiga com uma filha com a mesma idade do Salvador (13 anos). Tinha a pele do rosto muito inflamada e oleosa, toda coberta por um pequeno acne. Da ultima vez que nos tínhamos visto, no verão, ainda tinha pele de bebe. Foi de um dia para o outro. Até me doeu o coração só de pensar que para além do possível  incomodo físico que o acne lhe pudesse causar, não haverá pior que uma menina de 13 anos no meio de todas as suas mudanças e normais inseguranças ainda ter de se ver a braços com a treta do acne…

Perguntei-lhe o que estavam a fazer para combater aquela epidemia?! A mãe, muito desconsolada, confessou-me que já tinha experimentado um monte de coisas. Cada farmacêutico dizia uma coisa diferente e já estava um bocado baralhada…

Sugeri que experimenta-se Lactacyd Med que é um substituto do sabão que se destina à proteção fisiológica da pele. (Uso-o desde os meus 14 anos e nunca me deixou ficar mal)  – Para uma menina de 13 anos a rotina é muito básica… Lavar a cara de manhã e à noite com este liquido desinfetante. Não pôr mais nada (mais nada mesmo) na pele e os resultados são rapidíssimos.

Este fim de semana fui levar o Salvador a uma festa onde estava também esta amiga. Correu para mim com um sorriso de orelha a orelha para me mostrar a sua pele. Parecia outra. Numa semana tinha desinflamado por completo e estava no caminho da recuperação. Fiquei feliz por a ver feliz e foi por isso que me lembrei deste post. Não só porque os nossos filhos dependem de nós para estas decisões como também acontecem aqueles dias em que a nossa pele decide que voltou a ter 14 anos (pelo menos a minha às vezes têm assim uns flash-backs meios despropositados ) e temos de ter o kit “primeiros-socorros” sempre à mão!

O meu Kit começa então pelo Lactacyd (que os meus filhos já usam quase diariamente). Passa depois pela aplicação do milagroso Immuno da Gernetic. Este creme pode ser usado como uma mascara noturna (aplicado nas zonas mais problemáticas). É um extraordinário regenerador celular que aumenta as defesas da pele. Tem uma ação adstringente e reestruturante. – Pessoalmente uso-o todas as noites misturado em partes iguais com o Syncro. [AQUI] como rotina normal de cuidado com a minha pele. No Salvador já lhe tenho aplicado apenas no nariz antes de ir dormir. Por fim, existe esta pomadinha nas farmácias que não deve custar mais de 10 euros, que é o que se chama de “tiro e queda”. Anda sempre comigo. Quando a minha pele tem um ataque de esquizofrenia e decide voltar atras no tempo mostrando sinais de uma adolescência tardia eu ataco logo com a aplicação de um bocadinho mínimo deste creme. E assim acaba o devaneio de uma borbulha que não é bem vinda. Morre à nascença!

Lactacyd e Aknemicyn compram-se sem receita em qualquer farmácia. Immuno compra-se através de pontos de venda Gernétic, como é o caso da Clinica Denise Fernandini em Cascais. [AQUI]

beijinhos

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: